Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças

As 10 Causas de Obstipação que Muitos Ignoram

As Causas de Obstipação que Muitos Ignoram podem ser diversas, mas separamos algumas dentre as principais. Além disso, a Obstipação é uma perturbação intestinal causada, em geral, por maus hábitos alimentares, falta de exercício físico e/ou alterações emocionais.

Dentre os seus sintomas estão: dificuldade na eliminação de fezes, evacuação pouco frequente e persistência da sensação da vontade de evacuar, mesmo após tê-la feito. A evacuação “normal” é feita sem muito esforço, sem dor, aproximadamente 4 vezes por semana.

O grau de Obstipação varia conforme a pessoa. Quase todas as pessoas já experimentaram períodos de Obstipação, sendo a causa principal, uma dieta pouco correta. Na maioria dos casos, a Obstipação é temporária e sem gravidade.Embora possam existir diversas causas para a ocorrência de Obstipação, podem ser subdivididas em 2 tipos. Na Obstipação simples ou funcional não existe patologia indutora, contrariamente à secundária que requer referência do doente ao médico. Então, confira As 10 Causas de Obstipação que Muitos Ignoram:

Gravidez: A gestante passa por uma montanha russa hormonal durante os nove meses que antecedem o parto. Tantas alterações podem interferir no funcionamento do intestino, fazendo dessa uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

No último trimestre da gravidez, a pressão do bebê sobre o intestino e outros órgãos também podem atrapalhar a digestão. Por isso, é importante que a futura mamãe adote hábitos alimentares saudáveis e pratique exercícios leves com frequência para manter o intestino em dia desde os primeiros meses de gestação.

Não ir ao Banheiro Quando tem Vontade: Às vezes não há escolha, outras vezes está “demasiado ocupado”. De qualquer forma adiar a ida ao banheiro é uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram, pois vai fazer com que o seu organismo reaja da mesma forma – uma acumulação de fezes no cólon, que endurecem e são difíceis de evacuar. A supressão da vontade de ir ao banheiro pode também afetar o sinal dos nervos entre o seu sistema digestivo e o seu cérebro, causando ainda mais problemas.

Falta de Fibra na Dieta: As fibras são uma parte essencial da dieta de qualquer pessoa. As fibras retêm os líquidos e dão volume às fezes, fazendo com que seja mais fácil o seu trânsito através dos intestinos. Também são uma forma de prevenir que faça a sua digestão demasiado rápido, para poder aproveitar os seus nutrientes. Por isso, falta de ingestão de fibras está entre as Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

Hemorroida: A Obstipação favorece o surgimento de hemorroida: quando a pessoa está com o intestino preso e faz força demais para evacuar, as veias do ânus podem ficar doloridas e inchadas.

Uma vez que a hemorroida aparece, pode acontecer o inverso: como a pessoa está com dores na região anal, tende a ficar mais tensa. Essa tensão pode interferir nos movimentos intestinais, fazendo com que a Obstipação aumente ainda mais. Por isso, é importante identificar quais são as Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

Doença do Intestino Irritável: A síndrome do intestino irritável (SII) é uma doença que envolve alterações nos movimentos intestinais, provocando dor abdominal e cãibras. Esse problema pode trazer tanto Obstipação quanto diarreia, depende do organismo da pessoa. Quando há Obstipação, a pessoa tem dificuldade na passagem das fezes e sente muita cólica.

A Doença de Crohn, um processo inflamatório intestinal que envolve as paredes do órgão, também pode estar entre as Causas de Obstipação que Muitos Ignoram, embora seja pouco comum. A maioria das pessoas com essa doença costuma ter diarreia durante as crises.

Estresse: Nos dias de hoje, há muita gente que vive sob grande estresse, o que pode ser uma das explicações porque tantos sofrem de Obstipação. Há no entanto uma maneira de lidar com isto, que é reduzir o estresse na sua vida. O seu sistema digestivo, que está ligado ao sistema nervoso, vai sentir a diferença, e você também.

Falta de Exercício Físico: Exercício físico regular ajuda a reduzir o tempo que os alimentos levam a transitar através do intestino grosso. Isto significa que é removida menos água e as suas fezes não ficam tão duras.

O exercício também ajuda os músculos dos intestinos a contraírem eficientemente, o que melhora o fluxo das fezes através do sistema. Contudo, sua falta é uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

Diabetes: Caracterizada pela dificuldade de metabolizar a glicose do sangue, o diabetes pode causar danos nos nervos do corpo (neuropatia diabética), incluindo os nervos que transmitem estímulos para que o intestino se movimente corretamente. Como resultado, surge a desagradável Obstipação. Controlar o diabetes, portanto, é fundamental para evitar que essa seja uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

Alteração de Rotinas: Qualquer alteração nas suas rotinas pode ter efeito no sistema digestivo. Pode ser que esteja a comer alimentos diferentes, em fusos horários diferentes, tenha alterado a sua dieta ou alguma outra razão. De qualquer forma, o seu sistema digestivo pode não se estar a dar muito bem com isso. Caso seja sensível a este tipo de alterações, essa pode ser uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram.

Ingestão de Líquidos Insuficientes: Os líquidos são essenciais para manter movimentos intestinais regulares e um cólon saudável. Se o seu sistema não tem líquidos suficientes, as fezes endurecem e são se tornando uma das Causas de Obstipação que Muitos Ignoram. O ideal é consumir pelo menos 1,5 l de líquidos por dia.

Dicas para Prevenir a Obstipação:

  • Ser ativo (andar a pé, de bicicleta, correr, nadar…);
  • Não comer alimentos processados;
  • Não esquecer a importância da sopa por ser rica em água e em líquidos;
  • Consumir iogurtes probióticos;
  • Criar hábitos e horários para ir ao banheiro e sentar-se corretamente na sanita. O intestino também se educa;
  • Ingerir frutas ricas em fibra e, por isso, com efeito laxante (Ameixa, Pêssego, Mamão, Manga e Kiwi);
  • Não abusar de alimentos que “prendam” o intestino, como por exemplo: o arroz, a Cenoura cozida, Goiaba e Banana.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.