As 8 Dicas de Como Tratar a Síndrome do Olho Seco

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

Especialista do Dicas de Saúde

As 8 Dicas de Como Tratar a Síndrome do Olho Seco de forma natural. Além disso, a falta de hidratação nos olhos pode causar desde irritação e incômodo até lesão no globo ocular. Além disso, a síndrome do olho seco é uma das principais causas de atendimento nos consultórios oftalmológicos. Ela ocorre quando existe a falta de produção de lágrima ou quando o filme lacrimal sofre alguma alteração. Provoca grande incômodo, por causar ardência, coceira, sensação de areia nos olhos, além de cansaço e vista embaçada. Se não tratada corretamente, pode levar até a uma lesão do globo ocular.

Dicas de Como Tratar a Síndrome do Olho SecoO filme lacrimal é composto de água, mucina e gordura e o corpo humano tem uma fórmula ideal para fazer a hidratação dos olhos. As causas são multifatoriais. Pode ser uma consequência de uma doença autoimune, artrite, problemas com glândula ao redor dos olhos, uso do computador numa posição alta de mais, que faz com que a pessoa diminua o número de pescadas. O importante é detectar a causa para fazer o tratamento clínico adequado.

Sentindo na Vista: A sensação de desconforto nos casos de olho seco é muito grande. Os sintomas são: ardor nos olhos, coceira, irritação, olhos vermelhos, visão turva, que às vezes melhora depois de piscar, sensação de corpo estranho ou areia nos olhos, desconforto quando se lê, vê televisão ou trabalha na frente à tela do computador por muito tempo.

Existe Saída: É necessário consultar um oftalmologista se os sintomas aparecerem. Eles tem basicamente dois instrumentos para verificar se você está com o olho seco: o teste Rosa Bengala que, é um líquido colocado no paciente que ajuda a mapear o filme lacrimal e as lesões do olho; e o teste de Schirmer, que é um papel especial colocado no canto do olho que mede a quantidade de lágrimas produzida pelo paciente.

Além dos testes secos, o médico também avaliará a causa do problema e poderá, a partir disso, orientar o paciente ao melhor tratamento que pode ser clínico, com o uso de colírios lubrificantes, até cirúrgico, se o problema for nas glândulas lacrimais. Então, confira As 8 Dicas de Como Tratar a Síndrome do Olho Seco.

Descanse os Olhos:

Descansar os olhos é uma boa dicas de como tratar a síndrome do olho seco. Além disso, usar o computador ou ler por muito tempo reduz o número de piscadas. A cada 50 minutos com olhar fixo no computador, faça um pequeno intervalo direcional os olhos para ponto distante; além de auxiliar na síndrome do olho seco, também ajuda relaxar a musculatura responsável pelo foco de perto.

Acertar a Atura da Tela do Computador: Essa é uma boa dicas de como tratar a síndrome do olho seco. O ideal é que ele fique um pouco abaixo do que a sua linha de visão do olhar, em um campo em que o topo da tela está em seu campo de visão, assim você fica mais com os olhos um pouco mais voltado para baixo;

Beba Bastante Líquido: Assim como os lábios e a pele se desidratam quando ficamos sem beber água, o mesmo acontece com os olhos.

Tratar a Síndrome do Olho Seco

Use Óculos de Sol: Usar óculos de sol é uma das melhores dicas de como tratar a síndrome do olho seco. Eles protegem os olhos de irritantes como raios UVB e ventos, que também podem irritar os olhos desprotegidos sem lágrimas;

Umidifique o Ambiente: Ar seco ou com ar-condicionado prejudicam os olhos secos, aumentando a sensação de olhos irritados, por isso, umidificar o ambiente é uma boa dicas de como tratar a síndrome do olho seco;

Evite Cigarros: A fumaça do tabaco pode piorar os sintomas de olhos secos, por isso uma das dicas de como tratar a síndrome do olho seco é parar de fumar, no caso dos tabagistas, e também ficar longe de quem fuma;

Higienize Bem os Olhos: Retirando a oleosidade da pele e resquícios da maquiagem, você evita a danificação da lágrima ou entupimento das glândulas lacrimais;

 Complementação Com Ômega 3: Esse ácido graxo ajuda na composição da camada mais oleosa da lágrima, importante para evitar que ela evapore facilmente.

 

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Matos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Febre do Feno – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Benefícios do Chá de Genciana

Os 10 Benefícios do Chá de Genciana Para Saúde