Cardápios de Dietas

Dieta da rúcula: perca Até 10 Kg em 7 dias!

dieta da rucula

A dieta da rúcula além de proporcionar o emagrecimento, nos ajuda a mantemos nossa saúde em dia. Além do mais, a Rúcula é um vegetal crucífero menos conhecido que fornece muitos dos mesmos benefícios que outros vegetais da mesma família, como brócolis, couve e couve de Bruxelas.

As folhas de rúcula são tenras e pequenas, com um sabor picante. Juntamente com outras folhas verdes, a rúcula contém mais de 250 miligramas (mg) por 100 gramas (g) de nitrato.

As altas ingestões de nitrato na dieta mostraram reduzir a pressão sanguínea , reduzir a quantidade de oxigênio necessária durante o exercício e melhorar o desempenho atlético.

dieta da rucula
dieta da rúcula

Este artigo fornece uma análise nutricional aprofundada de seus possíveis benefícios para a saúde, como incorporar a dieta da rúcula em seu dia a dia e quaisquer possíveis riscos à saúde associados ao consumo de rúcula.

Benefícios da dieta da rúcula para saúde:

2. Melhora a visão e a saúde da pele:

Rúcula é fonte de vitamina A, vitamina C e K. Um copo das folhas contém 474 miligramas de vitamina A, fundamental na manutenção da saúde do olho e na reprodução celular. A dieta da rúcula também três miligramas de vitamina C, um antioxidante que fortalece o sistema imunológico e atua na renovação das células dos tecidos do nosso corpo.

benefícios da dieta da rucula
benefícios da dieta da rúcula

Ela também a dieta da rúculaé fonte e carotenoides, pigmentos naturais já conhecidos como fundamentais para a qualidade da nossa visão. Os carotenoides também desaceleram o processo degenerativo das células dos olhos e da pele.

3. Fortalece o sistema imunológico:

A vitamina C presente na dieta da rúcula proporciona um impulso ao funcionamento do sistema imunológico, responsável pela defesa do nosso corpo. Ele é responsável por buscar as ameaças trazidas pelos radicais livres e processos inflamatórios e eliminá-los antes que possam nos causar doenças.

4. Melhora as funções cerebrais:

Estudos apontam que o consumo adequado de vitamina K fortalece o sistema neural evitando a degeneração das conexões neurais em indivíduos jovens, como ocorre no caso do mal de Alzheimer. A ingestão de rúcula é uma boa saída para evitar a deficiência de vitamina K na dieta e assim inibir doenças degenerativas do cérebro e manter a sua mente ativa e focada.

5. Previne a osteoporose:

A rúcula é fonte de vitamina K, cuja deficiência está associada a um risco mais alto de desgastes e fratura nos ossos. O consumo adequado de vitamina K melhora a saúde dos ossos porque age diretamente na sua composição aumentando a absorção de cálcio e evitando a sua perda através da urina. Cada porção de dois copos de rúcula também possui 64 miligramas de cálcio, essencial na manutenção da saúde dos ossos.

6. Ajuda a regular o diabetes:

Os vegetais de folhas verdes como a dieta da rúcula contêm antioxidante que já provaram diminuir os níveis de glicose no sangue e aumentar a absorção da insulina em pacientes com diabetes. O controle do peso é fundamental para evitar o diabetes tipo dois e o consumo de rúcula como uma fonte rica em fibras e com pouquíssimas calorias, pode ser fundamental em uma dieta para perder peso.

7. Melhora a oxigenação muscular:

A dieta da rúcula está entre os vegetais com alta concentração de nitrato, substância que melhora a oxigenação muscular durante exercícios físicos. A ingestão de nitrato pode aumentar a tolerância do organismo durante exercícios físicos de resistência e de longa duração.

O consumo de folhas durante a dieta da rúcula pode eventualmente melhorar a qualidade de vida de pessoas com doenças cardiovasculares, respiratórias, ou metabólicas porque estimula a oxigenação ideal dos músculos dos sistemas envolvidos.

8. Melhora a sua vida sexual:

Há séculos os romanos descobriram uma qualidade improvável da rúcula. Eles perceberam que aqueles que comiam rúcula regularmente tinham mais desejo sexual, e assim, o vegetal passou a se reverenciado como um poderoso afrodisíaco por povos de diferentes regiões do mundo.

Os benefícios afrodisíacos da dieta da rúcula podem decorrer devido ao seu efeito energético e estimulante sobre o organismo e ao estímulo que suas vitaminas trazem ao sistema vascular.

Como funciona a dieta da rúcula?

O foco de uma nova alimentação deve ser as folhas da Rúcula, embora não irá ingerir apenas isso todos os dias mas tem de acrescentar o que diminuirá o apetite.

dieta da rucula
dieta da rúcula

Os benefícios principais é que as folhas são ricas em antioxidantes, eliminando todas as toxinas que são prejudiciais para o organismo e consequentemente no processo de emagrecimento.

As Folhas presente na dieta da rúcula estão no topo das listas pelo fato de que é cheia de flavonóides, protegendo contra o câncer de pele, bucal e do pulmão que tem afetado milhares de pessoas.

A regra tende a ser a mesma, se alimentar de três em três horas que é o tempo suficiente para o organismo fazer a digestão e não ter o acumulo do mesmo. Procure ingerir bastante água ou qualquer outra bebida saudável que o mantenha hidratado todos os dias. Diminuir a quantidade de açúcar e evitar pratos que são preparados com muito óleo e em especial seguir a risca a dieta da rúcula.

Quais os riscos da dieta da rúcula:

É a dieta da rúcula total ou o padrão geral de alimentação que é mais importante na prevenção de doenças e na obtenção de boa saúde. É melhor comer uma dieta com variedade do que se concentrar em alimentos individuais como a chave para uma boa saúde.

Se você estiver tomando anticoagulantes como o Coumadin (warfarin), é importante que você não comece repentinamente a comer mais ou menos alimentos que contenham vitamina K, que desempenha um grande papel na coagulação do sangue.

Se armazenado incorretamente, o suco de vegetais  durante a dieta da rúcula contendo nitrato pode acumular bactérias que convertem nitrato em nitrito e contaminar o suco. Altos níveis de nitrito podem ser potencialmente prejudiciais se consumidos.

Consulte um médico antes de iniciar a dieta da rúcula rica em nitrato se você tiver doença cardiovascular ou fatores de risco associados. Uma dieta rica em nitrato pode interagir com certos medicamentos, como nitrato, nitroglicerina ou nitrito, usados ​​para a angina , como citrato de sildenafila, tadalafila e vardenafila.

Receita de rúcula refogada com repolho:

Ingredientes:

– 1/2 maço de rúcula picada;
– 1/2 maço de repolho picado;
– temperos a gosto (sal, pimenta, cheiro verde);
– 1 dente de alho picado;
– 1/2 cebola picada.

Modo de preparo:

  • Leve o alho e cebola para refogar até a cebola ficar translúcida e o alho dourar levemente.
  • Acrescente o repolho e deixe refogar bem.
  • Se precisar adicione um pouco de água para não grudar.
  • A seguir adicione a folha de rúcula picada e deixe mais 2 minutinhos.
  • Tempere a gosto e sirva!

Cardápio da dieta da rúcula:

dieta da rucula
dieta da rúcula

Café da manhã:

  • Um copo de vitamina de abacate;
  • Duas bolachas integrais emagrecimento-2;

Lanche da manhã:

Almoço:

Lanche:

Jantar:

  • Salada de folhas a vontade;

Dicas de reeducação alimentar:

  • Consumir pelo menos 3 tipos de frutas todos os dias durante a dieta;
  • Incluir sempre verduras e legumes nas refeições, procurando ocupar pelo menos 2/3 do prato com vegetais durante a dieta;
  • Dar preferência por carnes magras;
  • Fazer pelo menos 5 refeições por dia durante a dieta da rúcula, sem pular os lanches ou as refeições principais. Assim o metabolismo está sempre alto e a fome mantém-se
  • controlada;
  • Beber entre 1,5 e 2 litros de água ao longo do dia, evitando ingerir líquidos junto com as refeições;
  • Dar preferência aos alimentos integrais;
  • Evitar os alimentados enlatados e embutidos como salsicha, mortadela, bacon, salame, presunto;
  • Usar azeite extra-virgem para temperar a salada;
  • Comer peixes com mais frequência;
  • Evitar frituras e retirar sempre a gordura visível nas carnes;
  • Evitar refrigerantes e sucos industrializados, dando preferência ao sucos naturais sem açúcar;
  • Não consumir alimentos com gordura trans (ver o rótulo);
  • Praticar atividade física pelo menos 4 vezes por semana.
Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário