Nutriente

Riboflavina – o que é, para que serve e benefícios

riboflavina

A riboflavina (Vitamina B2) é uma das vitaminas presentes no complexo B, que é um conjunto de substâncias fundamentais para que nosso corpo se mantenha equilibrado e saudável. Cada uma tem uma função específica no organismo e isso não é diferente no caso dela, que se enquadra no grupo exatamente pelo seu papel.

riboflavina
riboflavina

Assim como qualquer nutriente, a riboflavina é importante em todos os sentidos e sua deficiência pode ser percebida em poucos meses de baixa ingestão. Porém, os casos costumam ser bem raros, já que uma alimentação equilibrada em boa parte do tempo é capaz de suprir as necessidades diárias do nutriente.

O que é riboflavina?

A riboflavina é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B, também conhecida como vitamina B2. Essa vitamina é facilmente absorvida e a quantidade eliminada depende da necessidade de cada organismo e pode ser acompanhada da perda de proteína. Assim como as outras vitaminas do complexo B, não é armazenada e precisa ser reposta regularmente pela ingestão de alimentos integrais ou suplementos alimentares.

Como as demais vitaminas, o complexo B no organismo desempenha papel como coenzima em uma diversidade de reações bioquímicas, atuando como intermediária na transferência de elétrons nas reações de óxido-redução.

A riboflavina é importante em muitos processos celulares implicados no metabolismo de aminoácidos e na produção de energia, sendo por isso muito importante no desempenho físico e bem-estar. Ela apresenta papel importante em diversos processos metabólicos, estando envolvida na transformação dos lipídios, proteínas e carboidratos.

Para que serve a riboflavina?

O consumo adequado de riboflavina é importante porque ela desempenha as seguintes funções no organismo:

  • Manter a saúde das hemácias do sangue, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio no corpo;
  • Favorecer o crescimento e desenvolvimento, especialmente durante a infância;
  • Atuar como antioxidantes, prevenindo doenças como câncer e aterosclerose;
  • Diminuir a frequência e a intensidade das enxaquecas;
  • Participar da produção de energia no corpo;
  • Manter a saúde dos olhos e prevenir catarata;
  • Bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Manter a saúde da pele e da boca.

Além disso, esta vitamina também é importante para que as vitaminas B6 e ácido fólico desempenhem suas funções adequadas no organismo.

Benefícios da riboflavina para saúde:

1. Impede o aparecimento de distúrbios no sangue:

Uma das causas da anemia é a baixa produção ou excesso de glóbulos vermelhas defeituosas, acarretando numa distribuição deficiente de nutrientes e oxigênio pelo corpo.

2. Reprime o surgimento da catarata:

A atividade de enzimas responsáveis por evitar a opacidade do cristalino a fim de proteger os olhos dependem da concentração de riboflavina.

3. Evita problemas relacionados à infertilidade:

Todo complexo B é importante para engravidar e manter a saúde do feto no que se refere à produção eficaz de células novas e saudáveis.

4. Combate a perda de memória:

Um dos benefícios da riboflavina é auxiliar na formação da bainha de mielina, peça fundamental em torno das fibras nervosas e permitir o fluxo de mensagens entre os neurônios.

5. Ameniza enxaquecas:

Inúmeros estudos comprovam que a enxaqueca, independente da causa do seu desencadeamento, pode ser combatida com o uso de altas doses de riboflavina sob supervisão médica.

6. Previne câncer cervical:

A riboflavina ajuda o corpo a reagir contra as células pré-cancerígenas porque está intimamente relacionada à confecção de novas células e, consequentemente, saudáveis.

7. Combate à acne:

Sua ação capaz de restaurar tecidos danificados é a responsável pelo combate à acne, já que ela nada mais é do que tecidos inflamados por causa do entupimento dos poros.

8. Reduz o aparecimento de cãibras:

Relacionada à produção de células vermelhas, responsáveis por transportar o oxigênio no corpo, e uma das causas desse mal é a baixa oxigenação do músculo. Por isso, a produção de células vermelhas saudáveis é fundamental para evitar as cãibras.

riboflavina
riboflavina

Excesso de riboflavina:

Não é comum haver excesso de riboflavina, já que ela não costuma ser utilizada como suplementação sem recomendação e porque ela é comumente eliminada pela urina diariamente. Porém, caso ocorra, alguns problemas podem surgir e os sintomas iniciais de um possível excesso são:

  • Alergias: Podem haver sintomas parecidos com sua deficiência, com alergias na pele ou mesmo feridas na boca que não se curam sozinhas e não têm nenhum tipo de diagnóstico conhecido.
  • Sensibilidade à luz: Pode haver problemas para enxergar em ambientes muito claros, porém, isso é mais comum em pessoas que usam suplementos por anos sem prescrição médica.

Em suma, o ideal é procurar o médico caso faça uma suplementação e apresente algum sintoma negativo.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

2 comentários

  • […] naturalmente muitos nutrientes essenciais, como vitamina B12, biotina, iodo, selênio, colina, riboflavina, ácido pantotênico e […]

  • […] vitaminas do complexo B incluem niacina, riboflavina, tiamina, vitamina B6, vitamina B12 e outras”, diz o Dr. […]

Deixe um comentário

xpornplease pornjk porncuze porn800 porn600 tube300 tube100 watchfreepornsex