Dicas de Saúde Efeitos Colaterais

Os 10 Efeitos Colaterais do Tomate

Os 10 Efeitos Colaterais do Tomate

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

Especialista do Dicas de Saúde

Os 10 Efeitos Colaterais do Tomate
4.7 (94.42%) 269 voto[s]

Os Efeitos Colaterais do Tomate, além disso o que pode ser benéfico para alguns pode ser maléfico para outros. A cozinha brasileira é incompleta sem tomates. Não admira que um aumento no preço do tomate nos envia a uma emoção. Parte integrante da culinária brasileira, os tomates oferecem cor, sabor e uma série de benefícios para a saúde. Se você o consumir cru ou cozido, você vai sempre obter lotes de vitaminas, minerais, fibras alimentares e antioxidantes. Mas há algumas armadilhas potenciais também. Sim, o tomate pode levar a alguns efeitos colaterais. O tomate inocente pode levar a uma série de efeitos colaterais não tão graves. Então, confira Os 10 Efeitos Colaterais do Tomate.

tomate

Imunidade Desequilibrada: O principal elemento encontrado no tomate cru ou fresco é o pigmento carotenoide «licopeno». É um composto químico que é considerado por manter o câncer afastado. Mas o consumo excessivo deste fitoquímico pode interferir nas atividades regulares do nosso sistema imunológico e retardá-lo. Como resultado, nosso corpo perde a sua capacidade de se proteger de várias doenças microbiana comum (bacterianas, fúngicas e virais). Ao mesmo tempo, também se torna incapaz de reparar os danos físicos existentes.

Problemas Gastrointestinais: O tomate é cheio de ácidos. Assim, o consumo excessivo de tomate desencadeia várias desordens gastrintestinais. A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), comumente conhecido como “refluxo ácido“, é uma comum doença intestinal. Esta doença aumenta o nível de ácido digestivo no nosso estômago, que começa a escorrer. Gradualmente, os ácidos alcançam a parede do nosso esôfago e causa uma sensação de queimação na mesma. Os ácidos de tomate podem fazer esta condição muito pior e pode até mesmo dar-lhe azia. Então, se você já tiver sido diagnosticado com DRGE ou outros problemas digestivos, limite a ingestão de tomates imediatamente.

Transtorno do Intestino Irritável: O teor de licopeno do tomate pode resultar em alguns problemas intestinais graves, tais como a síndrome do intestino irritável (IBS). Ela é caracterizada pela dor aguda e desconforto extremo no abdômen juntamente com hábitos intestinais alterados. Além destes, você também pode experimentar alguns problemas intestinais ligeiro, como o gás abdominal, indigestão, inchaço, etc., se você consumir 30 mg de licopeno por dia. Pode até dar origem a sintomas como náuseas, vômitos, diarreia, etc.

Pedras nos Rins: Os tomates, especialmente as sementes do vegetal, são ricos em compostos de cálcio e de oxalato. Se você já está sofrendo de problemas renais menores, vai ser muito difícil para o seu organismo digerir esses elementos. Em tal caso, o consumo de grandes quantidades de Cálcio será prejudicial para você, pois como o Cálcio e oxalatos irá acumular nos rins, irá formar pedras grandes e pequenas.

Diverticulite: A diverticulite é uma condição médica na qual a camada superficial interior do intestino grosso fica saliente através da camada muscular externa e estes ‘divertículos’, ou pequenas bolsas, se inflamam devido a infecções. Segundo os cientistas, as sementes de tomate, sendo pequena, pode ficar preso nessas bolsas e agravar a situação.

Câncer da Próstata: Estudos têm demonstrado que o licopeno presente nas sementes do vegetal pode causar anomalias na próstata masculina. Ao afetar o sistema reprodutivo, esta anormalidade provoca dor intensa, disfunção erétil, dificuldade em urinar, etc. Por vezes, pode levar ao câncer de próstata.

tomate-efeito-colateral

Overdose de Vitamina: O tomate é um vegetal rico em vitaminas. Consumir um tomate de tamanho médio fornece 1.025 UI de Vitamina A e 17 mg de Vitamina C, que são metade e um décimo das nossas necessidades diárias. Se você comer muitos tomates em um dia pode levar a uma overdose de vitamina em nosso corpo. Ele pode, eventualmente, levar a problemas como dor de cabeça, náuseas, dor nos rins, etc.

Deficiência de Nutriente: Apesar de obter grande quantidade de vitaminas presente no tomate, você pode acabar privando-se de muitos outros nutrientes essenciais. Ele danifica seu corpo enquanto você se torna incapaz de realizar suas atividades físicas vitais de forma eficiente.

Reações Alérgicas: O licopeno em excesso pode nos dar reações alérgicas também. Alguns dos sintomas de alergia à licopeno incluem comichão, erupções cutâneas, urticária, constrição no peito, os lábios inchados, ardor nos olhos, e assim por diante.

Mudança na Cor da Pele: O consumo prolongado e consistente de tomate pode alterar sua cor da pele. Pode assumir um ligeiro tom de laranja!
Estou certo de que a quantidades de efeitos colaterais não irá mantê-lo longe de seu tomate favorito! Mas, tente manter estes efeitos colaterais em mente e limite o seu consumo de tomate.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.