Legumes e Vegetais

Couve de Bruxelas ajuda na digestão e dieta: Veja os 11 Benefícios

couve de Bruxelas

O couve de Bruxelas é rico em fitonutrientes, com isso irá aumentar o seu sistema imunológico que lhe defenderá contra doenças, incluindo Câncer.

A couve de Bruxelas é um membro da família de vegetais Brassicaceae e está intimamente relacionada com a couve, a couve-flor e as folhas de mostarda.

Esses vegetais crucíferos se assemelham a mini-repolhos e são normalmente cortados, limpos e cozidos para fazer um acompanhamento nutritivo ou prato principal.

A couve de Bruxelas possui altos níveis de muitos nutrientes e tem sido associada a vários benefícios para a saúde. Este artigo examina 10 maneiras pelas quais a couve de Bruxelas pode beneficiar sua saúde.

Tabela nutricional

Na tabela seguinte, está indicada a informação nutricional da couve de Bruxelas cru e cozida:

Valores nutricionais:couve de bruxelas cruacouve de bruxelas refogada
Energia28 kcal23 kcal
Proteínas1,4 g1,7 g
Gorduras0,4 g0,4 g
Carboidratos3,5 g2,2 g
Fibras Alimentares2,4 g1,7 g
Água91,8 g93,5 g
Cálcio50 mg45 mg
Fósforo38 mg32 mg
Ferro0,6 mg0,4 mg
Sódio7 mg100 mg
Potássio240 mg110 mg
Magnésio6 mg5 mg
Vitamina C40 mg76,9 mg
Vitamina A7 mcg6 mcg
Vitamina B10,12 mg0,07 mg
Vitamina B20,01 mg0,07 mg
Vitamina B30,3 mg0,2 mg
vitamina B60,18 mg0,11 mg
Vitamina B934 mcg16 mcg

A couve de Bruxelas é especialmente rica em vitamina C, um antioxidante que ajuda a promover a absorção de ferro e está envolvido na reparação de tecidos e função imunológica.

Além do mais, seu alto teor de fibra ajuda a manter a regularidade e a saúde intestinal.

Além dos nutrientes acima, a couve de Bruxelas contém pequenas quantidades de vitamina B6, potássio, ferro, tiamina, magnésio e fósforo.

A couve de Bruxelas contem não só os nutrientes essenciais para o nosso corpo, mas também alguns benefícios para a saúde que podem fazer comê-los muito mais. Aqui estão 11 razões que fazem a couve de Bruxelas ter um sabor ainda melhor.

Benefícios:

couve de Bruxelas
couve de Bruxelas

A couve de Bruxelas é rica em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes, o que a torna uma adição nutritiva à sua dieta.

Eles também podem trazer benefícios adicionais à saúde, incluindo o potencial de reduzir o risco de câncer, diminuir a inflamação e melhorar o controle do açúcar no sangue.

Adicionar couve de Bruxelas a uma dieta balanceada rica em frutas, vegetais e grãos inteiros tem o potencial de causar um grande impacto positivo em sua saúde.

1. É bom para colesterol:

couve de bruxelas é bom para colesterol
couve de bruxelas é bom para colesterol

O alto teor de fibras (mais de 15% do nosso RDA) nas couves de Bruxelas reduz o colesterol através da ligação com os ácidos biliares que o fígado produz do colesterol para digerir gordura. Como muitos desses ácidos biliares são acoplados com fibra, o fígado é responsável por produzir mais ácido biliar para digerir a gordura e, portanto, requer mais do colesterol, em última análise diminuindo a quantidade de colesterol no nosso corpo.

2. É bom para o DNA:

Estudos recentes têm mostrado que certos compostos do couve de Bruxelas bloquea a atividade de enzimas sulphotransferase que podem ser prejudiciais para a saúde e a estabilidade do DNA no interior das células brancas do sangue.

Uma série de ingredientes antioxidantes são encontrados no couve de Bruxelas, incluindo as vitaminas C, E , e A, bem como o manganês mineral. Além disso, os antioxidantes flavonoides como isorhamnetin, quercetina e kaempferol também servem para proteger contra o estresse oxidativo nas células do corpo.

3. Reduz inflamação:

Um glucosinolatos é particularmente abundante no couve de Bruxelas, foi definido que ele combater a inflamação em um nível genético, uma vez convertido na molécula de indole-3-carbinol, ou ITC. Além disso, uma xícaras e meia de couve de Bruxelas contêm cerca de 430 miligramas de ômega-3 os ácidos gordos, que são uma parte essencial de moléculas de mensagens anti-inflamatórios do nosso corpo.

Finalmente, a riqueza de vitamina K encontrada na couve de Bruxelas ajuda efetivamente a regular a resposta inflamatória do nosso corpo.

4. Previne o câncer:

Glucosinolatos do couve de Bruxelas  e seus isotiocianatos de ativação de desintoxicação ajudam a combater e até mesmo prevenir vários tipos de câncer, incluindo a bexiga, mama, cólon, pulmão, próstata e câncer de ovário.

5. Fortalece o sistema cardiovascular:

A couve de Bruxelas contem o sulforafano isotiocianato feito de glucosinolatos. Estes poderosos compostos não só desencadeia a atividade anti-inflamatória em nosso sistema cardiovascular, mas também pode prevenir e possivelmente até mesmo ajudar a reverter os danos dos vasos sanguíneos.

Ao regular a inflamação no corpo, couve de Bruxelas  pode lutar contra o aparecimento de ataques cardíacos, doenças isquêmicas do coração e arteriosclerose. Além disso, o colesterol mencionado anteriormente também pode diminuir a possibilidade de obstrução arterial.

6. Ajuda na digestão e dieta:

Uma xícara de couve de Bruxelas  contém quatro gramas (16% da RDA) de fibra alimentar, o que pode ajudar na digestão, prevenir a constipação, manter o açúcar na arterial baixa.

O sulforafano encontrado na couve de Bruxelas também protege o nosso estômago, obstruindo o crescimento excessivo de Helicobacter pylori, uma bactéria que pode levar ao câncer gástrico.

7. É rico em vitamina K:

As couves de Bruxelas  são especialmente ricos em vitamina K (uma xícara contém 273,5% da RDA), que promove a saúde dos ossos, impede a calcificação dos tecidos do corpo, serve como um anti-oxidante e um agente anti-inflamatório, e é essencial para o cérebro e a função nervosa.

8. É rico em vitamina C:

couve de Bruxelas
couve de Bruxelas

Os benefícios nutricionais da vitamina C (uma xícara contém mais de 161% do RDA) encontrada no couve de Bruxelas garante um sistema imunológico saudável, ajuda na hipertensão, pressão arterial, combate a intoxicação por chumbo, cataratas, e serve como um poderoso antioxidante que previne “ferrugem celular”, que pode levar a aterosclerose, doença cardíaca, acidente vascular cerebral e câncer.

9. É rico em vitamina A:

Também contém mais de 20% da RDA de vitamina A que estimula a imunidade, protege os olhos contra a catarata e degeneração macular, mantém saudável ossos e dentes, impede cálculos urinários, e é essencial para os órgãos reprodutivos.

10. É rico em folato:

Um evento bioquímico chamado o ciclo de metilação depende de folato para transcrever ADN adequadamente, transforma norepinefrina em adrenalina, bem como transformar serotonina em melatonina.

O folato suprime a homocisteína aminoácido que contribuem para a doença cardíaca. Uma xícara de couve de Bruxelas  contém uma boa dose de ácido fólico (quase 25% da RDA) e os benefícios de saúde associados.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

12 comentários

  • […] Dicas de Saúde Couve de Bruxelas é rico em fitonutrientes, com isso irá aumentar o seu sistema imunológico que […]

  • […] O Couve de Bruxelas é uma excelente fonte em vitamina C, folatos, potássio e betacaroteno. Possui grande […]

  • […] Couve-de-bruxelas cozida […]

  • […] Couve-de-bruxelas cozida […]

  • […] couve de Bruxelas não é muito popular no Brasil, mas também é uma excelente fonte de Vitamina C. Uma porção de […]

  • […] poderosos anti-tumores. Estes alimentos incluem brócolis, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas, rabanete, agrião e repolho verde. Uma dieta pobre em proteínas e ovos pode causar uma […]

  • […] couve de Bruxelas é uma boa alternativa de alimentos ricos em fibras. Além disso, ela é um tipo de vegetal […]

  • […] Couve de Bruxelas […]

  • […] Couves de Bruxelas: Couve de Bruxelas cozidas contém cerca de 31 mg por xícara. […]

  • […] Couve de Bruxelas contém uma grande variedade de antioxidantes que são ótimos para combater resfriado e gripe. […]

  • […] culpados mais comuns são vegetais como brócolis, couve de Bruxelas, couve e cebola. Frutas como maçãs e peras também tendem a causar gases, assim como legumes. […]

  • […] Aipo; Limão; Abacaxi; Cranberries; Tomates; Abóbora; Aspargos; Alcachofra; Cebola; Beterraba; Couve de Bruxelas; […]

Deixe um comentário