Início » Doenças Respiratórias » Influenza tipo A: o que é, onde surgiu, mutações e complicações da doença

Influenza tipo A: o que é, onde surgiu, mutações e complicações da doença

influenza tipo a

A influenza tipo A é um dos subtipos do vírus influenza A conhecido oficialmente como influenza H3N2, esse vírus é sazonal.

influenza tipo a
influenza tipo a

Além disso, ele circula entre humanos desde uma epidemia em Hong Kong em 1968. Mas foi apenas a partir de 2005 que ele começou a circular pelo mundo mais frequentemente.

Este vírus é uma doença que provoca febre, dores de garganta e outros sintomas mais graves que pode ate mesmo causar a morte. ((https://www.pref.aichi.jp/global/pt/living/medical/influenza.html))

O que é influenza tipo A:

o que e influenza tipo a
o que e influenza tipo a

A influenza tipo A ou gripe é uma doença viral, aguda que afeta o aparelho respiratório provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar.

Este vírus geralmente é benigna e autolimitada, porém em alguns casos apresenta complicações, levando à internação hospitalar e até mesmo ao óbito em casos extremos.

Além disso, esta doença é transmitida de forma direta por meio das secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada, ao espirrar, tossir ou falar.

Também pode ser por meio indireto pelas mãos que após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado podem carrear o vírus diretamente para a boca, nariz e olhos.

Onde surgiu influenza tipo A:

onde surgiu influenza tipo a
onde surgiu influenza tipo a

A influenza tipo A surgiu em Hong Kong em 1968, com o aparecimento de uma nova variação maior na hemaglutinina do vírus Influenza A (H3N2), que deu origem a um novo subtipo.

Além disso, esta variante antigénica produziu em Hong Kong, em meados de julho, uma epidemia de grande extensão, cuja origem parece ter sido a China, de onde se propagou ao mundo, seguindo as mesmas linhas de difusão que a gripe asiática.

Em outubro, a gripe tipo A chega ao Médio Oriente, detendo-se nestes países e só muito mais tarde chegando à Europa.

Já nos Estados Unidos (EUA), os primeiros casos foram detectados na Califórnia, de onde a epidemia se propagou rapidamente, estando em dezembro em todos os estados.

Por outro lado, na Europa, a difusão foi muito mais lenta, tendo os primeiros surtos epidémicos surgido em 1969, apresentando-se em duas ondas epidêmicas.

Além disso, em todos os países, com exceção dos EUA, a doença foi benigna, não estando associada a grande número de mortes.

Porém em Portugal, no final de 1968 e no início de 1969, assinalou-se a primeira onda epidémica. A segunda, mais extensa que a primeira, mas também de carácter benigno, verificou-se no início de 1970. ((https://pt.wikipedia.org/wiki/Gripe_de_Hong_Kong))

Influenza tipo A está mais sujeito a mutações:

influenza tipo a mutacoes
influenza tipo a mutações

Além disso, entre os três tipos do vírus da influenza  A, B e C , a influenza tipo A é o mais suscetível a mutações, segundo comunicado do Ministério da Saúde.

A influenza A e B causam maior morbidade e mortalidade do que o C e têm maior importância para a saúde pública.

O vírus apresenta subtipos H1N2, H3N2, H3N1 e H1N1, além de ser o principal responsável pela atual epidemia, como informam o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA.

Além disso, Segundo o crédito direto ao consumidor (CDC), o H1N1 foi detectado pela primeira vez em 1931, em um porco.

E depois apresentou uma mutação que ainda não foi bem localizada e que é responsável por sua patogenicidade, explica o médico patologista clínico João Renato Rebello Pinho, do Laboratório de Biologia Molecular do Hospital Albert Einstein, de São Paulo. ((http://www.sbpc.org.br/noticias-e-comunicacao/virus-da-influenza-tipo-a-esta-mais-sujeito-a-mutacoes/))

Meios de contágio da influenza tipo A:

meios de contagio da influenza tipo a
meios de contagio da influenza tipo a

Além disso, para prevenir a doença, deverá compreender como a influenza é transmitida de pessoa a pessoa.

No entanto, existem dois principais meios de contágio da influenza que são:

Infecção por gotículas:

Contágio desse vírus através de inalação de gotículas expelidas durante os espirros e tosses de pessoas infectadas.

Além disso, em num raio de cerca de 2m do espirro e/ou tosse tem alta probabilidade de se contagiar.

Infecção por contato direto:

Contágio do vírus através de contato direto ocorre em das mãos ou através de maçanetas, corrimões e outras superfícies impregnadas de secreções contaminadas com vírus.

No entanto, o contágio não acontece apenas pela impregnação do vírus nas mãos. Além disso, o contágio se dá no momento que toque a boca, nariz e olhos com as mãos impregnadas de vírus.

Por esta razão, lave as mãos frequentemente e assim reduzirá o risco de contágio através de contato direto.

Complicações da influenza tipo A:

complicacoes da influenza tipo a
complicações da influenza tipo a

Além disso, as complicações mais comuns da influenza tipo A são: pneumonia bacteriana e por outros vírus, sinusite, otite, desidratação.

No entanto, a influenza também piora de doenças crônicas como insuficiência cardíaca, asma ou diabetes, pneumonia primária, que ocorre predominantemente em pessoas com doenças cardiovasculares especialmente doença reumática com estenose mitral ou em mulheres grávidas. ((http://www.sopterj.com.br/respirar/perguntas-frequentes/o-que-e-o-gripe-influenza/))

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.