Início » Alimentos Saudáveis » 27 tipos de ervas: valor nutricional, características, usos e curiosidades

27 tipos de ervas: valor nutricional, características, usos e curiosidades

tipos de ervas

Embora esses tipos de ervas sejam tipicamente associadas ao bem-estar e à saúde devido às suas propriedades curativas e restauradoras inerentes, elas são um excelente complemento para pratos e receitas alimentares.

tipos de ervas
tipos de ervas

Eles não apenas elevam a saúde alimentar a um nível totalmente novo, mas as ervas também são uma ótima maneira de adicionar muito sabor, aroma e sabor à sua comida.

Você pode usar tanto ervas frescas quanto secas em uma variedade de receitas de alimentos; de qualquer forma, eles levarão o sabor e o cheiro da comida a um nível totalmente diferente.

Valor nutricional das ervas

valor nutricional das ervas
valor nutricional das ervas

As ervas podem conter tanta nutrição quanto os vegetais, além disso, 100 g de ervas frescas contêm grandes quantidades de:

– Calorias 11;
– Gorduras Totais 0,1 g;
– Gorduras Saturadas 0 g;
– Colesterol 0 mg;
– Sódio 41 mg;
Potássio 330 mg;
– Carboidratos 1,3 g;
Fibra Alimentar 0,5 g;
vitamina K;
– Açúcar 0,2 g;
vitamina A;
– Proteínas 2,3 g;
vitamina C 43 mg;
Cálcio 120 mg;
– Ferro 0,2 mg;
Vitamina D. 0 UI;
Vitamina B6 0,1 mg;
– Cobalamina 0 µg;
Magnésio;

Tipos de ervas

Salsa

salsa
salsa

Nativa da região central do Mediterrâneo, particularmente Grécia, Chipre, Espanha, Portugal, sul da Itália e Marrocos, A salsa é uma das ervas mais cultivadas no mundo.

Com o passar dos anos, o cultivo da salsa também se tornou popular na Europa, onde é comumente usada como tempero.

Além disso, a salsa é uma erva bienal resistente que cresce em duas formas distintas folha plana e musgo enrolado.

Este último é popularmente usado para guarnecer, visto que produz uma roseta de folhas fortemente enroladas, enquanto o primeiro tipo tem folhas planas e é preferido para cozinhar, pois libera mais sabor.

Tem um sabor suave e amargo que realça muito o sabor de sopas, ensopados, ensopados e saladas.

Além disso, a salsa também é consumida por suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias naturais que estimulam o sistema imunológico e auxiliam na digestão.

Curiosidade sobre a salsa: é um método muito eficaz para eliminar o mau hálito.

Hortelã

hortela
hortela

A hortelã é uma planta perene extremamente resistente e seu cultivo é amplamente distribuído pela América do Norte, Europa, Ásia, Austrália e África.

Este é um dos tipos de ervas mais aromáticas e perfumadas, é por isso que o óleo essencial de menta é popularmente usado em aromas e fragrâncias perfumadas.

Esta erva tem um sabor fresco e mentolado que a torna ideal para ser usada em bebidas como mojitos e juleps de menta.

A hortelã fresca é geralmente preferida à variedade seca por causa de seu sabor quente e aromático, seguido por um gosto residual doce.

Muitas pessoas preparam folhas frescas de hortelã para fazer diferentes tipos de chás e bebidas.

A hortelã é usada há muito tempo como um remédio à base de ervas para tratar várias doenças como dores no peito, dores de estômago, náuseas, etc.

Na verdade, os praticantes da medicina tradicional encontraram evidências de que a hortelã pode ser apenas capaz de tratar a síndrome do intestino irritável.

Endro

endro
endro

Este tipo de erva é bastante alta com folhagem super fina e de couro fino que frequentemente varia de verde escuro a verde azulado.

É amplamente cultivado na Eurásia, onde é comumente usado como uma erva em alimentos por seu incrível aroma e sabor.

O endro é extremamente popular como erva culinária na culinária europeia, especialmente em regiões como Rússia, Finlândia, Escandinávia, Europa Oriental e Ucrânia.

As folhas de endro finamente cortadas, macias e delicadas são um excelente complemento para pratos de peixe, cordeiro, batata, creme de leite e aves.

Possui um sabor ligeiramente amargo e acentuado que proporciona um toque saboroso à comida.

Este tipo de erva tem uma quantidade surpreendente de benefícios para a saúde, alguns dos quais incluem baixos níveis de colesterol, alívio da insônia e diarreia, facilidade de digestão e alívio da flatulência, para citar alguns.

Curiosidade sobre o endro: O endro é uma alternativa excelente e natural para soníferos. Experimente você mesmo!

Manjericão

manjericao
manjericao

Também conhecido como ‘manjericão grande’ e ‘erva de São José’, o manjericão é uma das ervas culinárias mais populares e amplamente consumidas.

É nativo de regiões tropicais que se estendem do sudeste da Ásia à África central.

Este tipo de erva anual que tem um sabor de anis e um aroma muito intenso de cravo.

As folhas desta erva têm um sabor quente e picante que a torna ideal para pesto, saladas, molhos, sopas e vários pratos à base de carne.

O manjericão fresco, em particular, é altamente aromático e é frequentemente usado como guarnição na maioria dos alimentos para realçar seu cheiro e aroma.

Esta erva é frequentemente associada a várias crenças e rituais que aumentaram significativamente sua popularidade.

Por exemplo, os franceses a chamam de ‘erva real’, enquanto os antigos gregos e egípcios colocavam a erva na boca do falecido porque acreditavam fortemente que ela abriria os portões do céu para os mortos.

Sálvia

salvia
salvia

Este é um arbusto perene e perene que também é conhecido como sálvia de jardim e sálvia comum, é um membro da família das mentas e é particularmente nativa da região mediterrânea.

Sage tem uma longa e rica história e tem sido cultivada por séculos devido às suas incríveis propriedades curativas e significado culinário.

Curiosamente, a sálvia também era usada nos tempos antigos para afastar o mal e como tratamento para picadas de cobra.

Para fins culinários, as folhas de sálvia frescas são um excelente complemento para molhos, massas, molhos para aves, temperos e saladas.

Por pertencer à família das menta, libera um sabor mentolado muito forte que o torna ideal para infusão em chás de ervas e bebidas.

O chá com infusão de sálvia é consumido como um remédio eficaz para tratar várias doenças gástricas, infecções na garganta e na boca, bem como distúrbios cerebrais.

Curiosidade sobre o sálvia: seu nome significa “salvação” ou “Para ser salvo” porque era usado principalmente para fins medicinais no passado.

Alecrim

alecrim
alecrim

Este arbusto perene, lenhoso e perene deve ser uma das ervas mais saborosas e aromáticas, é nativa da região do Mediterrâneo e faz parte da família das mentas.

O alecrim é um tipo de erva que tem um aroma incrivelmente delicioso e com um sabor forte e adstringente, sendo uma excelente opção para recheio de frango, peru e cordeiro.

É cada vez mais popular na culinária mediterrânea nativa, onde é tipicamente assado com vegetais e carnes.

Além dos usos culinários, o alecrim é um remédio natural superpoderoso para aliviar a dor e acalmar a indigestão.

Pois o seu aroma ajuda muito a aliviar o estresse diário, acalmar a mente e aliviar a ansiedade.

Tomilho

tomilho
tomilho

Este tipo de erva delicada do Mediterrâneo que tem sido usada desde os tempos dos antigos egípcios e gregos, que a usavam para fins de embalsamamento e também como fonte de coragem.

Com o tempo, o consumo do tomilho se espalhou por toda a Europa, principalmente devido aos romanos que usavam a erva para purificar seus quartos.

O tomilho é muito popular na culinária italiana, mediterrânea e francesa e costuma ser combinado com outras ervas, como salsa e alho, para aumentar a complexidade dos sabores.

Embora seja usada na forma fresca e seca, a primeira variedade é mais saborosa e libera um perfume incrível.

Este tipo de erva é uma excelente fonte de antioxidantes como a vitamina A, essencial para a saúde das unhas, olhos e pele.

Ele também tem propriedades antibióticas e antissépticas que ajudam a combater tosses, resfriados e alergias.

Curiosidade sobre o tomilho: Os gregos costumavam usá-lo em seus banhos para “Coragem” e o cheiro agradável.

Coentro

coentro
coentro

O coentro é um tipo de erva conhecido por dois nomes-chave, coentro e salsa, devido à diferença na colheita e uso.

Se as folhas são colhidas, é denominado ‘coentro’ e se as sementes são colhidas é denominado coentro.

O sabor do coentro é descrito como o limão, com uma acidez sutil, enquanto suas sementes consistem em um toque picante de sabor.

Esta erva é ótima para saladas, molhos, vegetais e pratos à base de carne. É nativo de várias regiões que vão desde o norte da África e sul da Europa até o sudoeste da Ásia.

Além disso,  o coentro também é conhecido como uma ‘erva revitalizaste’ que ajuda a aliviar a inflamação, ajuda na digestão e reduz o estresse no fígado.

Funcho

funcho
funcho

Esta erva é nativa da região mediterrânea e é extremamente saborosa e aromática.

É uma erva perene resistente que pertence à família da cenoura e tornou-se altamente naturalizada, especialmente em solos secos nas margens dos rios e perto da costa marítima.

A erva-doce é uma erva muito apreciada, usada desde os tempos antigos pelos gregos e romanos, que a usavam comumente como alimento e medicamento.

As folhas de erva-doce têm um sabor adocicado com um toque suave de especiarias e um aroma muito terroso.

Eles são normalmente usados ​​em saladas, sopas e pratos à base de carne.

Em termos de saúde e nutrição, o funcho é altamente rico em proteínas, cálcio, magnésio, vitaminas e ferro.

Ele melhora significativamente a saúde óssea, mantém a pressão arterial, combate a inflamação e estimula o metabolismo geral do corpo.

Curiosidade sobre o funcho: você pode diferenciar um funcho masculino de um funcho feminino por suas formas! Os machos Fennels têm formas redondas e as fêmeas são longas.

Camomila

camomila
camomila

Este tipo de erva vem de flores parecidas com margaridas e é a escolha de erva mais popular para chás de ervas, especialmente na Europa e nos Estados Unidos.

O chá de camomila não é apenas um dos chás de ervas mais consumidos no mundo, mas a erva também é usada desde os tempos antigos como um tratamento para dores de estômago, inflamação e febre alta.

O termo ‘camomila’ é derivado da palavra grega ‘ chamomaela’ que se traduz em ‘maçã moída’ em inglês. Isso é usado como uma referência ao seu aroma fresco de maçã.

A camomila tem sido associada a uma infinidade de benefícios medicinais, incluindo melhora da qualidade do sono

Além de melhorar  o sistema digestivo, proteção contra certos tipos de câncer, melhora da saúde cardíaca e controle dos níveis de açúcar no sangue.

Estragão

estragao
estragao

O estragão é uma erva perene que pertence à família do girassol, é cultivado para fins médicos e culinários, principalmente em grande parte da América do Norte e da Eurásia.

Esta erva tem um sabor forte a anis, tornando-se um tempero clássico para frango, pratos de ovos, sopas, ensopados, frutos do mar e também pratos à base de vegetais.

Além disso, o estragão é considerado uma das quatro ‘ ervas finas’ da cozinha francesa e é o principal componente aromatizante do molho béarnaise.

Esta erva incrível é uma grande fonte de vitaminas e minerais essenciais como magnésio, zinco, vitamina C, vitamina A, cálcio e ferro.

O estragão também é frequentemente preparado na hora para fazer chá de ervas ou qualquer outra bebida quente que possa aliviar o estresse e a ansiedade.

Mastigar folhas frescas de estragão também ajuda a anestesiar a dor na boca e matar os germes que causam o mau hálito.

Curiosidade sobre o estragão: o estragão vem da espécie Dranculus, que significa pequeno dragão, devido às suas pontas únicas.

Lavanda

lavanda
lavanda

Esta bela e marcante planta roxa é especialmente usada como condimento e é originária das Ilhas Canárias, Cabo Verde, China, África Oriental, Sudoeste Asiático e Europa.

A lavanda é uma planta perene espessa com folhagem semelhante a agulhas e aroma de bálsamo.

A palavra ‘lavanda‘ vem da palavra francesa antiga, ‘ lavandre ‘, que se refere ao uso de plantas como infusões.

Este tipo de erva possui um alto valor comercial pelos seus óleos essenciais e extratos que possuem propriedades antissépticas e anti-inflamatórias.

Os óleos também são cosméticos, bálsamos, perfumes e pomadas usados ​​popularmente.

É também um dos remédios fitoterápicos mais versáteis e eficazes que ajudam a tratar distúrbios do sono, insônia e ansiedade.

Na história da culinária, a geleia de lavanda era uma das favoritas da Rainha Elizabeth e, desde então, essa erva tem sido usada como um ótimo complemento saboroso e aromático para vários pratos e receitas alimentares.

Muitas pessoas também usam essas flores roxas de lavanda como decoração para sobremesas e bebidas.

Cebolinha

cebolinha
cebolinha

Este tipo de erva  pertence à mesma família do alho-poró, alho e cebola. É altamente difundido na América do Norte, Ásia e na maior parte da Europa.

A cebolinhas cresce na forma de tufos nos bulbos subterrâneos e resulta em folhas redondas e ocas que são super finas em forma e textura.

Além disso, as  cebolinhas são popularmente combinadas com creme de leite e são consideradas uma das melhores ervas da culinária francesa.

Esta erva também vai muito bem com saladas, ovos, sopas, batatas e outros pratos de vegetais.

Embora o cultivo da cebolinha tenha começado na Idade Média, seu uso e consumo remontam a cerca de 5.000 anos atrás.

Os antigos romanos acreditavam que a cebolinha ajuda a curar queimaduras de sol e dor de garganta, e que comer cebolinha ajuda a controlar a pressão arterial.

Curiosidade sobre a cebolinha: A cebolinha  era usada nos tempos antigos porque as pessoas acreditavam que lhes dava força.

Folhas de louro

folha de louro
folha de louro

As folhas de louro são provavelmente as mais aromáticas de todas as ervas e são mais conhecidas por seu incrível perfume que cheira a uma mistura de hortelã, cravo e bálsamo.

Esta fragrância, juntamente com um sabor picante e apimentado, tornou esta erva bastante popular entre vários pratos de comida, como guisados ​​e sopas ricos e saudáveis.

Esta erva vem em várias variedades, incluindo a folha de louro da Califórnia.

A folha de louro da Indonésia, a folha de louro das Índias Ocidentais e a folha de louro da Índia.

Além disso, a fragrância de todas essas variedades de folha de louro é mais proeminente e perceptível do que o sabor.

Também foi usado pelos gregos antigos por seu sabor incrível e agora é destaque em uma variedade de pratos franceses clássicos e cozinhas europeias.

Culantro

culantro
culantro

Frequentemente confundido com sua erva prima ‘coentro’, o culantro é um tipo de erva diferente e incomum de erva com folhas longas e serrilhadas que parecem alface.

É uma erva tropical perene que também é conhecida por outros nomes como coentro longo, coentro mexicano e beni sombra.

Embora o coentro seja cultivado em todo o mundo em climas temperados, é particularmente nativo da América do Sul, América Central e México.

Em termos de sabor e aroma, possui um perfil muito mais forte em comparação com o coentro, por isso é usado em pequenas quantidades na culinária.

O coentro é popularmente usado para marinar, temperar e guarnecer, especialmente nas culinárias caribenha, vietnamita e indiana.

Por ter grande capacidade de reter bom sabor e cor, o culantro é altamente valioso na indústria de ervas secas.

Curiosidade sobre o Culantro: O Culantro é usado na forma de chá como uma forma natural de tratar a gripe e a prisão de ventre.

Cerefólio

cerefolio
cerefolio

O cerefólio é uma delicada erva anual com finas folhas verdes que são muito semelhantes às folhas de salsa finamente cortadas.

Talvez por isso também seja conhecido como ‘Salsa Francesa’.

Este tipo de erva é nativa do Cáucaso, mas mais tarde se tornou popular na maior parte da Europa.

Esta planta produz folhas verdes claras e lisas, de sabor e aroma semelhantes aos de erva-doce.

Isso torna o cerefólio uma ótima opção para realçar o sabor do frango, saladas, ovos, vegetais e peixes.

É uma erva básica na culinária francesa e também uma das quatro tradicionais ‘ ervas finas ‘ francesas.

Além de ser popular no mundo culinário, o cerefólio também é usado como um auxiliar digestivo útil, para reduzir a pressão arterial, curar soluços e como um estimulante suave.

Salgadinhos de inverno

salgadinhos de inverno
salgadinhos de inverno

Esta é uma erva perene, semi-perene, com folhas verdes escuras e lindas flores de verão, é nativo das regiões temperadas quentes da África, do Mediterrâneo e do sul da Europa.

Este tipo de erva geralmente podem ser encontrados crescendo em paredes antigas, solos alcalinos, encostas de montanhas rochosas, bancos secos e deslizamentos de colinas.

Esta erva é uma das ervas culinárias mais deliciosas e picantes que adicionam sabor e aroma intensos a qualquer receita.

Por pertencer à família das menta, possui o mesmo sabor fresco e mentolado que o torna ideal para molhos de salada e para dar sabor a licores.

Ele também tem a reputação de combinar muito bem com carne e feijão, bem como em molhos e sopas.

O salgado de inverno contém uma infinidade de benefícios para a saúde devido às suas propriedades antissépticas, digestivas, carminativas e aromáticas.

É frequentemente usado como remédio para flatulência, cólicas, náuseas, dor de garganta, diarreia e congestão brônquica.

Hortelã-pimenta

hortela pimenta
hortela pimenta

Este tipo de erva é um cruzamento entre a hortelã e a hortelã-água, o que a torna uma variedade híbrida de hortelã.

É cultivado em várias regiões do mundo, mas é originário do Oriente Médio e da Europa.

Esta erva ocorre naturalmente em habitats úmidos que normalmente incluem valas de drenagem e riachos.

A hortelã-pimenta é bastante popular como agente refrescante do hálito e também como um auxiliar eficaz para problemas relacionados à digestão.

É comumente usado na culinária mundial como guarnição para saladas e em várias bebidas frias por seu forte e refrescante aroma e sabor mentolado.

O óleo de hortelã-pimenta também é usado por muitas pessoas para tratar a síndrome do intestino irritável, onde demonstrou reduzir seus efeitos em grande medida.

Além disso, o chá de hortelã-pimenta também é famoso por tratar problemas de digestão e outras doenças de saúde semelhantes.

Estévia

estevia
estevia

A estévia é mais conhecida como um adoçante natural extraído da espécie de planta, Stevia rebaudiana.

Este tipo de erva é nativa do Paraguai e do Brasil e faz parte da família do girassol.

Em suas regiões nativas, as folhas da planta estévia são normalmente usadas para adoçar chás e remédios locais.

Você pode usar a estévia como um substituto natural do açúcar em chás e em uma variedade de doces.

A melhor parte de sua doçura natural é que não contém absolutamente nenhuma quantidade de calorias.

Na medicina tradicional, a estévia também foi considerada um ótimo tratamento para problemas de estômago, queimaduras e cólicas.

De acordo com um artigo de pesquisa publicado no Journal of Medicinal Food em 2017, a estévia também tem potencial para tratar doenças endócrinas como hipertensão, diabetes e obesidade.

Capim-limão

capim limao
capim limão

Também conhecido como grama de arame farpado e pontas sedosas, o capim-limão é uma planta perene que se parece com uma grama devido à sua folhagem longa e delgada.

É uma das ervas culinárias mais populares da maioria das cozinhas asiáticas.

O capim-limão consiste em um forte sabor de limão e cítrico, o que o torna ideal para ser usado em uma variedade de guisados, sopas e caril.

O chá de erva-cidreira também é particularmente famoso e costuma ser consumido como remédio para tosse, dor de garganta e problemas digestivos.

Os caules de capim-limão são uma excelente fonte de antioxidantes essenciais, como o betacaroteno, que protege a inflamação dos olhos e o câncer.

Muitas vezes, é consumido como chá para aliviar a ansiedade na medicina popular brasileira.

Orégano

oregano
orégano

Esta é uma planta perene aberta e solta que pertence à família das mentas e também é conhecida como ‘manjerona selvagem’.

O orégano é nativo da região do Mediterrâneo, temperado oeste e sudoeste da Eurásia.

Embora seja uma planta perene, também pode ser cultivada como planta anual em climas mais frios.

O orégano é uma das ervas mais comuns e básicas em quase toda a culinária ítalo-americana, onde é popularmente usado como tempero de massas e pizzas.

Curiosamente, esta erva ganhou popularidade significativa após a Segunda Guerra Mundial, após a qual os soldados voltaram com esse desejo estranho pela ‘erva da pizza’.

As folhas de orégano também liberam óleos destilados que são usados ​​como um remédio eficaz para indigestão, doenças respiratórias, problemas de pele e infecções fúngicas.

Manjerona

manjerona
manjerona

A manjerona é uma planta anual muito tenra, com folhas verde-acinzentadas aveludadas e muito macias ao toque.

É também chamada de manjerona e pertence à família dos orégãos.

Devido à sua semelhança com o orégano, ambas as ervas são frequentemente usadas de forma intercambiável em alguns países do Oriente Médio.

A manjerona é nativa do sul da Turquia e Chipre e foi usada como um símbolo popular de felicidade muito tempo atrás pelas antigas civilizações grega e romana.

Era frequentemente usado em feitiços de amor em que as mulheres costumavam manter folhas de manjerona debaixo do travesseiro na esperança de encontrar seu futuro esposo.

Nos dias de hoje, esta erva desempenha um papel fundamental na culinária italiana e do Oriente Médio.

Seu sabor é bastante semelhante ao do orégano, exceto algumas notas de sabor complicadas que são descritas como ‘mais doces e delicadas’ pela maioria das pessoas.

Este tipo de erva é mais adequada para pratos leves e suaves devido ao seu perfil de sabor delicado.

Erva cidreira

erva-cidreira
erva-cidreira

Esta é uma planta perene herbácea ereta, espessa, com folhas verdes claras e uma textura áspera.

Pertence à família das mentas e é nativa da Ásia Central, centro-sul da Europa, Irã e bacia do Mediterrâneo.

No entanto, o cultivo da erva cidreira foi naturalizado em toda a América.

O uso medicinal da erva cidreira remonta a cerca de 2.000 anos, onde era usada para fins medicinais por gregos e romanos.

Também foi considerado o “elixir da vida” por antigos fito terapeutas e médicos devido à sua capacidade de reduzir a ansiedade, aliviar a insônia, tratar problemas gastrointestinais e até possivelmente curar a doença de Alzheimer.

Este tipo de erva também é popularmente usada como erva culinária para dar sabor a sorvetes e chás quentes e gelados.

Também costuma acompanhar pratos de frutas doces e é o ingrediente-chave do ‘pesto de erva-cidreira’.

O óleo essencial da erva cidreira é frequentemente utilizado em perfumes por seu aroma incrivelmente rico de limão.

Murta

murta
murta

Este tipo de erva possui um grande significado histórico e é mencionada várias vezes na Bíblia, bem como na mitologia antiga da Grécia e Roma.

A murta é um arbusto perene resistente com uma fragrância forte e folhagem verde escura.

É nativo do Oriente Médio, da região mediterrânea e do Norte da África.

Além disso, a murta sempre foi muito valorizada na medicina tradicional à base de ervas e era comumente prescrita para febre e dor por vários médicos antigos.

O óleo essencial de murta também é usado para combater várias doenças de pele.

As folhas secas de murta são comumente usadas na Turquia para preparar um chá de ervas calmante que ajuda os diabéticos a reduzir a pressão arterial.

Em termos de uso culinário, as folhas de murta são utilizadas como folhas de louro devido ao seu sabor intenso e picante, semelhante ao da pimenta da Jamaica em pó.

Lemon verbena

lemon verbena
lemon verbena

Também conhecida como escova de abelha-limão, esta erva é nativa das regiões ocidentais da América do Sul.

Foi inicialmente trazido para a Europa pelos portugueses e espanhóis.

Além disso, o Lemon verbena é um arbusto lenhoso perene com folhas pontiagudas e um perfume de limão muito poderoso.

É frequentemente usado como um ótimo substituto do limão em pratos que requerem um forte sabor de limão, por exemplo, molhos para salada, bebidas, marinadas de vegetais e pratos de aves.

Muitas pessoas também apresentam verbena de limão em sorvetes aromatizados e chás de ervas.

Esta erva tem vários benefícios impressionantes para a saúde, como combate à inflamação, facilitando a digestão, promovendo a perda de peso, aliviando a congestão nasal e prevenindo danos musculares, para citar alguns.

O forte aroma de limão desta erva também foi considerado realmente benéfico para relaxar os nervos tensos.

Cicely

Cicely
Cicely

Cicely é uma planta herbácea perene que também é conhecida como cerefólio doce, doce cicely e mirra de jardim.

Este tipo de erva produz folhas semelhantes a samambaias que são penas e finamente divididas com manchas brancas.

Quando as folhas são esmagadas, liberam um cheiro forte, bastante semelhante ao do anis.

É nativo das montanhas do centro e do sul da Europa, mas foi naturalizado em várias partes do mundo, especialmente em pastagens, margens de bosques, margens de rios e áreas cultivadas.

As folhas de Cicely são usadas tanto na forma crua quanto na cozida, de qualquer forma, seu sabor e aroma são altamente reminiscentes ao de erva-doce.

Eles também têm uma rica história de uso como uma erva medicinal muito eficaz.

Hortelã

hortela
hortelã

Embora muitas pessoas associem o sabor da hortelã à goma de mascar, ela também é um ótimo intensificador de sabor para chás, sopas de ervas e molhos para salada.

Agora que você conhece alguns tipos de ervas mais comuns e populares, pode cultivar suas ervas favoritas dentro de casa e desfrutar de um suprimento fresco para o ano todo.

As ervas frescas não só realçam verdadeiramente o sabor e o aroma dos alimentos, mas também os elevam a um nível totalmente novo!

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.