Menta – Benefícios, Usos e Efeitos Colaterais!

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Menta – Benefícios, Usos e Efeitos Colaterais!
4.8 (95.81%) 148 votos

Benefícios da Menta, tudo isso é o que você vai conhecer a partir de agora. Logo porque a Menta é uma erva repleta de nutrientes e com muitas formas de uso. Além disso, a Menta é uma das plantas com propriedades medicinais mais antigas de que se tem registro. Sendo muito utilizada não apenas na fabricação de remédios pela indústria farmacêutica e em receitas caseiras. Mas também está presente na composição de uma larga gama de produtos. Tais como cremes dentais, pastilhas, produtos de higiene, etc.

A Menta é geralmente usada em forma de chá utilizando as folhas. A Menta é altamente indicada para limpar o sangue, combater úlceras, mulheres utilizam no tratamento em doenças do útero e ovários, faz sumir coceiras, problemas na digestão, diminui cólicas, gases, vômitos e doenças que atingem o fígado e não para por aí.Menta

Utilizada, há centenas de anos, por curandeiros para o alívio da dor, a eficácia da Menta foi comprovada cientificamente: um estudo realizado na Universidade de Newcastle, na Inglaterra, comprovou que o chá de Menta possui propriedades analgésicas que auxiliam no combate à dor. Os povos dos países do Oriente Médio conhecem muito bem as propriedades e os benefícios proporcionados pela Menta. Já que possuem o costume de ingerir o chá da Menta após as refeições.

Valor Nutricional da Menta

Sendo assim, confira os benefícios da Menta :

  • Melhora o sistema imunológico
  • Trata infecções por herpes
  • Ajuda na prevenção do alzheimer
  • Combate problemas reumáticos
  • Evita náuseas e vômitos
  • Acaba com o mau hálito
  • Ajuda na perda de peso
  • Combate a congestão nasal
  • Melhora a saúde digestiva
  • Alivia o estresse

Depois desse resumo, confira agora mais detalhadamente seus benefícios:

Benefícios da Menta Para Saúde

Benefícios da Menta Para o Sistema Imunológico: O chá de Menta, graças as suas propriedades antibacterianas, pode prevenir nosso corpo contra doenças. Além do mentol, a Menta tem oligoelementos da vitamina B, potássio, antioxidantes e cálcio, o que pode ajudar na absorção de nutrientes do corpo para combater as enfermidades.

Benefícios da Menta Para Tratar Infecções por Herpes: Pesquisas mostraram benefícios do óleo de Menta superiores aos medicamentos tradicionais usados para amenizar os efeitos do vírus do herpes, quando aplicado topicamente. Devido à sua natureza lipofílica, o óleo de Menta é capaz de passar através da pele, tornando-o um tratamento ideal contra infecção recorrente por herpes. Ele também melhora a dor induzida pela doença.

Benefícios da Menta Para Prevenir Alzheimer: Algumas pesquisas comprovaram que os benefícios da Menta podem contribuir com o melhor funcionamento cognitivo, favorecendo a capacidade de concentração e agilidade mental. As folhas da Menta ainda podem estimular e melhorar a aptidão para memorizar, se ingeridas regularmente. O Alzheimer causa efeitos que podem prejudicar o rendimento e comprometer a capacidade de memorização, por isso, a Menta pode ser uma excelente aliada para a prevenção dessa condição.

Benefícios da Menta Para Tratar Problemas Reumáticos: O óleo de Menta é usado com frequência em pacientes que sofrem de problemas reumáticos para aliviar as dores. A forma adequada de aplicá-lo é diluindo algumas gotas em água com um pouco de álcool e aplicando diretamente na área com um pano.

Benefícios da Menta Para Tratar Náuseas e Vômitos: O chá de Menta é antiespasmódico, por isso reduz as possibilidades de vômitos e náuseas, inclusive, ajuda quando viajamos de barco ou avião e o movimento nos provoca enjoos. Sua qualidade anti-inflamatória é outro dos benefícios do chá de Menta, já que pode fazer o estômago retornar a sua normalidade.

