Doenças Respiratórias

Influenza H1N1 vs H3N2: prevenção, sintomas e como diferenciar ambos os vírus

h1h1 e h3n2

A influenza tipo A é um vírus classificado em subtipos, como o H1N1 e H3N2, esses vírus são propícios a provocar epidemias sazonais em diversas localidades do mundo. [1]https://bvsms.saude.gov.br/h3n2-novo-virus-influenza-em-circulacao-no-pais/

Além disso, com base nas informações anteriores, podemos estabelecer que a gripe H1N1 é uma variante da influenza tipo A.

h1h1 e h3n2
h1h1 e h3n2

No entanto, ela ficou muito conhecida durante sua epidemia em 2009 por também ser capaz de infectar porcos, o que provocou o abate de suínos para tentar conter o avanço da doença.

Por outro lado, alguns estudos sugerem que a gripe H3N2 pode apresentar sintomas mais intensos, seguida da H1N1.

Entretanto, os fatores que podem levar a esse quadro ainda não foram totalmente identificados.

Atualmente, sabemos que isso pode estar relacionado à imunidade baixa, fatores de risco como comorbidades e idade do paciente, além de outras questões ambientais que possam favorecer ou não a resistência do vírus.

O que é a gripe H1N1?

o que e h1h1
o que e h1h1

A influenza H1N1 também é conhecida como gripe suína é uma doença respiratória dos porcos causada por um vírus de influenza tipo A, que é motivo de surtos regulares em porcos.

Normalmente as pessoas não contraem a gripe suína, porém pode ocorrer  infecções em algumas pessoas

Além disso, estudos mostraram que os vírus da gripe suína podem se disseminar de pessoa para pessoa, porém, no passado, essa transmissão era limitada.

O que é a gripe H3N2?

o que e h3n2
o que e h3n2

O vírus H3N2 é uma variante do vírus influenza tipo A, é um dos principais responsáveis pela gripe comum e dos resfriados.

Além disso, este vírus é facilmente transmitido entre pessoas por meio de gotículas liberadas no ar quando a pessoa gripada tosse ou espirra.[2]https://bvsms.saude.gov.br/h3n2-novo-virus-influenza-em-circulacao-no-pais/#:~:text=O%20v%C3%ADrus%20H3N2%20%C3%A9%20uma,pessoa%20gripada%20tosse%20ou%20espirra.

Sintomas da influenza H1N1 e do H3N2:

sintomas da influenza h1n1 e do h3n2
sintomas da influenza h1n1 e do h3n2

Os sintomas influenza H3N2 incluem febre alta no início do contágio, inflamação na garganta, calafrios, perda de apetite, irritação nos olhos, vômito, dores articulares, tosse, mal-estar e diarreia, principalmente em crianças.

Por outro lado, os sintomas da influenza H1N1  em pessoas incluem febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios e fadiga.

Além disso, as formas graves da doença são a pneumonia e  insuficiência respiratória e mortes. [3]https://www.saude.sp.gov.br/resources/cve-centro-de-vigilancia-epidemiologica/areas-de-vigilancia/doencas-de-transmissao-respiratoria/influenza-ah1n1/pdf/influsuina09_info.pdf

Transmissão do H1N1 e H3N2:

transmissao do h1n1 e h3n2
transmissão do h1n1 e h3n2

A transmissão de ambas as doenças acontece de pessoa para pessoa,  especialmente através de tosse ou espirros das pessoas infectadas.

Além disso, também é possível se infectar de forma indireta com objetos contaminados.

As pessoas podem se infectar tocando objetos que estão contaminados com os vírus da influenza e depois toca em sua boca, nariz ou olhos.

Prevenção contra as variantes da Influenza H1N1 e H3N2:

Os hábitos de prevenção são os mesmos para todos os tipos de gripe, seja influenza B, H1N1 e H3N2.

Além disso, como o vírus H1N1 e H3N2 é transmitido através de gotículas de saliva dispersas no ar ou em objetos de uso comum por uma pessoa infectada, as recomendações preventivas são as seguintes:

prevencao contra as variantes da Influenza h1n1 e h3n2
prevenção contra as variantes da Influenza h1n1 e h3n2

Higiene pessoal:

Os hábitos de higiene pessoal são muito importantes para evitar uma gripe de influenza.

Portanto, lavar as mãos com frequência e utilizar álcool em gel, principalmente após tocar em maçanetas, canetas, corrimões e outros objetos de uso compartilhado, evita o contágio através dessas superfícies.

Além disso, cobrir o rosto com a parte interna dos cotovelos ao espirrar ou tossir também pode evitar que outras pessoas acabem infectadas.

Hábitos diários:

Pequenas mudanças em nossos hábitos podem fazer a diferença. Por exemplo, o uso de máscara é uma alternativa válida não só para a Covid-19, como também para as diversas variantes da influenza.

Além disso, devemos evitar tocar o rosto, principalmente a região dos olhos, nariz e boca.

Evite também compartilhar itens pessoais, como talheres, canetas e similares.

Vacinação:

A vacina da gripe H1N1 e H3N2 é a maneira mais eficiente de prevenir-se.

Além disso, anualmente a vacina é desenvolvida para combater a cepa sazonal, sendo capaz de evitar a influenza B, H1N1 e H3N2.[4]https://urutai.go.gov.br/diferencas-entre-os-sintomas-da-covid-19-h1n1-dengue-e-h3n2/

Referências:

Referências:
1https://bvsms.saude.gov.br/h3n2-novo-virus-influenza-em-circulacao-no-pais/
2https://bvsms.saude.gov.br/h3n2-novo-virus-influenza-em-circulacao-no-pais/#:~:text=O%20v%C3%ADrus%20H3N2%20%C3%A9%20uma,pessoa%20gripada%20tosse%20ou%20espirra.
3https://www.saude.sp.gov.br/resources/cve-centro-de-vigilancia-epidemiologica/areas-de-vigilancia/doencas-de-transmissao-respiratoria/influenza-ah1n1/pdf/influsuina09_info.pdf
4https://urutai.go.gov.br/diferencas-entre-os-sintomas-da-covid-19-h1n1-dengue-e-h3n2/

Deixe um comentário