Dieta e Nutrição

Zinco: O que é, Para que Serve, Alimentos, Benefícios e Deficiência!

Zinco: O que é, Para que Serve, Alimentos, Benefícios e Deficiência!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Zinco: O que é, Para que Serve, Alimentos, Benefícios e Deficiência!
4.6 (91.76%) 17 votos

O Zinco é um componente de mais de 300 enzimas, por exemplo, envolvidas na síntese e metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras, além de algumas vitaminas e minerais. Em outras palavras, é um mineral realmente importante que precisamos ter certeza de que estamos consumindo em nossa alimentação.

Para aqueles que se exercitam muito, o Zinco é um dos minerais mais importantes, pois ajuda a manter o metabolismo de proteínas e gorduras e, portanto, é importante tanto para a combustão quanto para o crescimento muscular.

Zinco

Zinco

Além disso, o Zinco é importante para o nosso sistema imunológico e divisão celular, mas também ajuda a proteger nossas proteínas e gorduras da oxidação. Isso ocorre porque ele atua como um antioxidante que ajuda a proteger a nós e às nossas células contra os radicais livres.

O Que é Zinco?

O Zinco é um dos minerais mais importantes para aqueles que se exercitam com afinco e ambos que querem manter a queima de gordura e o crescimento muscular em seu pico. Ele também é importante para a divisão celular, regulação hormonal, sistema imunológico, metabolismo (queima de gordura) e várias funções proteicas diferentes.

Partes do olho, assim como a próstata masculina, contêm mais Zinco, mas também o cérebro, os músculos e o esqueleto. O mineral ainda é contado como um antioxidante porque faz parte de enzimas que têm efeitos antioxidantes, por isso, necessário para que todas essas partes funcionem normalmente.

Para Que Serve o Zico:

Como a vitamina C, o Zinco interrompe completamente uma infecção viral se você a tomar cedo o suficiente. As pessoas afetadas pela aids quase sempre apresentam uma escassez do mineral, o que contribui de maneira significativa para o contínuo declínio de um sistema imunológico já comprometido.

A restauração do suprimento de Zinco do corpo em doses da ordem de 100 mg por dia provou ser uma das estratégias mais importantes para estabilizar a função imunológica e reduzir as complicações dessa doença.

Além disso, os tumores malignos desenvolvem-se mais facilmente num contexto de baixos níveis do mineral. As pessoas afetadas por esta doença aumentam drasticamente a liberação de minerais do corpo, o que, de acordo com pesquisadores tchecos, implica que o corpo mobilize suas reservas de Zinco nos primeiros estágios inflamatórios do câncer.

Suplementos de Zinco estimulam a produção de glóbulos brancos – um dos componentes antitumorais do sistema imunológico – e suportam a atividade geral de neutrófilos, linfócitos T e nossas células antitumorais naturais (células natural killer).

O Zinco é necessário para a produção de timulina – o principal hormônio da glândula timo. O mineral ajuda o pâncreas a produzir insulina e, possivelmente, protege os sítios de ligação nas membranas celulares responsáveis ​​pela entrada do hormônio nas células. Nos diabéticos, o mineral também ajuda a diminuir o colesterol alto.

Alimentos Ricos em Zinco

Alimentos Ricos em Zinco

Os sintomas de quase todas as doenças de pele desaparecem com o aumento das reservas de Zinco no organismo. Em doses de 100 mg ou mais, é especialmente eficaz no tratamento da acne, que alguns pesquisadores consideram uma doença causada pela escassez do mineral e um dos ácidos graxos essenciais. O efeito dos aditivos não é imediatamente aparente – pode levar semanas e meses até que você perceba os resultados em sua pele.

Suplementos de Zinco podem ajudar a prevenir a doença de Alzheimer. No corpo de pessoas afetadas por esta doença, é quase impossível detectar o hormônio zinco-dependente do timo-timulina, e isso significa que a falta de Zinco pode ter um papel na ocorrência do processo patológico.

Um aumento benigno da próstata (adenoma de próstata), que agora atingiu proporções quase epidêmicas entre homens com mais de cinquenta anos, está inextricavelmente ligado ao consumo inadequado de Zinco em toda a sua vida anterior.

Alimentos Ricos em Zinco:

Alimentos Ricos em ZincoPorçãoQuantidade de Zinco
Carne assada ou cozida85 gramas7 mcg
Feijão100 gramas7 mcg
Caranguejo Cozido85 gramas6,5 mcg
Carne picada magra85 gramas5 mcg
Lagosta cozida85 gramas3,5 mcg
Arroz selvagem cozido100 gramas2,2 mcg
Ervilhas cozidas100 gramas1,2 mcg
Iogurte normal200 gramas1,3 mcg
Nozes pecã28 gramas0,9 mcg
Ostras cruas85 gramas14 mcg

Benefícios do Zinco Para Saúde:

É um Antioxidante Poderoso:

O Zinco também é um antioxidante. Isso significa que ele pode procurar e desarmar os radicais livres potencialmente perigosos. Os radicais livres são subprodutos do metabolismo celular e potencialmente responsáveis ​​por uma lista impressionante de doenças e distúrbios.

Responsável Pela Sintetização de Vitamina A:

A vitamina A é indispensável para melhorar a visão e, em particular, a visão noturna. A vitamina A estimula certas enzimas que não poderiam funcionar sem Zinco. Portanto, apenas tomar vitamina A contra a cegueira noturna não é suficiente. O Zinco é uma parte essencial desse processo.

Ajuda na Perda de Peso:

Quando se trata de perder peso, o mineral é quase indispensável. Ele tem sido associado diretamente com a redução do apetite, de modo que o chamado “comer demais” pode ser evitado. Também tem um efeito sobre o hormônio grelina. Este hormônio diz ao corpo quando algo tem que ser comido novamente, se isso é necessário ou não…

Melhora o Funcionamento Mental:

Uma pesquisa mostrou que o Zinco tem uma enorme influência no funcionamento mental. Em combinação com a vitamina B6, o mineral garante o funcionamento adequado dos neurotransmissores. Os últimos fornecem comunicação entre o cérebro e o corpo.

Mas também no chamado hipocampo, que controla nosso pensamento e memória, há grandes concentrações de Zinco. Isso indica claramente quão importante o mineral é para suas funções cognitivas.

Benefícios do Zinco

Benefícios do Zinco

Trata Eczema:

A eczema é uma condição crônica da pele e, em muitos casos, a falta de Zinco é a base dessa condição desagradável. O mineral desempenha um papel muito importante no processo de cura de infecções crônicas. Também ajuda o corpo com a capacidade de auto-cura do corpo. O reequilíbrio do teor do mineral no sangue é, portanto, de grande importância.

Deficiência de Zinco:

Como o mineral é uma parte muito importante de processos incalculáveis ​​em seu corpo, também há muitos sintomas que mostram a falta dele. É claro que não se diz que você tem todos os sintomas, mas se você se reconhecer em um número, isso pode ser uma razão para ajustar sua dieta ou marcar uma consulta com seu médico.

Esta é uma lista dos sintomas mais comuns de uma deficiência de Zinco:

  • Perda de cabelo;
  • Diarreia;
  • Manchas brancas sob as unhas;
  • Fadiga;
  • Pele pálida;
  • Perda de peso;
  • Pele áspera;
  • Perda de olfato;
  • Perda de paladar;
  • Cegueira noturna;
  • Sentimentos deprimidos;
  • Cura lenta e ruim de feridas;
  • Pressão arterial baixa;
  • Perda de apetite;
  • Crescimento atrasado dos ossos;
  • Atraso do processo de crescimento.

Doenças Causadas Pela Falta de Ferro:

Quando existe uma carência de ferro no organismo, a produtividade de hemoglobina é reduzida, e consequentemente o transporte de oxigênio é reduzindo, resultando em problemas como tontura, fadiga, sistema imune fraco, entre outros.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.