Dicas Variadas

Pimenta Preta e Pimenta Branca: Principais Interações Medicamentosas

Pimenta Preta e Pimenta Branca: Principais Interações Medicamentosas

Revisado por

Pimenta Preta e Pimenta Branca: Principais Interações Medicamentosas
4.7 (93.83%) 133 votos

Pimenta Preta e Pimenta Branca: Principais Interações Medicamentosas . Além disso, a pimenta preta e pimenta branca são feitas a partir da planta Piper nigrum. A pimenta preta é moída de frutas secas, inteiras e verdes. A pimenta branca é moída de frutas secas e maduras que tiveram a camada externa removida. A pimenta preta e o pó de pimenta branca são usados ​​para fazer remédios.

As pessoas tomam pimenta preta para combater problemas estomacais, bronquite e câncer. Já a pimenta branca é usada para problemas estomacais, malária, cólera e câncer.

A pimenta preta é aplicada às vezes diretamente à pele para tratar a dor do nervo (neuralgia) e uma doença de pele chamada escabiose.  Além disso, ambas são usadas ​​topicamente pata aliviar a dor.

Em alimentos e bebidas, A pimenta preta, branca e óleo de pimenta (um produto destilado da pimenta preta) são usados ​​como agentes aromatizantes.

Pimenta Preta e Pimenta Branca

Como Funciona?

Ambas as variedades de pimentas podem combater germes (micróbios) que afetam o estômago, pois é capaz de aumentar o fluxo de sucos digestivos. Além disso, há evidências conflitantes sobre o seu papel no câncer. Algumas evidências sugerem que a pimenta pode proteger contra o câncer de cólon, mas outras evidências sugerem que pode promover câncer de fígado.

Confira alguns usos e eficácia da pimenta preta e pimenta branca: 

  • Inflamação das vias aéreas (bronquite);
  • Malária e cólera;
  • Estômago chateado;
  • Câncer;
  • Dor;
  • Sarna;
  • Outros problemas.

Efeitos Colaterais e Cuidados Necessários: 

A pimenta preta e pimenta branca são seguras, nesse caso podem ser seguras para a maioria das pessoas quando usadas em quantidades medicinais.

A pimenta pode ter um sabor ardente. Nesse caso, tomar grandes quantidades de pimenta preta e branca por via oral, pode entrar acidentalmente nos pulmões, isso foi relatado como causa de morte. Esse fato é especialmente verdadeiro quando se trata de crianças.

A pimenta preta e pimenta branca, quando aplicadas diretamente na pele, são seguras para a maioria dos adultos. No entanto, não há informações suficientes sobre se o uso na pele é seguro para as crianças. Pois ao ser usadas topicamente essas pimentas também podem causar vermelhidão e queimação se entrarem em contanto com os olhos.

Precauções Especiais e Advertências:

Gravidez e Amamentação:

Não há problema em usar pimenta preta e branca na quantidade de alimentos caso esteja grávida. Mas tomar quantidades maiores pode ser inseguro. Existe uma preocupação de que a pimenta preta em grandes quantidades possa provocar um aborto espontâneo.

Além disso, evite colocar pimenta na sua pele. Não se conhece o suficiente sobre a segurança do uso tópico dessa pimenta durante a gravidez.

Caso esteja amamentando, limite o consumo de pimenta. Não se sabe o suficiente sobre a segurança de usar quantidades medicinais maiores.

Pimenta Preta e Pimenta Branca → Interações Medicamentosas: 

Lítio: 

A pimenta preta e pimenta branca podem ter um efeito “diurético“. Tomar pimenta preta e pimenta branca pode diminuir o quanto o corpo se livra do lítio. Isso pode aumentar a quantidade de lítio no corpo e resultar em efeitos colaterais graves.

Nesse caso, converse com seu médico antes de usar este produto caso esteja tomando lítio. Sua dose de lítio pode precisar ser alterada.

Medicamentos Metabolizados pelo Fígado (substratos do Citocromo P450 3A4 (CYP3A4): 

Alguns medicamentos são modificados e decompostos pelo fígado. A pimenta preta e branca pode diminuir a rapidez com que o fígado quebra alguns medicamentos. Tomar pimenta junto com alguns medicamentos que são quebrados pelo fígado pode aumentar a chance de efeitos colaterais de alguns medicamentos.

Antes de tomar pimenta preta ou branca, converse com seu médico caso esteja tomando algum remédio que seja alterado pelo fígado. Alguns remédios que são metabolizados pelo fígado incluem lovastatina (Mevacor), cetoconazol (Nizoral), itraconazol (Sporanox), fexofenadina (Allegra), triazolam (Halcion) e muitos outros.

Medicamentos Movidos por Bombas nas Células (substratos da glicoproteína P):

Alguns medicamentos são movidos por bombas nas células. A Pimenta preta e branca pode tornar essas bombas menos ativas e aumentar o quanto alguns medicamentos são absorvidos pelo organismo. Isso pode potencializar os efeitos colaterais de alguns medicamentos.

Alguns medicamentos que são movidos por essas bombas incluem etoposídeo, paclitaxel, vinblastina, vincristina, vindesina, cetoconazol, itraconazol, amprenavir, indinavir, nelfinavir, saquinavir, cimetidina, ranitidina, diltiazem, verapamil, digoxina, corticosteróides, eritromicina, cisaprida (Propulsid), fexofenadina (Allegra), ciclosporina, loperamida (Imodium), quinidina e outros.

Fenitoína (Dilantin): 

A pimenta preta e branca pode aumentar a quantidade de fenitoína (Dilantin) que o corpo absorve. Tomar pimenta preta e branca junto com fenitoína (Dilantin) pode aumentar os efeitos colaterais da fenitoína (Dilantin).

Propranolol (Inderal):

A pimenta preta e branca pode aumentar quanto propranolol (Inderal) o corpo absorve. Tomar pimenta preta e branca juntamente com propranolol (Inderal) pode aumentar os efeitos colaterais do propranolol (Inderal).

efeitos colaterais das pimentas

Rifampicina:

Ambos os tipos de pimentas podem aumentar a quantidade de rifampicina que o corpo absorve. Pois tomar pimenta preta e branca junto com rifampicina pode aumentar os efeitos colaterais da rifampicina.

Teofilina:

A pimenta preta e pimenta branca podem aumentar a quantidade de teofilina que o organismo pode absorver. Isso pode potencializar os efeitos colaterais da teofilina.

Carbamazepina (Tegretol): 

A pimenta preta e branca pode aumentar a quantidade de carbamazepina (Tegretol) absorvida pelo organismo. Também pode diminuir a rapidez com que o corpo se desfaz e elimina a carbamazepina. Isso pode aumentar a quantidade de carbamazepina no corpo e, potencialmente, aumenta a chance de efeitos colaterais.

Pimenta Preta e Pimenta Branca → Dosagem: 

A dose apropriada de pimenta preta e pimenta branca para uso como tratamento depende de vários fatores, como idade, saúde e várias outras condições. Neste momento, não há informações científicas que determinam uma dose apropriada para cada variedade de pimenta.

Tenha em mente que os produtos naturais nem sempre são seguros e que as dosagens podem ser importantes.

Siga as instruções relevantes nos rótulos dos produtos e consulte seu farmacêutico, médico ou outro profissional de saúde antes de usar.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.