Dieta Diverticulite: Funciona? Cardápio e Como Fazer!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Dieta Diverticulite: Funciona? Cardápio e Como Fazer!
4.8 (96.03%) 282 votos

Dieta Diverticulite: Funciona? Cardápio e Como Fazer para ter um grande aliado no combate a diverticulite. Além disso, Se você está em risco ou foi diagnosticado com diverticulite, seu médico provavelmente recomendou antibióticos e medicamentos como tratamentos de primeira linha. Ou, se a diverticulite tiver progredido, você pode precisar de cirurgia. Mas quando se trata de ajudar a afastar ou tratar a diverticulite, o que você coloca em seu corpo durante o café da manhã, almoço e jantar também é importante.

A diverticulite é uma condição na qual pequenas bolsas semelhantes a bolsas se formam na camada superior do cólon (chamada diverticulose) e se tornam infectadas ou inflamadas. As melhores estimativas revelam que a diverticulite afeta 5 a 10% da população dos EUA até os 50 anos, afetando mais as nações ocidentais e desenvolvidas.

dieta da diverticuliteO risco de diverticulite está relacionado à idade, história de constipação, obesidade, falta de atividade física e, principalmente, falta de fibras.

Sintomas de diverticulite:

O sangue nas fezes pode ser vermelho vivo, de cor marrom, preto e vermelho, ou não visível a olho nu. Sangramento retal ou sangue nas fezes devem ser avaliados por um profissional de saúde. O sangramento retal também pode ser um sintoma de outras doenças ou condições, tais como:

  • Anemia;
  • Fissuras anais;
  • Câncer;
  • Hemorroidas;
  • Pólipos do cólon;
  • Diverticulite;
  • Úlceras (por exemplo, colite ulcerativa ou de Crohn).

Estudos sugerem que pessoas na África e na Ásia, onde as dietas ricas em fibras são comuns, raramente sofrem de doença diverticular. Por outro lado, a diverticulite é observada em até 50% da população da Finlândia devido à baixa ingestão de fibras e ao envelhecimento da população.

Fibra, ou material vegetal, desempenha um papel importante no processo digestivo, suavizando as fezes e ajudando-o a mover-se mais suavemente através do cólon. A falta de fibra pode causar constipação, o que torna as fezes mais difíceis de passar, colocando pressão sobre os músculos do cólon.

Alimentos que Devem ser Evitados na Dieta Diverticulite:

Grãos não refinados, ervilhas, milho, pipoca, coco, frutas secas, cascas de legumes e frutas, morango, picles, tomate e pepino. Eles pioram os sintomas da diverticulite;
chá, bebidas alcoólicas e café tornam a prisão de ventre mais grave;
Alimentos com casca dura: eles irritam o trato intestinal e estimulam a diverticulite;
Vegetais flatulentos (gasosos) porque estimulam o trato digestivo. Isso inclui cenoura, couve-flor, feijões, brócolis, beterraba, abóbora, couve de bruxelas, repolho, acelga e couve.

Detalhes da Dieta Diverticulite:

Uma Dieta Diverticulite começa com apenas líquidos claros por alguns dias. Exemplos de itens permitidos em uma dieta líquida incluem:

  • Caldo;
  • Sucos de frutas sem polpa, como suco de maçã;
  • Lascas de gelo;
  • Picolé sem pedaços de fruta ou polpa de frutas;
  • Gelatina;
  • Água;
  • Chá ou café sem creme.

Aqui estão alguns hábitos para praticar para evitar a diverticulite: Exercite-se regularmente; parar de fumar (os fumantes correm maior risco de desenvolver complicações decorrentes da diverticulite ); evitar o uso de AINEs; beber grande quantidade de líquidos; manter um peso corporal saudável; responder aos impulsos intestinais; ingestão moderada de carne vermelha.

dieta da diverticulite

Cardápio da Dieta Diverticulite:

O cardápio a seguir nos trás uma explicação com 3 dias de dieta para acalmar o intestino durante um ataque de diverticulite, confira:

Café da manhã: Suco de melão mais 1 fatia de pão branco com requeijão;
Lanche da manhã: 1 maçã sem casca mais 1 taça de gelatina;
Almoço: Purê de batata mais frango cozido com legumes;
Lanche da tarde: Água de coco mais 2 ovos mexidos;
Jantar: 1 maçã sem casca mais 1 taça de gelatina.

Café da manhã: 1 copo de leite desnatado mais 1 fatia de pão branco com ricota;
Lanche da manhã: 1 copo de salada de frutas;
Almoço: Arroz branco mais vegetais ao vapor mais 1 posta pequena de peixe cozido;
Lanche da tarde: 1 iogurte natural mais 4 biscoitos de água de sal;
Jantar: Arroz branco + vegetais ao vapor mais 1 posta pequena de peixe cozido.

Café da manhã: Suco de maçã coado mais 4 biscoitos de água e sal;
Lanche da manhã: Água de coco mais 1 pera cozida;
Almoço: Sopa de batata, cenoura e abóbora com frango cozido desfiado mais 1 taça de gelatina;
Lanche da tarde: Suco de melancia coado mais 4 biscoitos de água e sal;
Jantar: Sopa de batata, cenoura e abóbora com frango cozido desfiado mais 1 taça de gelatina.

Vale ressaltar que, em algumas situações, a crise de diverticulite pode levar o paciente ao hospital, onde outra dieta será prescrita pelo especialista na área, podendo ser necessário o indivíduo fazer alimentação pela veia, para que o intestino possa se recuperar mais facilmente da inflamação.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *