Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Efeitos Colaterais

Os 15 Efeitos Colaterais da Proteína de Soja

Os 15 Efeitos Colaterais da Proteína de Soja não são amplamente conhecidos, porém você com certeza deverá conhece-los. Além disso, a Proteína de Soja é famosa pelos seus benefícios, mais você deverá conhecer seus Efeitos Colaterais, pois o que pode ser benéfico para alguns pode ser maléfico para outros. “Soja? Oh, isso é muito saudável! “- Sim, isso é o que a maioria de nós pensamos quando ouvimos falar sobre a Soja. Por muito tempo, a Soja tem sido tratada como uma alternativa saudável à carne e tem sido promovida como um alimento saudável.

Houve um tempo em que a Proteína de Soja foi promovida como um superalimento natural. Mas, nos últimos tempos, é novamente no centro das atenções devido alguns dos seus Efeitos Colaterais assustadores. Consumi-la em um curto período de tempo, digamos por cerca de seis meses, é segura. No entanto, ingerir a Proteína de Soja em altas dosagens por um longo período parece ser inseguro.

proteina-de-sojaEmbora os Efeitos Colaterais mais comuns de consumi este derivado de Soja seja restrito a náuseas, inchaço e constipação, há também alguns outros que podem representar uma preocupação. Antes de dar uma olhada nos Efeitos Colaterais da Proteína de Soja, vamos entender o que realmente causa esses Efeitos Colaterais.

A Proteína de Soja contém várias toxinas, incluindo ácido fítico, fitoestrógenos, hemaglutinina e inibidores de tripsina, que são a causa raiz dos perigos. No entanto, os Efeitos Colaterais da Proteína de soja são apenas os possíveis impactos negativos e podem ser evitados com um uso restrito. Então confira agora Os 15 Efeitos Colaterais da Proteína de Soja:

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Afetam a Fertilidade nas Mulheres: Um estudo realizado no Brasil em 2009 provou que a Soja afeta o sistema reprodutivo em mulheres. Portanto, é essencial manter um controle sobre o consumo de Soja quando você estiver achando difícil engravidar.

Os estudos foram conduzidos em ratos fêmeas durante 15 meses em condições laboratoriais. Durante este período, a sua alimentação consistiu em Proteína de Soja geneticamente modificada. E, os resultados foram realmente chocantes. Estes ratos apresentaram um aumento do nível de progesterona. O útero e os ciclos menstruais destes ratos mostraram mudanças drásticas.

Se você extrapolar esses estudos em seres humanos, você verá que as mulheres que usam a Proteína de Soja geneticamente modificada correm um maior risco de desenvolver menstruação retrógrada. Nesses casos, as mulheres irão sofrer com os ciclos parados. Isso, por sua vez, provoca a endometriose, que é uma das principais causas de infertilidade em mulheres.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Afetam os Períodos Menstruais: Ainda outro estudo sugere que aqueles que usam a Proteína de Soja isolada geneticamente modificada pode experimentar anormalmente uma longa menstruação. Esta condição é medicamente denominada como “Menorragia”.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Causar Distúrbios Endócrinos: A Soja está cheia de certos “compostos biologicamente ativos”, tais como a genisteína, a glicetina, a daidzeína, etc. Estes são coletivamente chamados “isoflavonas”. Estes fitoquímicos são categorizados como “diruptores de estrogênio”. Eles interferem nas funções normais do nosso sistema endócrino. As isoflavonas podem aumentar ou reduzir as atividades dos estrogênios naturais ativando os receptores ou impedindo-os de se ligar. Como resultado, sofremos de desequilíbrio hormonal.

A Proteína de Soja geneticamente modificada contém glifosato. Este elemento dificulta o sistema endócrino das mulheres. Isto, por sua vez, dificulta o funcionamento da aromatase, o produtor de estrogênio. O estrogênio desempenha um papel importante na gravidez, pois uma mulher produz altos níveis durante a gravidez. Os níveis mais baixos deste hormônio são conhecidos por serem prejudiciais ao feto e à futura mãe.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Causar um Perda de Libido: Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja não são restritos apenas às mulheres. Os homens também são afetados por ela. Estudos revelam que a Proteína de Soja tem sido usada pelos monges celibatários para manter sua libido sob controle. Por isso, é aconselhável ler os ingredientes de itens como shakes de Proteína e barras de energia duas vezes antes de consumi-los.

Além disso, os outros dois componentes da Proteína de Soja, nomeadamente daidzeína e genisteína, são imitadores perfeitos de estrogênio. Eles causam disfunção eréctil, pois os homens que usam esta Proteína também são conhecidos por experimentar mudanças de humor, menor contagem de esperma, ginecomastia e até mesmo o crescimento excessivo de pelos corporais e faciais.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Aumentar o Risco de Câncer de Bexiga: Estudos têm estabelecido que o risco de desenvolver câncer de bexiga aumenta quando a Proteína de Soja é usada em excesso. O risco piora se você tiver um histórico genético de câncer de bexiga. Em tais casos, fique longe da Proteína de Soja, bem como de alimentos infundidos com Soja para se proteger deste problema doloroso.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Causar Problemas Renais: A Soja e suas variantes são uma fonte natural de alumínio. A presença excessiva deste metal é conhecido por ser a causa principal de várias doenças renais. Os oxalatos presentes na Soja são conhecidos por causar cálculos renais. É difícil para nosso sistema digestivo processar esses oxalatos. Como resultado, eles se acumulam dentro dos rins.

Quando os níveis desses oxalatos se tornam perigosamente altos, eles se transformam em pedras. Se você tem uma história de insuficiência renal ou quaisquer outras doenças renais, é aconselhável que você fique longe da Proteína de Soja.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Aumentar o Risco de Câncer de Mama: Mais estudos mostraram que as isoflavonas de Soja podem “proliferar” ou aumentar o número de células epiteliais presentes nas mamas femininas. Em outras palavras, as isoflavonas presentes na Soja interrompem a funcionalidade dos hormônios estrogênicos, o que aumenta o risco de câncer de mama, gradualmente, tornando as células epiteliais em cancerosas.

No entanto, existem alguns estudos que contraindicam o impacto negativo mencionado acima da Soja. Se a Soja afeta a formação de câncer de mama ou não, é sempre melhor ficar seguro. Restrinja a quantidade de Proteína de Soja em sua dieta. Se você tem um histórico familiar de câncer de mama, então é aconselhável ficar longe dessa Proteína até que novas pesquisas sejam conduzidas.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem ser Nocivos Para o Pâncreas: A Proteína de Soja contém inibidores de tripsina. A tripsina é uma enzima digestiva que ajuda a quebrar as Proteínas no intestino delgado. O pâncreas segrega esta enzima na forma de tripsinogênio. Estudos sugerem que os inibidores impedem o funcionamento desta enzima, danificando o pâncreas no processo.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Obstruir a Absorção de Vários Minerais: A Soja contém um elevado nível de ácido fítico ou fitatos, que impede o nosso corpo de absorver os minerais essenciais como ferro, zinco, cálcio, magnésio e outros. Devido à falta desses minerais, nosso sistema interno começa a funcionar de forma anormal e sofremos de deficiência de vitamina D, anemia, fadiga, palpitações, respiração rápida, frequência cardíaca rápida, etc.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Coagular o Sangue: Existe uma toxina chamada hemaglutinina presente na Soja. Ele agrupa os glóbulos vermelhos e cria pequenos coágulos de sangue dentro da corrente sanguínea. Isto é extremamente perigoso porque limita o fluxo normal do sangue e obstrui as várias funcionalidades do corpo.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Levar ao Hipotireoidismo: Se você já foi diagnosticado com uma glândula tireoide sub-ativa, as chances são altas de acabar desenvolvendo hipotireoidismo ou outras doenças autoimunes da tiroide, aumentando a ingestão de Soja . Os fitoestrógenos e goitrógenos presentes na Soja têm um impacto negativo sobre o funcionamento da glândula tireoide.

De acordo com estudos publicados, as isoflavonas presentes no leite de Soja são capazes de esgotar os níveis de iodo e criando uma deficiência aguda de iodo em nosso corpo. Sem iodo suficiente, a glândula tireoide não pode funcionar corretamente e sua secreção vai para baixo. Ele leva a hipotireoidismo, seguido de ganho de peso, insônia, vários problemas digestivos e alterações de humor.

proteina-de-soja-2Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Provocar Desconfortos Gastrointestinais: Todos sabemos que a Soja contém muitas Proteínas. Mas, você ficará surpreso ao saber que ela contém outro composto que restringe a digestão de Proteínas , bloqueando as enzimas necessárias para este fim. Como resultado, experimentamos sintomas como inchaço, dor de estômago e constipação.

A Soja libera uma substância semelhante à um muco quando quebra dentro de nosso sistema. Ele forma um revestimento na parede interna do trato gastrointestinal, que gera lotes de muco e desacelera o processo de digestão. Todas estas condições levam dores agudas de estômago, síndrome do intestino irritável, ou diarreia.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Causar o Câncer de Endometrial: Muitos de nós tomamos suplementos concentrados de isoflavona de Soja para atender a nossa necessidade diária de Proteína. O uso prolongado de tais comprimidos pode resultar em câncer do endométrio. Segundo os cientistas, esses suplementos podem promover o crescimento anormal de tecidos em nosso útero, causando “mudanças pré-cancerosas” no revestimento do tecido endometrial ou do útero. As mulheres grávidas devem sempre ficar longe desses suplementos, pois podem prejudicar o feto também.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Levar a Asma: Também é provado que a ingestão regular de Soja pode causar problemas respiratórios como a asma. O consumo excessivo de Soja pode levar a um aumento dos níveis de muco no corpo, o que pode causar problemas como frio, tosse e asma.

Os Efeitos Colaterais da Proteína de Soja Podem Causar Outros Problemas Como:

  • A Soja contém purinas, o que aumenta o risco, bem como piora a condição de gota.
  • A ingestão excessiva de Soja pode causar erupções cutâneas, coceira e alergias graves.
  • Os cascos de Soja podem levar a rinite alérgica ou febre do feno.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.