Dietas Para Emagrecer

Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

dieta japonesa

A dieta japonesa recomenda uma limitação do consumo de alimentos processados, bem como de alimentos ricos em gorduras saturadas.

Ela pode proteger contra doenças como diabetes tipo 2, doenças cardíacas e obesidade.

Além disso, esta dieta é rica em peixes, algas marinhas, chá verde, soja, frutas e vegetais, mas com baixo teor de açúcar, gordura e proteína animal.

Por isso, o Japão é um dos países com menor taxa de obesidade do mundo.

 

Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

O que é?

A Dieta Japonesa é indicada para aquelas pessoas que querem emagrecer muito rápido.

Dieta Japonesa é restrita e promete reduzir de seis a oito quilos por semana.

Como tudo que é japonês, a dieta é muito rigorosa e a pessoa não poderá sair da linha se quiser perder peso realmente.

 

Efeito sanfona

A Dieta Japonesa funciona de uma maneira muito eficaz durante sete dias (é possível perder até 6 quilos).

Mas, após o término do período, é preciso ter cuidado com o efeito sanfona.

Esse efeito ocorre quando o indivíduo volta aos seus padrões alimentares não saudáveis e, como consequência, recupera todos os quilos perdidos.

Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

Como funciona?

A Dieta Japonesa consiste na redução da ingestão de carboidratos e aumento do consumo de proteínas, e a quantidade de calorias e alimentos ingeridos por dia é reduzida.

É considerada uma dieta de “fome” e por isso não deve ser seguida por mais de sete dias.

Similar com a dieta da USP há uma tabela com alimentos que devem ser consumidos rigorosamente durante o período da Dieta Japonesa, assim como nenhum alimento deve ser acrescentado.

Benefícios

Antes de iniciar a Dieta Japonesa, gostaríamos de falar sobre os benefícios que ela tem sobre o seu organismo e para todo o seu corpo.

São resultados que vão além do emagrecimento e estão ligados a todas as áreas da sua vida, o que é magnífico, não é mesmo? Vamos então aos benefícios?

  • Seu organismo vai se libertar das toxinas e de outras substâncias que lhe causam morosidade de ação, já que os alimentos permitidos pela Dieta Japonesa possuem ação adstringente.
  • Os riscos de AVC, infarto, diabetes e outras patologias ligadas à má alimentação serão minimizados (drasticamente reduzidos).
  • Os líquidos retidos serão liberados e você diminuirá a sensação (e os efeitos) do inchaço no seu corpo.
  • Você irá consumir todas as vitaminas de que necessita para viver de forma saudável.
  • Seu organismo vai trabalhar melhor e será mais eficiente na digestão dos alimentos.
  • Eles possuem as proteínas que você necessita para conferir energia ao corpo.
  • Todos os pratos possuem os nutrientes necessários para nosso organismo.
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

Alimentos da dieta japonesa

Alimentos permitidos na dieta japonesa

Chás diversos, café, peixes, biscoito água e sal, frutas, verduras, frango, ovos, lacticínios, carne vermelha, dentre outras comidas leves.

Alimentos proibidos na dieta japonesa

Todos os alimentos gordurosos e calóricos, como as frituras, os embutidos, os fast food, os snacks e as diversas guloseimas e doces.

Você também não deve ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica durante o período da Dieta Japonesa.

Cardápio da dieta japonesa

Café da manhã:

– Sopa de Miso;
– 1 xícara de arroz branco;
– 1 ovo;
– Tiras de alga Nori;
Chá verde;

Almoço:

– Peixe Teriyaki;
– Arroz;
– Verduras asiáticas;
Chá verde;

Lanche:

Maçã fuji;

Jantar:

Frango;
– Arroz;
– Sopa de Miso;
– Legumes do mar com tofu;

Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

2. Cardápio semanal da dieta japonesa

Segunda-feira:

  • Café da manhã:  café ou chá com adoçante;
  • Almoço: Dois ovos cozidos com sal e verduras;
  • Jantar: Um bife grande e salada de pepino e alface.

Terça-feira:

  • Café da manhã:  café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço: Verduras e frutas e um bife grande;
  • Jantar: Apenas presunto à vontade. Pode ser substituído por peito de peru.

Quarta-feira:

  • Café da manhã: café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço: Dois ovos cozidos, salada e tomate à vontade;
  • Jantar: Salada de repolho, cenoura e chuchu à vontade.

Quinta-feira:

  • Café da manhã: café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;
  • Almoço: Um ovo cozido, cenoura crua ou cozida à vontade e uma fatia de queijo muçarela;
  • Jantar: Salada de fruta à vontade e um iogurte natural.

Sexta-feira:

  • Café da manhã: café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço: Tomate à vontade e filé de peixe frito;
  • Jantar: Bife e salada de frutas à vontade.

Sábado:

  • Café da manhã: café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço:  frango assado a vontade;
  • Jantar: Dois ovos cozidos com sal.

Domingo:

  • Café da manha:  café ou chá com biscoito água e sal;
  • Almoço: Um bife grande e frutas à vontade;
  • Jantar: Comer o que quiser dentro desse regime.

 

Recomendações de exercícios

Além de fazer a dieta japonesa é necessário realizar atividade física, como caminhar, subir escadas e andar de bicicleta.

Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas
Dieta japonesa: funciona? como fazer, benefícios, cardápio e dicas

Qual o motivo da maioria dos japoneses serem magros?

A Dieta Japonesa por ser baseada em uma enorme variedade de tofu, legumes e peixe.

Faz com que a pessoa tenha uma alimentação ausente de alimentos que engordam.

Um dos principais alimentos da culinária japonesa é o arroz, ingerido somente uma pequena porção (uma tigela pequena) na maioria das vezes ao final das refeições com picles e sopa.

No Japão, os alimentos cozidos, crus e grelhados predominam, enquanto a fritura raramente é utilizada.

Eles mantêm a crença de que é necessário ingerir uma considerável variedade de alimentos de diferentes cores em cada refeição, formando a base de uma dieta saudável.

Há uma abundância de água neste país o que é bom para o cultivo de legumes e sustentar os frutos do mar em rios e mares.

Por isso, há uma grande quantidade de produtos sazonais frescos.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário