Os 7 Sintomas do H1N1 que Muitos Ignoram!

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Os Sintomas do H1N1 que Muitos Ignoram. Além disso, a H1N1 é uma infecção do trato respiratório, incluindo o nariz, garganta, bronquial e pulmão. O flu é causado pelo novo vírus gripe e é altamente contagioso. Os Sintomas do H1N1 podem variar de leve a grave para risco de vida, dependendo de fatores individuais, como idade, estado geral de saúde e a presença de condições crônicas coexistentes, como diabetes.

A H1N1 se espalha de pessoa para pessoa quando alguém com os Sintomas do H1N1 passam a ter contato, tosse ou espirra. Isso desencadeia gotículas contaminadas com o vírus da gripe no ar, onde pode ser respirado por outros. A gripe também se espalha ao tocar uma pessoa infectada ou uma superfície contaminada pelo novo vírus H1N1, como um copo de bebida sujo ou maçaneta da porta.

Sintomas do H1N1

O Que é H1N1?

Trata-se de um subtipo do ​​vírus influenza A e é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus da H1N1, do vírus da gripe suína e do vírus humano da gripe. Segundo a Doutora em Medicina pela USP, Denise Lellis, “o contágio se dá pelo contato com micro gotículas de se secreções respiratórias, partículas de saliva, tosse ou espirro de pessoas contaminadas”. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), também é possível a transmissão pelo contato com superfícies contaminadas – como objetos de uso pessoal, louças, talheres etc. Por isso é muito importante ficarmos de olhos nos Sintomas do H1N1, para que possamos combatemos em tempo.

Quais os Sintomas do H1N1?

Apesar dos Sintomas do H1N1 serem muito semelhantes ao da gripe comum, estes tendem a ser mais agressivos e intensos, obrigando muitas vezes a ficar de cama e a descansar durante alguns dias, e muitas vezes o seu surgimento não tem qualquer aviso, aparecendo quase repentinamente.  Além disso, os Sintomas do H1N1 é altamente contagiosa, tornando-se muito fácil transmitir para outras pessoas com as quais esteve em contato. Se existirem suspeitas desta gripe, é recomendado que usar máscara e ir ao médico, para que possam ser realizados os exames que confirmam a presença do vírus.

  • Febre acima dos 38 ºC;
  • Dores no corpo;
  • Dores de garganta e de cabeça;
  • Tosse seca;
  • Espirros;
  • Calafrios;
  • Fadiga ou cansaço.

Além dos Sintomas do H1N1, é possível, ainda, que também ocorra diarreia e vômito na pessoa infectada, mas esses não são tão recorrentes quanto os acima relatados. A recomendação é que, ao constatar a frequência dos Sintomas do H1N1, ou pelo menos de alguns deles, você procure ajuda médica para se submeter a um exame clínico e, assim, ter certeza do diagnóstico.

Os sintomas da gripe comum e os Sintomas do H1N1 são muito parecidos, mas normalmente têm intensidades diferentes ou afetam regiões do corpo diferentes. Saber diferenciar os Sintomas do H1N1 é importante para procurar ajuda médica e iniciar o tratamento adequado, principalmente em idosos, gestantes e crianças, que têm maiores chances de ter complicações.

Formas de Contaminação do H1N1:

Depois de uns 7 dias do início da manifestação dos Sintomas do H1N1, um adulto já pode transmitir a gripe. Se o doente for uma criança, ela pode ser um agente transmissor desde dois dias antes do aparecimento dos primeiros sintomas e até 14 dias depois. A contaminação pode ocorrer pelo contato direto com animal infectado, mas não pela ingestão da sua carne depois de cozida.

Alguns dados já indicam que a carne do animal (do porco por exemplo) se passar por um cozimento em temperatura acima de 71°C o vírus é eliminado deixando de ser um risco para a saúde. A forma mais comum de transmitir a gripe H1N1 é de uma pessoa contaminada para outra por via aérea ou através de objetos contaminados e até por meio da saliva e secreções respiratórias.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

alprazolam

Alprazolam – Remédio Para Ansiedade, Veja Como Usar AGORA!

Ginkgo biloba beneficio

Ginkgo Biloba – Como Usar e Efeitos Colaterais!