Benefícios das Plantas

40 Plantas Medicinais que é Comum TER em Casa!

Portanto, As Plantas Medicinais são uma forma natural de obter tratamentos de doenças na sua própria casa. Além disso, o uso de plantas medicinais como substituto de remédio de farmácia vem de tempos longínquos As Plantas Medicinais são uma forma natural para tratamentos de doenças na sua própria casa. Além disso veja tudo sobre as Plantas Medicinais.desde que o ser humano andava caçando e coletando, experimentando plantas comestíveis e observando para que serviam.

Mas, nos tempos mais modernos e em todas as sociedades são usadas plantas para curar onde não há médicos, farmácia ou dinheiro. Estes são conhecimentos que, passando de geração a geração, já levam séculos de aprimoramento, por tentativa e erro. Pertencem à cultura de cada povo e região.

Plantas Medicinais

Pois, as plantas usadas são as que se encontram mais facilmente ou que se cultivam sempre porque pertencem à culinária local. Esta é a reconhecida “Medicina Popular”, que se fundamenta no conhecimento empírico de curandeiros, xamãs, pajés e médicos dos pés descalços.

Um cházinho depois do almoço para ajudar na digestão ou antes de dormir para garantir um sono mais tranquilo. Quem nunca? A sabedoria dos antigos anda ganhando força a partir da verificação da eficácia das plantas medicinais pelas pesquisas.

1. Coentro:

Ajuda no melhor funcionamento digestivo e alívio das cólicas estomacais. Isso é possível pelo fato dele ser fonte de mucilagens, substâncias que ajudam a mucosa do intestino e do estômago a ficar protegida. Seu uso também é indicado para controlar a ansiedade.

2. Alfazema:

Combate a falta de apetite e até mesmo insônia. A alfazema também é benéfica para quem sofre de cistite e inflamação na bexiga. As folhas de alfazema são utilizadas no preparo de remédios que combatem a conjuntivite.

3. Alecrim:

Uma erva rica em óleos essenciais, como a cânfora e o limoneno. Atualmente a erva é muito utilizada no preparo de compressas, ajudando a aliviar hematomas e contusões, além de diminuir as dores provenientes das doenças reumáticas e articulares. Os seus princípios ativos ainda parecem combater enxaquecas, lapsos de memória e até baixa imunidade.

4. Carqueja:

É uma ótima opção para quando a refeição pesada cai mal, contribuindo para o aumento da produção de bile. Contribui na redução da taxa de açúcar no nosso sangue, além dela ser fonte de propriedades anti-úlcera e anti-inflamatórias, contribuindo no tratamento de artrites.

5. Erva Cidreira:

O chá de erva cidreira é excelente no combate de gases e cólicas, além de ser um relaxante natural, pois é uma das Plantas Medicinais possui efeito calmante, graças aos seus óleos essenciais. Outros benefícios garantidos com o seu uso são o poder analgésico e antiespasmódico, além de ser um bom combatente da herpes labial.

Plantas

6. Alcaçuz:

Combate a coceira na garganta das crises de tosse, e sua contribuição no combate às úlceras gástricas. Anti-inflamatório e anti-séptico, o alcaçuz é bastante utilizado no combate aos diversos problemas pulmonares, podendo ainda ser aplicado em casos de bronquite, artrite e reações alérgicas.

7. Agrião:

Anti-inflamatório natural das vias respiratórias, e tendo seu consumo bastante indicado para o tratamento das bronquites crônicas. O vegetal também age contra a nicotina, e possui poder diurético. Ele ainda contribui no tratamento de gengivites, aftas, eczemas e acne, melhorando a digestão e ajudando a tratar a tosse.

8. Canela:

Usada em tratamento de problemas gastrointestinais e até mesmo cólicas menstruais. O óleo essencial da canela é rico em cinamaldeído, agindo como combatente de diversos fungos e micro-organismos. Ele ainda é capaz de inibir moléculas envolvidas no processo inflamatório. Portanto, indicado para problemas de gases e má digestão.

9. Capim Limão:

Usado como analgésico e para o tratamento de problemas gastrointestinais. O capim-limão pode ser ingerido como sedativo leve. A Plantas Medicinais é indicada para auxiliar o trabalho estomacal e expulsar os gases, além dela ser um analgésico e um anti-reumático natural.

10. Arnica:

Um excelente remédio para hematomas e manchas roxas. Contribui para o alívio das dores. A planta contribui na remoção de coágulos e manchas. Problemas de pele, como a furunculose e a acne, também são tratados com a arnica. Gota, tendinites e dores reumáticas também são aliviadas com o uso da planta.

11. Alho:

Muito conhecido e apreciado, o alho reduz o colesterol alto, atuando como um antisséptico e expectorante natural. Além disso, o seu consumo aumenta a imunidade e alivia os problemas circulatórios. O alimento é rico em vitaminas A, C, B1 e B2, além de ser fonte de minerais como o iodo e o enxofre.

12. Babosa:

A aloe vera desempenha uma função anti-séptica, e contribui para a multiplicação celular. A Plantas Medicinais ainda ajuda a cicatrizar feridas. Uma ótima aliada no combate a caspa, piolhos e lêndeas. C

13. Calêndula:

Oferece benefícios à pele. Contribui para a regularização da menstruação e ameniza as cólicas.

plantas medicinais alcachofra

14. Alcachofra:

Ótima para recomposição dos sais minerais no nosso organismo. Além disso, ela é um bom antioxidante para o fígado. É indicada para pessoas diabéticas, bem como quem sofre de afecções urinárias, obesidade, hipertensão, arteriosclerose e reumatismo.

15. Dente de Leão:

A Plantas Medicinais é capaz de estimular a produção de bile, ajudando assim na digestão das gorduras. Seus benefícios incluem ainda ação diurética e laxativa.

16. Camomila:

Ela é utilizada com a finalidade de diminuir cólicas, agindo ainda como um anti-inflamatório natural. As flores da camomila ainda garantem substâncias emolientes, que ajudam a pele a se manter hidratada. A Plantas Medicinais também é utilizada como tônico digestivo, facilitando assim a eliminação dos gases e estimulando o apetite.

17. Eucalipto:

É inquestionável que ele dá um verdadeiro respiro aos pulmões. Portanto, a planta possui componentes como o eucaliptol e o citronelol que deixam as secreções mais fluídas e fáceis de serem eliminadas.

18. Erva Doce:

Planta muito antiga, conhecida desde os tempos dos antigos egípcios. O seu sabor é muitíssimo conhecido em cremes, sabonetes, licores e claro, balas e doces. Por ser rica em óleos essenciais que agem na musculatura abdominal torna-se um ótimo remédio contra gases e dolorosas contrações do estômago e intestino.

19. Cravo da Índia:

O seu óleo é utilizado como analgésico na odontologia, e também como anti-séptico. Além disso, o óleo é fonte de eugenol, conseguindo assim deter a inflamação das mucosas e combater os inchaços. Portanto, há indícios de que essa Plantas Medicinais possua ainda uma ação anticoagulante, impedindo que as plaquetas se agreguem.

20. Boldo do Chile:

Contribui na digestão e, indiretamente, nas funções hepáticas. Atua também como anti-inflamatório, inibindo a síntese da prostaglandina. No Chile, os frutos da planta são consumidos como alimento, e não devemos confundir o Boldo-do-Chile com o falso-boldo, uma espécie facilmente encontradas em jardins e hortas no Brasil.

21. Guaco:

Planta originária do Sul do Brasil, era muito utilizada pelos índios para tratar picadas de cobra. No entanto, ela ficou famosa mesmo pelos efeitos contra males respiratórios, cada vez mais confirmados pela ciência.

22. Hortelã:

A hortelã é uma das Plantas Medicinais aromática. Para fins medicinais, as mais usadas são a Mentha spicata e a Mentha aquática. É rica em vitamina B, C, D, ferro e cálcio. A Plantas Medicinais é utilizada também na culinária e em bebidas. Melhora a digestão, pois, combate parasitas intestinais como giardia que ataca o intestino delgado.

plantas medicinais hortela

23. Passiflora:

É um gênero botânico com 500 espécies de Plantas Medicinais. Portanto, a maior parte são trepadeiras, mas, também existem arbustos e as poucas herbáceas são conhecidas pelo seu fruto, o maracujá. A passiflora é nativa da América do Sul. Portanto, a região Centro-Oeste do Brasil tem a maior concentração do gênero.

24. Verbena:

Também conhecida como gervão, erva-de-ferro e planta-da-sorte. Planta subarbustiva com folhas verde claras. Portanto, as folhas internas têm formato oval ou oblongo. Suas flores podem ser rosadas e brancas. A verbena atinge de 40 a 80 centímetros de altura.

25. Jaborandi:

A explicação para a propriedade de estimulação de secreções se encontram nas folhas do jaborandi. É essa substância que atua, por exemplo, no pulmão. Por isso a Plantas Medicinais é muito usada como expectorante e no combate de inchaços. O jaborandi é utilizado no tratamento, ainda, de pneumonia, intoxicações,doença renal,pneumonia, difteria, nefrite aguda e hidropsia renal.

26. Louro:

Atualmente estudos científicos comprovaram as propriedades diuréticas, digestivas, anti-infamatórias, antirreumáticas e expectorantes da folha. Além disso, o louro também tem propriedades expectorantes e relaxantes, sendo usada para tratar estresse e ansiedade. Portanto, curiosamente, a folha também serve para aliviar cólicas menstruais, regulando o fluxo e ciclo menstruais.

27. Malva:

A malva é rica em mucilagens, taninos e flavonóides em suas flores e folhas. São esses componentes que conferem à malva propriedades antissépticas e antibacterianas. A flor ainda é rica em camazuleno, um anti-inflamatório natural, explicando, assim, o motivo de seu chá ser usado para tratar úlceras.

28. Tomilho:

Na Grécia antiga acreditava-se que o “thymus” emprestasse força e sabedoria a quem o consumisse. Hoje, por outro lado, o tomilho empresta seu sabor à carnes, peixes e até doces. Mas além das propriedades usadas na culinária, a Plantas Medicinais possui fitoquímicos que ajudam a relaxar trato digestivo e brônquios.

plantas medicinais tomilho

29. Unha de Gato:

Essa Plantas Medicinais é chamada assim por seus espinhos no formato de unhas de gato. Rica em alcaloides, a unha de gato tem forte ação anti-inflamatória e analgésica. Além disso, estimula as defesas do organismo humano, já que trabalham diretamente na formação de células brancas, sendo indicadas para pessoas que tem imunidade baixa.

30. Valeriana:

Na Roma antiga essa Plantas Medicinais era usada para acalmar soldados vindos de batalhas sangrentas. Hoje em dia ainda bebemos desse conhecimento e muitas vezes usa-se a erva para combater o estresse e a insônia. Isso porque essa planta medicinal possui em sua composição valepotriatos que agem diretamente no sistema nervoso central aplacando a ansiedade.

31. Cavalinha:

Suas propriedades adstringentes e diuréticas auxiliam no tratamento de diarréias, febres, infecções de rins e bexiga, cálculo renal e osteoporose. Portanto, estimulam a consolidação de fraturas ósseas. Agem sobre as fibras elásticas das artérias, atuam em casos de inflamação e inchaço da próstata, aceleram o metabolismo cutâneo.

32. Cáscara Sagrada:

Bem conhecida e bastante indicada nos casos de prisão de ventre, hoje ela está presente em muitas das perigosas formulações para emagrecer -dessas, você deve fugir. A Plantas Medicinais também serve como tônico digestivo. Mas não pode ser usada imediatamente após a colheita.

33. Confrei:

Na década de 1980 seu chá era muito usado para combater úlceras e até mesmo ajudar no controle do diabete. Mas a Plantas Medicinais caiu em desgraça após vários relatos de sérios efeitos colaterais. Isso porque ele é riquíssimo em alcaloides, que podem ser extremamente tóxicos ao fígado e até causar cirrose.

34. Guaraná:

Os índios da Amazônia já conheciam as propriedades do guaraná. Hoje sabe-se que a ele é um poderoso tônico que age contra o estresse, capaz de melhorar as condições gerais do organismo. Portanto, é rico em cafeína e teobromina, substâncias estimulantes que atuam no sistema nervoso central.

35. Hortelã Pimenta:

Picante e perfumada, essa erva muito usada como tempero tem duas virtudes principais: alivia cólicas digestivas e reduz inflamações nos brônquios. Portanto, o mentol, um de seus componentes, destroi bolhas de gases e é capaz de dilatar brônquios o que explica o alívio nas congestões nasais.

36. Laranja da Terra:

O segredo da Laranja da Terra está nas suas folhas e atende pelo nome de pilocarpina. Trata-se de uma substância que estimula a produção de secreções, entre elas as pulmonares?Portanto, sua eliminação pelo organismo fica mais fácil. Por isso costuma ser usada como expectorante e até para combater inchaços.

plantas medicinais laranja da terra

37. Macela do Campo:

Muitos de seus usos já foram validados pela ciência. Testes em cobaias comprovaram seus efeitos analgésicos e anti-inflamatórios. Portanto, ela também parece agir contra bactérias causadoras de disenteria. Sabe-se que seus óleos essenciais atuam como calmantes e ajudam a digestão.

38. Pata de Vaca:

Já na década de 1940 estudos brasileiros mostravam que um simples chá dessa Plantas Medicinais é capaz de ajudar a equilibrar os níveis do açúcar no sangue. Mas a erva é mais bem aproveitada pelos diabéticos que não dependem de insulina.

39. Rosa Mosqueta:

Fonte de vitamina C e carotenoides, e com óleo rico em ácidos graxos insaturados, é um excelente regenerador dos tecidos, melhorando a textura da pele. Portanto, já o ácido transretinoico é responsável pelos seus maiores méritos: diminuir cicatrizes e apagar alguns tipos de manchas.

40. Folhas de Tamarindo:

São famosas por regular o intestino preguiçoso. Embora a atividade laxativa ainda não tenha seu mecanismo totalmente desvendado, sabe-se que essas folhas são ricas em ácidos frutosos, pectinas e gomas. Suspeita-se que, para complementar a ação desses componentes, seus açúcares e sais orgânicos acelerem ainda mais a evacuação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.