Dieta e Nutrição

Dieta HCG: Funciona? Cardápio? Benefícios e Receitas!

Dieta HCG: Funciona? Cardápio? Benefícios e Receitas!

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Mulher Emagrece 22,7kg e conta sua história no Bem Estar... Mulher Emagrece 22,7kg e conta sua história no Bem Estar...
Dieta HCG: Funciona? Cardápio? Benefícios e Receitas!
4.8 (96.02%) 251 votos

Dieta HCG é uma dieta muito eficaz para a perda de peso, pois a Dieta HCG é um tanto restritiva e deve ser realizada com muita cautela. Além disso, o HCG ou gonadotropina coriônica humana, é um hormônio que está presente no organismo da mulher em níveis elevados no início da gestação; ele serve para a produção de hormônios como a progesterona e o estrogênio, que são importantes para o desenvolvimento do feto e do embrião.

Ele também é usado para tratar problemas de fertilidade em homens e mulheres. Pessoas que levantam a bandeira dessa dieta, afirmam que ela é benéfica e eficiente por aumentar o metabolismo e ajudar a perder grandes quantidades de gordura corporal, isso tudo sem você passar fome.

Dieta HCG

Porém, a Dieta HCG é considerada por muitas pessoas como extrema, e perigosa devido aos seus resultados. A Dieta HCG foi testada a primeira vez em 1954, por um médico britânico chamado Albert Simeons. Hoje os produtos dessa dieta são vendidos em várias formatos como em injeções, pellets e gotas orais.

O que é a Dieta HCG?

Desenvolvida há quase 60 anos, a Dieta HCG é um plano para emagrecer que inclui o consumo de poucas calorias – mais especificamente 500 por dia – e a aplicação de uma injeção diária contendo gonadotrofina coriônica humana (HCG), um hormônio produzido naturalmente pela placenta durante a gestação.

No início da década de 50 o médico inglês Dr. Albert Simeons observou que jovens obesos que recebiam injeções de HCG apresentavam uma redução no apetite e uma diminuição na circunferência abdominal. Ao mesmo tempo em que eliminavam gordura, perdiam pouca massa muscular – embora o peso não se alterasse de maneira significativa.

Com base nessa observação, o Dr. Simeons formulou a teoria de que o HCG foi o responsável por mobilizar a gordura dos quadris e resolveu associar o hormônio a uma dieta altamente restritiva. O objetivo era obrigar o corpo a utilizar suas próprias reservas de gordura como combustível para as células. O médico obteve o resultado esperado, e seus pacientes começaram a perder peso e reduzir as medidas.

Dieta HCG

Hormônio HCG

A gonadotrofina coriônica é um hormônio encontrado em maiores concentrações no corpo feminino após a fertilização do óvulo. Pode-se dizer que o HCG serve como estabilizador do meio para que o corpo lúteo (estrutura que auxilia o desenvolvimento fetal) permaneça no ovário nos seis primeiros meses de gravidez e continue a produzir progesterona.

Quando o óvulo é fecundado há um aumento na concentração de HCG no sangue e na urina, parâmetros que são analisados através de kits de farmácia destinados a confirmar uma possível gravidez. Se habitualmente o corpo contém até 5mUI/mL de HCG na circulação, na gestação esse valor pode passar de 300.000 mUI/mL.

Dieta HCG Ajuda a Emagrecer?

Você deve estar imaginando que sim. Não é bem por aí. A curto prazo, sim, ela funciona, mas experimente deixar o corpo por um longo período com acesso restrito a calorias, ela se adapta e cada dia a Dieta HCG tende a ser mais difícil.

A Dieta HCG não é segura e eficaz, a principal razão é que não existem evidencias que comprovem a atuação do HCG na redução do apetite ou que aconteça a mobilização de estoques de gordura corporal.

Dieta HCG

Dieta HCG Passo a Passo

A Dieta HCG possui quatro fases que se seguidas rigorosamente prometem levar ao emagrecimento. As instruções de cada fase não são muito difíceis de seguir, porém, a Dieta HCG é extremamente restritiva e nem todas as pessoas conseguem seguir a risca.

Antes de iniciar a Dieta HCG é preciso fazer um exame médico completo. A primeira fase é a parte mais fácil da dieta, é também chamada de fase de carga, você pode comer o que quiser nos dois primeiros dias sem se sentir culpada. A razão disso é que se faz necessário estar bem nutrido e com os depósitos de gordura dentro da normalidade. Alguns pontos a serem seguidos durante todas as fases:

Dieta HCG

1. Beba Muita Água

A água desempenha um papel muito importante em nosso corpo. Você precisa manter-se hidratado durante a Dieta HCG, beba pelo menos 2 litros de água diariamente. Isso também ajuda a desintoxicar o corpo.

2. Exercícios

Durante a fase de carga da Dieta HCG ande pelo menos uma hora por dia. Dessa forma você estará preparando seu corpo para a fase rigorosa da dieta. Posteriormente, caso sinta-se disposta, tente realizar caminhadas leves sempre que possível.

3. Alimentos Saudáveis

Apesar de algumas fases não haver restrições e permitir o consumo de alimentos gordurosos, não é uma má ideia optar por alimentos saudáveis. Sempre evite carboidratos de baixo índice glicêmico e açúcares.

Dieta HCG

Como a Dieta HCG Funciona?

A Dieta HCG é dividida em 4 fases principais:

Fase 1: Início

Esta fase dura 48h e nela deve-se tomar o hormônio 1x/dia, seguindo um acompanhamento médico, mas não é necessário iniciar a dieta. Na verdade, a Dieta HCG deve ser rica em alimentos e calorias e composta especialmente por alimentos ricos em gordura, como abacate, castanhas, carnes, azeite, pizza e frituras.

A intenção dessa fase é mostrar ao corpo que já existe gordura suficiente armazenada, e que ele pode começar o processo de queima de gordura e emagrecimento.

Fase 2: Perda de Peso

Nesta fase o uso do HCG se mantém, mas a dieta passa a se restringir a 500 kcal por dia. Isso significa apenas refeições bem pequenas e leves ao longo do dia, sendo formada principalmente por chás, vegetais, frutas e pequenas porções de carnes e ovos.

Dieta HCG

A fase de perda de peso deve durar no máximo 40 dias, podendo ser interrompida antes, caso a perda de peso atinja o nível desejado. Além disso, é necessário beber pelo menos 2 litros de água por dia para ajudar a eliminar as toxinas do organismo e combater a retenção de líquidos. Em geral, mulheres perdem de 8 a 10 kg por mês.

Fase 3: Estabilização do Peso

Ao atingir o peso desejado ou ao completar 40 dias de dieta, deve-se parar o uso do hormônio HCG e continuar a dieta de 500 kcal por mais 2 dias. Esta fase serve para eliminar o hormônio do organismo e estabilizar o peso perdido, estimulando o corpo a voltar ao seu metabolismo normal.

Fase 4: Manutenção do Peso

Esta fase é caracterizada pelo retorno a uma alimentação normal e variada, buscando achar o equilíbrio para que não ocorra um novo ganho de peso. Para isso, deve-se voltar a incluir alimentos e aumentar a quantidade das refeições gradualmente, sempre observando alterações na balança.

Para facilitar o processo, deve-se preferir comer alimentos integrais e ricos em proteína e gorduras boas, evitando doces, massas frituras, refrigerantes pães brancos e farinha de trigo refinada. A Dieta HCG deve ser composta principalmente de alimentos como vegetais, frutas, carnes magras, queijos, castanhas, abacate, coco, azeite e amendoim. Alimentos ricos em carboidratos, como batata doce, batata inglesa, macaxeira e pão integral, devem ser introduzidos gradualmente e em pequenas quantidades.

Dieta HCG

Alimentos da Dieta HCG:

Antes de conferirmos o cardápio da Dieta HCG, confira os alimentos permitidos em cada etapa:

Fase inicial

Nos dois primeiros dias da Dieta HCG para emagrecer você deverá consumir alimentos calóricos e com alto teor de gordura. Exemplo: queijos amarelos, carne vermelha, salmão, óleo de coco, cream cheese, amendoim e azeite.

Fases 2 e 3

Deixe os carboidratos de lado e utilize vegetais, proteínas e gorduras para atingir a cota de 500 calorias diárias. Pode consumir:

Dieta HCG

  • Legumes com baixo teor de amido: escarola, couve, espinafre, pepino, acelga, aipo, rabanete, brócolis, repolho, pimentão, palmito, tomate, rúcula, agrião, chuchu, almeirão e outras folhas verdes;
  • Proteína: carne bovina magra, peixes pouco gordurosos (como a tilápia), peito de frango sem pele, ovos, camarão, lula e polvo;
  • Frutas de baixo índice glicêmico: maçã, morango, laranja, amora e framboesa;
  • Pequena quantidade de carboidrato: o equivalente a duas torradas;
  • Líquidos: água com limão em jejum, chá ou café sem açúcar (é permitido o uso de Stevia para adoçar) e muita água;
  • Gorduras: apenas a presente nos alimentos. Não é permitido utilizar óleo para cozinhar.

Fase 4

Pode consumir todos os alimentos da fase 3 + (com muita moderação):

  • Frutas: Frutas com pouco teor de açúcar (cereja, pera, mirtilos, goiaba, mamão, pêssego) e legumes com pouco amido (abóbora, ervilha, couve-flor, abobrinha, berinjela);
  • laticínios: Queijos, iogurte (sem açúcar), leite desnatado e manteiga;
  • Grãos: Nozes, azeite, alguns grãos de soja, maionese, manteiga de amendoim sem açúcar;
  • Bebidas: Bebidas alcoólicas em pequena quantidade (um copo de vinho seco com a refeição, por exemplo);
  • Açúcares: Açúcar e carboidratos continuam proibidos nesta fase de estabilização do peso.

Dieta HCG

Cardápio Completo da Dieta HCG:

Agora que já sabemos como funciona a Dieta HCG, vamos ver algumas sugestões de cardápio com 500 calorias diárias para as fases 2 e 3:

Café da Manhã

  • 1 ovo cozido ou uma torrada;
  • 1 xícara de chá ou café sem açúcar (pode usar stevia).

Lanche da Manhã

Almoço

  • 100 gramas de proteína magra (escolher entre filé de frango, frutos do mar, carne vermelha ou peixe);
  • 1 prato raso de salada verde ou 50 gramas de chuchu refogado.

Dieta HCG

Lanche da Tarde

Jantar

  • 100 gramas de proteína com baixo teor de gordura;
  • 1 pires de couve “refogada” com alho.

Não Cometa Esses Erros na Dieta HCG

Erros na Dieta HCG que às vezes as pessoas nem ao menos sabem que estão “escorregando”, porque não têm as informações corretas do protocolo. Exemplos de “escorregadas” incluem.

  • Tomar uma dose maior que o equivalente a 125 IU por via intramuscular;
  • Administrar menos que as 20 doses efetivas de hCG;
  • Misturar muitos vegetais numa mesma refeição;
  • Qualquer outro desvio do protocolo padrão.;
  • Consumir muito menos de 500 calorias;
  • Consumir alimentos não permitidos;
  • Consumir mais de 500 calorias;

Dieta HCG

Riscos da Dieta HCG

A maioria dos produtos HCG disponíveis no mercado não são confiáveis, não possuem o hormônio HCG; apenas as injeções são capazes de elevarem os níveis sanguíneos desse hormônio, e não os produtos vendidos online. Falando dos efeitos colaterais no organismo incluem as dores de cabeça, fadiga e depressão, além de fazer com que o seu corpo perca massa muscular, e em consequência reduza a capacidade do organismo em perder calorias.

Os níveis elevados de HCG no sangue pode ser um sintoma para vários tipos de câncer, como o placentário, câncer de ovário e o testicular. Já o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, o FDA (Food & Drug Administration) considera esse método de dieta como fraudulento, arriscado e ilegal, reprovando totalmente o seu uso. Antes de praticar qualquer tipo de dieta, pense que emagrecer com saúde é o que vai fazer a diferença na sua vida e na vida da sua família.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.