Alimentos Saudáveis Dicas de Saúde

Ervas Que Podem Prevenir a Doença de Alzheimer

Ervas Que Podem Prevenir a Doença de Alzheimer

Revisado por

Biomédico pela UFRGS

Especialista do Dicas de Saúde

Ervas Que Podem Prevenir a Doença de Alzheimer
4.8 (95.87%) 286 votos

Ervas Que Podem Prevenir a Doença de Alzheimer que você talvez não conheça. Além disso, um estilo de vida agitado nos dias de hoje, implica em um estresse constante em nossos corpos e mentes. Por outro lado, nossos cérebros precisam processar muitas informações novas diariamente, e estamos expostos a radiações eletromagnéticas.

Portanto, numerosas pessoas sofrem de distúrbios do sono, níveis elevados de ansiedade e suscetibilidade à depressão. As ervas atuam como um remédio, portanto, podem ser uma grande arma para combater esses males. Doença de AlzheimerAtualmente, o número de pessoas que sofrem de doenças mentais e de Alzheimer aumenta dramaticamente. No entanto, a prevenção e tratamento a longo prazo desses problemas de saúde é definitivamente uma mudança no estilo de vida. Então, confira detalhadamente As Ervas Que Podem te Proteger da Doença de Alzheimer:

Ginkgo Biloba: O Ginkgo Biloba é rico em antioxidantes, conhecidos como terpenoides, que impedem os danos aos órgãos e ajudam na saúde cardíaca. Trata circulação de sangue  e aumenta a memória. Além disso, o consumo regular de Ginkgo Biloba é de suma importância para prevenir a doença de Alzheimer e parkison.

 

Alecrim: O alecrim é uma planta perene com folhas em formato de agulhas. Ela tem sido utilizada há séculos por causa de seus poderosos efeitos na melhoria da memória. Uma equipe da Universidade de Northumbria fez uma experiência com o objetivo de examinar o efeito do óleo de alecrim na memória futura.

Sessenta dos participantes passaram um tempo em salas cheias de cheiro de alecrim e dois outros tipos de óleos. Após um certo período, os pesquisadores fizeram muitos testes para verificar sua memória. Os resultados mostraram que aqueles que foram expostos à infusão de óleo de alecrim sofreram melhorias consideráveis, devido a um composto conhecido como cineol.

Ginseng: O ginseng possui poderosas propriedades anti-inflamatórias, que melhoram o humor e estimulam o cérebro. O ginseng do tipo asiático, ou panax ginseng, possui uma maior quantidade de componentes medicinais.

O uso de suplementos de ginseng por 3 meses por paciente com doença de Alzheimer, proporciona uma ótima melhoria nas funções cognitivas. Esta erva também pode ser usada como uma alternativa natural e segura no tratamento de distúrbios.

Hortelã-Pimenta: A hortelã contém numerosos efeitos na saúde, como uma melhora da respiração e alivia problemas no estômago. As folhas de hortelã podem ser mastigadas ou tomadas como chá. Foi realizado um estudo onde constatou-se os efeitos da inalação de aroma de menta, cujo pode apoiar a função cerebral e melhora as capacidades de raciocínio, resolução de problemas, julgamento e memorização.

Chá Verde: 

Outra excelente erva é o chá verde. Não é segredo que o chá verde tenha ajudado as pessoas a permanecerem mentalmente afiadas durante séculos. Alguns estudos mostraram que o chá verde poderia prevenir a doença de Alzheimer protegendo o cérebro da formação de placas beta-amilóides.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.