Betacaroteno – O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Dicas de Saúde

Metade da Vitamina A de nosso corpo, é obtido através da ingestão de Betacaroteno, por esse motivo ele é conhecido como Pró-Vitamina A, a outra metade é adquirida por meio de alimentos de origem animal.

Betacaroteno

O Que é Betacaroteno?

O Betacaroteno é um tipo de carotenoide, que são pigmentos naturais responsáveis pelas cores vibrantes de certas plantas e seus frutos e legumes. Exemplos de carotenoides são a cor laranja da cenoura, o amarelo da manga ou o vermelho do caqui.

Quando comemos esses frutos, o betacaroteno é convertido em vitamina A, na forma de retinol, e age como um antioxidante n as células, eliminando os nocivos radicais livres.

Estudos dizem que metade da vitamina A no corpo humano é obtida se ingerindo betacaroteno. Por esta razão, ele é chamado de “pró vitamina A“, sendo um componente essencial para o organismo obter o volume necessário da vitamina.

Benefícios do Betacaroteno:

Antioxidantes como beta-caroteno desempenham papéis cruciais na luta do corpo contra os radicais livres. Há muitas evidências para apoiar a ingestão de antioxidantes, a fim de ajudar a alcançar o bem-estar ideal. O consumo de beta-caroteno foi associado ao seguinte:

Função Cognitiva:

Um estudo envolveu mais de 4.000 homens durante um período de 18 anos. Ligou o consumo a longo prazo do beta-caroteno a um abrandamento do declínio cognitivo.

No entanto, nenhuma diferença significativa foi encontrada em um período de curto prazo. Pode ter havido outros fatores contribuintes no grupo que consumiu beta-caroteno a longo prazo.

Saúde da Pele:

Tomar beta-caroteno pode reduzir a sensibilidade ao sol para certas pessoas que têm a desordem sanguínea protoporfiria eritropoiética. Pode também ter esse efeito para pessoas com outras doenças fotossensíveis.

O betacaroteno também pode reduzir o efeito de drogas fototóxicas. Outra pesquisa mostrou que pode prevenir danos à pele e contribuir para a manutenção da saúde e aparência da pele. Isto é devido às suas propriedades antioxidantes. No entanto, os estudos são inconclusivos e mais pesquisas precisam ser feitas.

Saúde Pulmonar:

Altas doses de beta-caroteno (suplementos de 15 miligramas) podem aumentar a probabilidade de câncer de pulmão para fumantes. No entanto, um estudo recente envolvendo mais de 2.700 pessoas sugeriu que comer frutas e vegetais ricos em carotenoides , como o betacaroteno, teve um efeito protetor contra o câncer de pulmão.

Prevenção do Câncer:

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer , os antioxidantes, como o betacaroteno, podem reduzir ou prevenir os danos causados ​​pelos radicais livres. Este tipo de dano tem sido associado ao câncer.

No entanto, muitos estudos observacionais mostraram resultados mistos. Em geral, recomenda-se uma dieta rica em frutas e vegetais cheios de fitoquímicos e antioxidantes, em vez de suplementar o betacaroteno. Isto é particularmente verdadeiro para aqueles que já têm câncer.

Alimentos Ricos em Beta-Caroteno:

O betacaroteno é predominantemente encontrado em frutas e legumes com uma cor vermelha, laranja ou amarela. No entanto, não se coíbe de verduras de folhas escuras ou outros vegetais verdes, como eles contêm uma boa quantidade deste antioxidante também.

Alguns estudos mostraram que quantidades mais altas de beta-caroteno são encontradas em formas cozidas de frutas e vegetais em comparação com a matéria-prima. Como o beta-caroteno se converte na vitamina A solúvel em gordura, é importante consumir esse nutriente com uma gordura para melhor absorção.

alimentos ricos em Betacaroteno

Os alimentos mais ricos em beta-caroteno incluem:

  • Cenouras;
  • Batatas doces;
  • Verdes folhosos escuros, como couve e espinafre;
  • Alface romana;
  • Abóbora;
  • Cantalupo;
  • Pimentas vermelhas e amarelas;
  • Damascos;
  • Ervilhas;
  • Brócolis;

Efeitos Colaterais do Betacaroteno:

Os efeitos colaterais da ingestão do betacaroteno se dividem entre comuns, que não necessitam de atenção médica, ou raros, que podem desaparecer durante o tratamento, mas se continuarem devem ser relatados ao médico ou cuidador da pessoa.

Comuns: Amarelamento de partes da pele como palmas das mãos, mãos, plantas dos pés ou face

Raros: Diarreia, dor nas articulações, tontura, hemorragia ou nódoas negras

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Rafael Cardoso

Com mais de 5 anos de experiência, Rafael Almeida é Graduado em Ciências da Nutrição pela Universidade Ceuma desde 2012. Atua em Atendimento Clínico-Nutricional, com foco no bem estar e qualidade de vida do paciente, através da reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, com planos alimentares personalizados, de acordo com o objetivo e avaliação clínica individual, comprometido com o sucesso do tratamento de seus pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Antioxidantes

Antioxidantes – O que São, Benefícios, Alimentos e Deficiência

L-Carnitina – Benefícios, Para que Serve e Como Usar!