Benefícios da Menta Para Mau Hálito: A Menta é também antibacteriana e antimicrobiana, basta mastigar folhas de Menta ou enxaguar-se com um enxaguante bucal a base da Menta pode manter longe o mau hálito e prevenir problemas de higiene dental causadas por um excesso de bactérias na boca.Menta Benefícios

Benefícios da Menta Para o Corpo

Benefícios da Menta Para a Perda de Peso: O aroma da Menta e alguns de seus componentes orgânicos podem realmente eliminar o apetite. Cheirar Menta pode ajudar a evitar a alimentação exagerada e, posteriormente, a obesidade.

Benefícios da Menta Para Acabar com a Congestão Nasal: A Menta é popular por seu fresco sabor, sendo um dos ingredientes mais usados em caramelos e chicletes. Justamente é essa propriedade que a torna uma opção natural para aliviar a congestão nasal de forma efetiva.

Benefícios da Menta Para Saúde Digestiva: A Menta tem sido utilizada durante milhares de anos para resolver uma infinidade de problemas gastrointestinais e digestivos, sendo esses os principais benefícios da Menta. O chá de Menta é considerado um poderoso carminativo, o que significa que ajuda a mover o gás que se acumula no corpo e causa inchaço, cólicas e mal estar estomacal.

O chá de Menta também estimula o fluxo da bile para aumentar a velocidade e eficiência da digestão. E promove os movimentos intestinais saudáveis. Além de carminativo, o chá de Menta também é analgésico, já que reduz dores associadas a cólicas, distensão abdominal e indigestão. Todo esse potencial é devido seus efeitos calmantes sobre o intestino e os músculos lisos do trato digestivo. A diarreia, a síndrome do intestino irritável e a prisão de ventre melhorarão com o chá de Menta.

Benefícios da Menta Para Aliviar o Estresse: A Menta tem um forte aroma que o torna útil no alívio do estresse. A Menta é usada em vários medicamentos para evitar dores de cabeça e o tratamento da depressão. Muitos perfumes e sabonetes aromáticos também estão disponíveis, que ajuda a elevar o humor. Eles podem ser mantidos abaixo do travesseiro. A fim de obter um efeito relaxante e de uma boa noite de sono.

Outros Benefícios da Menta: A Menta possuir muitos benefícios para a saúde, além dos citados acima, ela possuir muitas outras vantagens para o corpo. Assista o vídeo abaixo e confira:

Receita do Chá de Menta:

Ingredientes:

  • Folhas de Menta
  • Mel ou açúcar para adoçar
  • Água

Modo de preparo:

  • Rasgue algumas folhas de Menta e coloque-as em um copo;
  • Ferva a água em uma chaleira ou panela e adicione ao copo com a Menta, até enchê-lo;
  • Deixe repousar por cerca de 3 minutos;
  • Normalmente, o chá é tomado sem retirar as folhas. Mas você pode retirá-las com um coador ou uma colher, caso prefira;
  • Adoce com mel ou açúcar, de acordo com o gosto pessoal. Se quiser, pode adicionar algumas gotas de suco de limão ou de laranja.

Efeitos Colaterais da Menta

Na maioria dos adultos, as pequenas doses de óleo de Menta contidas nos suplementos e preparações para a pele parecem ser seguros. Alguns efeitos colaterais já relatados após o uso do óleo foram azia, rubor na pele, dor de cabeça e irritação na boca.

Embora as cápsulas revestidas de óleo de Menta reduzam o risco de azia, o revestimento protetor pode romper quando tomado junto com outros medicamentos que diminuem o ácido do estômago e que são muitas vezes usados para a azia ou refluxo ácido. Uma condição do estômago chamado acloridria, onde o estômago não produz ácido clorídrico, também pode acelerar a ruptura do revestimento e pessoas com a doença não são aconselhadas a usar o óleo de Menta.

Mulheres grávidas, lactantes e crianças menores de sete anos não devem utilizar o óleo de Menta não diluído devido à toxicidade do produto. Um estudo afirma que o uso de óleo de Menta pode baixar o nível de açúcar no sangue. O que vale como alerta para os diabéticos. Pessoas com refluxo gastresofágico, hérnia hiatal e aquelas com problemas de vesícula devem consultar um médico antes de usar o óleo de Menta.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *