Nutriente

L-Carnitina – o que é, benefícios e efeitos colaterais!

l-carnitina

A l-carnitina (carnitina, levocarnitina ou vitamina B11) é uma vitamina sintetizada naturalmente no organismo a partir de um processo metabólico. Que envolve outras substâncias, entre elas os aminoácidos essenciais lisina e metionina, e as vitaminas C, B3, B6 e ferro. Produzida especificamente no fígado e rins, permanece estocada em diversos tecidos do corpo humano, principalmente nos músculos esqueléticos.

l-carnitina
l-carnitina

No entanto, como em média o corpo humano sintetiza e armazena uma quantidade insuficiente do nutriente, a suplementação com doses extras de l-carnitina via alimentação e suplementação é muito importante para a obtenção dos benefícios que vem a oferecer.

Os alimentos considerados fonte da substância são, em maior parte, de origem animal, como carnes vermelha e branca – em especial carneiro, alguns tipos de peixes e produtos lácteos. Pode, ainda, ser encontrada em menor porcentagem em outras fontes alimentares, como o abacate, aspargos e nos grãos de soja.

Já em forma suplementar, o mercado oferece opções nas versões líquida, em tabletes ou cápsulas e pele.

O que é l-carnitina?

A l-carnitina é um composto semelhante ao aminoácido não essencial , o que significa que é produzida naturalmente no corpo. Sua principal função é ajudar o corpo a produzir energia e desempenha um papel importante no movimento muscular, bem como o funcionamento normal do cérebro e do coração.

É responsável por escoltar os ácidos graxos de cadeia longa para as mitocôndrias das células, onde a energia é produzida. A l-carnitina também induz subprodutos tóxicos da produção de energia de suas células, impedindo-os de se acumularem.

Aproximadamente 98% dos estoques de l-carnitina do corpo são encontrados nos músculos, juntamente com quantidades vestigiais no fígado e no sangue. Em alguns casos, é condicionalmente essencial, significando que o corpo não produz quantidades suficientes do composto.

Suplementos podem ser essenciais para esses indivíduos e são particularmente recomendados para pessoas que têm uma condição genética ou estão passando por procedimentos médicos que usam o suprimento de l-carnitina do corpo.

Para que serve l-carnitina:

A L Carnitina beneficia especialmente quem está buscando mais saúde, de forma geral. A tendência da academia, da musculação e do fitness como um todo tem se popularizado, despertando ainda mais o interesse sobre a l-carnitina. Vale lembrar que ele não é um produto descoberto há pouco tempo.

É por isso que sua credibilidade é grande, já que os estudos sobre essa suplementação e seus benefícios já contam com décadas de constantes avaliações. A partir dos anos 1980, a suplementação de l-carnitina passou a ser recomendada para o tratamento de doenças associadas às concentrações diminuídas dessa amina quaternária.

Algumas delas são doenças cardiovasculares, como a Isquemia do miocárdio, angina, infarto agudo do miocárdio (IAM) e insuficiência cardíaca. Sua ausência ainda se associa à doença arterial periférica, às doenças renais, à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) e à neuropatia diabética.

Benefícios da l-carnitina:

Os principais benefícios da l-carnitina incluem:

1. Ajuda a queimar gordura:

Diante da ausência ou baixas quantidade de l-carnitina não há como o organismo metabolizar a maior parte da gordura disponível para a oxidação e geração de energia pelas mitocôndrias, fator que favorece o acúmulo de gordura corporal e consequentemente outras alterações metabólicas.

2. Aliada nos exercícios:

A l-carnitina tem sido considerada uma grande aliada dos praticantes de exercícios por melhorar a performance física durante e após a atividade física. Ela ajuda a diminuir a perda da reserva de carboidratos no músculo durante o exercício, já que promove a maior queima de gorduras.

Também contribui para o retardo da fadiga e melhora o desempenho físico. Isto ocorre porque ela ativa enzimas que favorecem a menor produção de ácido lático. Adicionalmente, pode contribuir para a vasodilatação, permitindo maior suprimento de oxigênio e nutrientes às células musculares.

Ela está envolvida na redução do stress oxidativo, ou seja, na proteção do organismo frente à ação de radicais livres, impactando positivamente no processo de recuperação após o exercício físico.

3. Controla os níveis de colesterol:

A l-carnitina tem demonstrado um papel no controle de dislipidemias, alterações do colesterol. Isto porque ela atua como um importante fator na oxidação de gorduras, aumenta a mobilização de triglicerídeos, contribuindo assim no controle do colesterol com redução das lipoproteínas de muito baixa densidade (partículas VLDL-c) no sangue, um fator de risco proeminente de doenças cardiovasculares.

A ação desta substância desperta interesse na pesquisa também em pacientes sob tratamento da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) que frequentemente necessitam do controle de dislipidemias.

4. Melhora o fluxo sanguíneo:

Em virtude da ação vasodilatadora, tem apresentado resultados favoráveis no aumento do fluxo sanguíneo em condições como doenças isquêmicas e, em indivíduos com insuficiência renal submetidos à hemodiálise que, recorrentemente cursam com quedas acentuadas na concentração plasmática de l-carnitina.

5. Melhora a saúde do cérebro:

Embora ainda sejam necessários mais estudos, no sistema nervoso central e, em especial, a acetil-L-carnitina, uma forma que demonstra maior capacidade de atravessar a barreira hematoencefálica, podem atuar retardando o envelhecimento das células neuronais em função de potencial efeito antioxidante.

Isto porque refletir na melhor capacidade em processos de aprendizagem e memorização e retardar processos neurodegenerativos.

L-carnitina Emagrece?

Além de estimular a mobilização das reservas de gordura para serem utilizadas como fonte de energia, também pode auxiliar no controle do apetite e na diminuição da fadiga. Em conjunto, estas propriedades da carnitina podem ajudar você a consumir menos calorias ao longo dia, ao mesmo tempo em que tem mais energia para praticar atividades físicas.

Portanto, podemos dizer que a l-carnitina emagrece porque queima gorduras, estimula o metabolismo e atua como fonte de energia para os exercícios.

Quando utilizar suplementos:

Os suplementos são principalmente indicados para quem segue dietas vegetarianas, no entanto podem ser usados por todas as pessoas para aumentar os níveis desta substância no organismo e, potencializar a queima de gordura. Algumas das principais marcas deste tipo de suplemento são:

  • Universal;
  • IntegralMedica;
  • Atlhetica Evolution;
  • MidWay;
  • NeoNutri.

Estes suplementos podem ser vendidos na forma de cápsulas ou de xaropes com diferentes tipos de sabor.

Como tomar a l-carnitina:

A dose recomendada de l-carnitina é de 2 a 6 gramas por dia, durante 6 meses, devendo ser orientada por um médico ou nutricionista de acordo com peso e nível de atividade física. O ideal é tomar o suplemento de manhã ou antes dos treinos, pois é necessário fazer exercício físico para que o organismo utilize adequadamente a substância.

Quantidade recomendada de l-carnitina:

Atualmente não há recomendação estabelecida para a suplementação de l-carnitina. Entretanto, em geral, orienta-se para adultos inicialmente a posologia. De 1.000 mg de L- carnitina diariamente, sendo que a dose pode ser ajustada de acordo com a tolerância gradualmente a até 3.000 mg.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário