Ácido Fúlvico – O que é, Fontes, Benefícios, Dosagem e Contraindicações!

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Dicas de Saúde

Ácido Fúlvico – O que é, Fontes, Benefícios, Dosagem e Contraindicações. Além disso, os benefícios do ácido fúlvico são muitos, e é uma substância amarela acastanhada encontrada em material natural, como shilajit, solo, turfa, carvão e corpos de água, como riachos ou lagos. O ácido fúlvico é formado quando plantas e animais se decompõem.

As pessoas tomam ácido fúlvico por via oral para distúrbios cerebrais como a doença de Alzheimer. Bem como infecções do trato respiratório, câncer, fadiga, toxicidade. Por metais pesados ​​e prevenção de uma condição na qual os tecidos do corpo não recebem oxigênio suficiente ( hipóxia ).

fontes de acido fulvico-1

O que é Ácido Fúlvico?

O ácido fúlvico é extraído do húmus um material orgânico espesso. Marrom escuro ou preto que se forma no solo. Sedimento ou ambientes aquáticos quando a matéria vegetal e animal decai em seus elementos químicos mais básicos. O húmus torna o solo mais fértil e também permite que o ar e a água se movam facilmente pelo solo. Permitindo que o oxigênio atinja as raízes das plantas.

Juntamente com o ácido fúlvico, o ácido húmico é o outro componente principal do húmus. Na verdade, o ácido fúlvico é na verdade um tipo de ácido húmico leve. Dos dois, o ácido fúlvico é usado por seus muitos benefícios nutricionais. Enquanto o ácido húmico não fúlvico é mais conhecido por suas propriedades antivirais e antibacterianas.

Muitos dos produtos químicos que estão naturalmente presentes no ácido fúlvico são importantes. Mesmo críticos nutrientes para plantas, bactérias e outros organismos que vivem no solo. O solo contendo húmus e ácido fúlvico é mais capaz de reter a umidade. Eles também melhoram a estrutura do solo e permitem que as plantas utilizem facilmente os nutrientes vitais de que necessitam.

Para que Serve o Ácido Fúlvico?

Você pode não ter ouvido muito sobre o ácido fúlvico na grande mídia. Mas, para simplificar, a vida como a conhecemos não existiria sem ela! É diretamente relevante para um corpo saudável. Porque torna os nutrientes nos alimentos que consumimos mais prontamente disponíveis para uso pelas células do nosso corpo.

O ácido fúlvico é crítico para a absorção de nutrientes porque é altamente biodisponível. Em outras palavras, é facilmente absorvido pelo nosso sangue quando o consumimos. E, ao ser absorvido, também melhora a absorção de vários nutrientes. Através do nosso sistema digestivo.

De fato, a absorção de minerais sem quelação prévia pelo ácido fúlvico é apenas cerca de 10% eficaz. O ácido fúlvico também permite que os minerais se regenerem e interajam entre si. Aumentando a sua disponibilidade.

Finalmente, devido ao seu baixo peso molecular. O ácido fúlvico é capaz de passar facilmente através das membranas protetoras para as células do nosso corpo. Enquanto isso, ele traz nutrientes, minerais e vitaminas nas quantidades certas. Enquanto mantém os outros fora. Na verdade, é capaz de transportar mais de 60 vezes o seu próprio peso em vitaminas e minerais nas células!

Em outras palavras, o ácido fúlvico aumenta a retenção geral. Absorção e utilização eficiente dos nutrientes presentes em ambos os alimentos e suplementos. Melhorando a saúde geral e funcionamento do nosso corpo

fontes de acido fulvico

Como funciona o Ácido Fúlvico?

O ácido fúlvico pode ter vários efeitos no organismo. Pode bloquear reações no corpo que causam sintomas de alergia. Também pode interromper as etapas envolvidas no agravamento de distúrbios cerebrais, como a demência. Além disso, pode reduz a inflamação e prevenir ou retardar o crescimento do câncer. Parece ter efeitos imunoestimulantes e antioxidantes.

Por que Tomar um Suplemento de Ácido Fúlvico?

É um fato triste que a maioria das frutas e verduras produzidas em massa de hoje. Não contêm ácido fúlvico suficiente para garantir a absorção completa. De muitas vitaminas, minerais e outros nutrientes que elas contêm. Não só isso, eles já contêm níveis muito baixos desses nutrientes. Porque os solos em que são cultivados se esgotaram graças a práticas agrícolas excessivas e descuidadas de manejo do solo.

Por estas razões, um número crescente de especialistas em saúde recomenda tomar suplementos contendo ácido fúlvico como uma ajuda nutricional regular, com ou antes das refeições. Como o ácido fúlvico é um complexo ácido que ocorre naturalmente, esses suplementos devem ter um pH ácido. Em soluções mais alcalinas, elas se tornarão inativas e incapazes de fornecer seus benefícios para a saúde.

O ácido fúlvico é um produto orgânico e conhecido por ser completamente não-tóxico. No entanto, deve ser lembrado que os relatórios de sua eficácia são anedóticos no momento.

Portanto, sempre certifique-se de consultar um profissional de saúde qualificado antes de tomar suplementos de ácido fúlvico para garantir que eles não interfiram com quaisquer outros tratamentos ou medicamentos em andamento.

Finalmente, lembre-se de que nenhum suplemento pode substituir uma dieta balanceada e nutritiva. Exercícios adequados e escolhas saudáveis ​​de estilo de vida. Por outro lado, tomar um suplemento de ácido fúlvico regularmente complementará perfeitamente suas escolhas de vida saudável. Ajudando na saúde geral, bem-estar e proteção contra doenças.

acido fulvico-1

Fontes de Ácido Fúlvico:

Então, quais alimentos são ricos nesse ácido altamente benéfico? Sabe-se que as modernas tecnologias de processamento afetam o ácido fúlvico. Isso significa que ocorre naturalmente principalmente em alimentos orgânicos e não processados. Aqui estão as melhores fontes de ácido fúlvico:

Vegetais Orgânicos: Altos níveis de ácido fúlvico são encontrados em vegetais cultivados organicamente, especialmente aqueles cujas raízes crescem mais profundamente no subsolo. Essas plantas incluem batatas, rabanetes, beterrabas, cenouras e outros vegetais de raiz.

As raízes desses vegetais são capazes de atingir facilmente o ácido; no entanto, é muito importante que o solo em que crescem seja limpo e não poluído, a fim de garantir que ele seja rico em ácido fúlvico. Pesticidas e outros produtos químicos usados ​​na agricultura moderna são conhecidos por alterar a composição química do ácido fúlvico e diminuir seus níveis.

Melaço Blackstrap: Outra fonte natural se o ácido fúlvico é o melaço orgânico. Este adoçante natural é derivado de cana crua, não processada. Como as raízes vegetais mencionadas acima, as raízes da cana-de-açúcar vão para o subsolo, às vezes até cinco jardas!

Shilajit: O ácido fúlvico também é encontrado em shilajit, uma substância natural obtida de rachaduras nas cordilheiras mais íngremes do Himalaia. Shilajit, também conhecido como “destruidor da fraqueza” e “suor de pedras”, faz parte da medicina tradicional ayurvédica e chinesa há séculos. Verificou-se que o shilajit contém mais de 80 minerais na forma iônica, bem como ácido húmico e ácido fúlvico. Você pode encontrar este pó amargo em muitas lojas de saúde.

Benefícios do Ácido Fúlvico:

1. Melhora a Saúde Intestinal e a Função Imune:

Ácido fúlvico e outros ácidos húmicos contêm uma infinidade de nutrientes que melhoram a saúde intestinal, incluindo: minerais, eletrólitos, ácidos graxos, sílica (que estimula a síntese de colágeno), prebióticos e probióticos. Estes ajudam a nutrir o trato digestivo e também aumentam a capacidade de “boas bactérias” para repovoar e formar um ambiente saudável de “ microbioma ”. Precisamos de um sistema digestivo forte para construir imunidade, ajudar a controlar a produção de hormônios, regular nosso apetite, reduzir nossa resposta ao estresse e muito mais.

2. Aumenta a Digestão e a Absorção de Nutrientes:

Adquirir eletrólitos e outros minerais essenciais suficientes é importante para funções metabólicas adequadas, saúde digestiva e assimilação de nutrientes. Os organismos que obtemos a partir do ácido fúlvico podem ser tomados em pequenas doses e ainda causar melhorias rápidas e significativas na proporção de bactérias que vivem no intestino, ajudando a reduzir muitos sintomas digestivos não desejados como constipação, inchaço, diarreia e sensibilidades alimentares.

Além de fornecer nutrientes brutos, o ácido fúlvico transporta os minerais e outros nutrientes para as células de forma mais eficaz, aumenta a taxa de absorção de nutrientes, tornando as células mais permeáveis ​​e combatendo a inflamação nos órgãos digestivos.

o que e acido fulvico

3. Protege a Saúde Cognitiva:

Um estudo descobriu que o ácido fúlvico tem várias propriedades antioxidantes e nutracêuticas com potencial atividade para proteger as deficiências cognitivas, incluindo a doença de Alzheimer.

Um fator que contribui para o desenvolvimento de distúrbios cognitivos são os radicais livres e também um tipo de proteína chamada tau, mas estudos mostram que o ácido fúlvico ajuda a diminuir o comprimento das fibrilas tau e sua morfologia, desmontando seu desempenho e interrompendo a progressão da doença. Os pesquisadores concluíram que o ácido fúlvico é susceptível de fornecer novas perspectivas no desenvolvimento de potenciais tratamentos naturais para a doença de Alzheimer.

4. Melhora a Desintoxicação:

Ácidos húmicos são benéficos para a digestão e melhorar a energia por causa de suas habilidades de desintoxicação. Como uma forma de terapia de quelação natural, os ácidos húmicos são capazes de se ligar e destruir as toxinas e metais que entram no corpo através do suprimento de alimentos, água, medicamentos prescritos, produtos domésticos e poluição do ar.

Dentro do ambiente, o ácido fúlvico é encontrado não apenas no solo e na rocha, mas também em córregos, lagos e águas oceânicas. Os ácidos húmicos formam complexos com íons que são comumente encontrados no ambiente, criando ligantes colóides húmicos que ajudam na filtragem de água, processos agrícolas e desintoxicação.

5. Reduz Danos Radicais e Inflamação:

Os radicais livres estão presentes dentro de todos nós, já que têm papéis para combater patógenos, suprindo energia e regulando hormônios, mas muitos aceleram o processo de envelhecimento e resultam na formação de doenças. A combinação de nossa exposição a poluentes ambientais, baixa ingestão de nutrientes e atividades prejudiciais como fumar, exposição excessiva à luz ultravioleta e ingestão de alimentos processados criaram um grande problema no que diz respeito ao aumento dos danos causados ​​pelos radicais livres.

O ácido fúlvico contém antioxidantes que combatem os efeitos dos radicais livres e também ajudam a desintoxicar o corpo de muitas toxinas que contribuem para o problema: produtos químicos usados ​​na agricultura, resíduos radioativos e metais pesados, por exemplo. Também ajuda a estender a permeabilidade e a vida das células, fornecendo eletrólitos que possuem numerosas funções dentro do coração, músculos, cérebro e trato digestivo.

6. Melhora os Níveis de Energia e Diminui a dor:

Muitas pessoas que tomam ácido fúlvico relataram melhorias nos níveis de energia, provavelmente devido ao aumento da desintoxicação, níveis mais baixos de inflamação e danos causados ​​pelos radicais livres, e maior ingestão de eletrólitos e outros nutrientes essenciais.

De acordo com pesquisa feita pela Médicos Across Borders, estudos descobriram que, como eletrólitos naturais e orgânicos, os ácidos húmicos ativam e energizam quase todos os processos biológicos no corpo. Um eletrólito é solúvel em água e funciona através da condução de correntes elétricas, ajudando as células a sobreviverem diante de danos causados ​​por fatores como estresse emocional, infecções descontroladas, dieta desequilibrada, perda prolongada de sono e choques cirúrgicos.

efeitos colaterias do acido fulvico

Propriedades do Ácido Fúlvico:

O ácido fúlvico é um material solúvel em água encontrado em uma parte do solo chamada humo. É o resultado de uma combinação de vários ácidos que são criados quando a matéria orgânica se decompõe. Encontra-se abundantemente em e ao redor de áreas aquáticas. Quando é extraído, assume uma cor amarela ou marrom.

Ácido fúlvico pode ser encontrado em vegetais orgânicos, bem como em suplementos que estão disponíveis em várias formas. Existem cápsulas, formas de argila e creme, bem como suplementos líquidos e em pó, disponíveis on-line e em lojas de produtos naturais.

Dosagem do Ácido Fúlvico:

Não há quantidade diária definida para o Ácido Fúlvico por duas razões: devemos obtê-lo em quantidades mais do que suficientes a partir de alimentos orgânicos à base de plantas e só precisamos dele em quantidades minúsculas para manter o equilíbrio.

Como nossos solos não contêm mais ácido fúlvico, é importante considerar um suplemento de ácido fúlvico. O montante que se deve tomar também depende do estado de saúde em que se está e é melhor consultar um profissional de saúde se considerar tomar ácido fúlvico puro.

Tomar ácido fúlvico puro pode ser prejudicial, como nem todos os processos de extração ou fontes de ácido fúlvico são saudáveis ​​e levá-lo diretamente também torna muito fácil a sobredosagem. Ele também não foi aprovado pelo FDA neste momento e, portanto, recomenda-se cautela.

Por exemplo, naqueles que sofrem de envenenamento por metais pesados, 20 ml por dia foi uma dose suficiente para aliviar seus sintomas. Isso equivale a cerca de 1,5 colheres de sopa de ácido fúlvico por dia para aqueles que têm toxicidade grave.

É melhor optar por muito menos, especialmente vendo que você não precisaria tanto se você estava recebendo ácido fúlvico dos alimentos que você come. O caminho mais seguro a tomar é optar por um suplemento fúlvico que já contém o equilíbrio certo da natureza, como Shilajit.

Só é necessário tomar 100-150mg por dia de Shilajit, que cuida de todos os nossos requisitos de Ácido Fúlvico, ao mesmo tempo que adiciona uma grande quantidade de nutrientes essenciais às nossas dietas!

acido fulvico

Efeitos Colaterais do Ácido Fúlvico:

O ácido fúlvico é seguro para a maioria das pessoas, embora não tenha havido muita pesquisa. Parece causar poucos efeitos colaterais, principalmente quando tomados em altas doses. Ácido fúlvico ajuda a desintoxicar o corpo. E ao fazê-lo os efeitos colaterais do Ácido Fúlvico pode causar diarréia, cólicas, fadiga, dores de cabeça ou náuseas. Uma overdose não é possível e é completamente natural. Ácido fúlvico é facilmente liberado do sistema uma vez consumido. Se você está considerando medicamentos alternativos ou suplementos, sempre consulte seu médico primeiro.

É melhor começar devagar e aumentar sua dose em incrementos para garantir que você não tenha efeitos colaterais. Diluir o ácido fúlvico com água é mais seguro do que tomar sozinho em grandes quantidades.

Contraindicações do Ácido Fúlvico:

Um suplemento de ácido fúlvico não deve ser tomado em conjunto com produtos farmacêuticos. Álcool ou outras substâncias naturais com efeitos medicinais potentes, como pó de raiz de alcaçuz ou chás fortes. As mulheres grávidas devem errar do lado do cuidado e evitar o uso de suplementos de ácido fúlvico. É melhor dar a si mesmo um intervalo de 2 horas entre o Ácido Fúlvico e essas substâncias. Pois, o Ácido Fúlvico aumentará sua absorção diretamente nas células, o que pode causar efeitos colaterais indesejados.

Você também deve evitar o uso de água da torneira comum ao tomar, uma vez que irá reagir perigosamente com halogênios 23, como o cloro. Em vez disso, opte por água de osmose reversa que não reagirá com o Ácido Fúlvico.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Sttefany

Sou graduada em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clínicas, e também atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

cianocobalamina

Cianocobalamina – Benefícios, Para que Serve e Como Usar!

Kaempferol – O que é, Para que Serve, Benefícios e Efeitos Colaterais!