Benefícios das Plantas

5 ervas que podem prevenir a doença de alzheimer!

ervas que podem prevenir a doença de alzheimer

Estas são as ervas que podem prevenir a doença de alzheimer que você talvez não conheça, um estilo de vida agitado nos dias de hoje, implica em um estresse constante em nossos corpos e mentes. Por outro lado, nossos cérebros precisam processar muitas informações novas diariamente, e estamos expostos a radiações eletromagnéticas.

Portanto, numerosas pessoas sofrem de distúrbios do sono, níveis elevados de ansiedade e suscetibilidade à depressão. As ervas atuam como um remédio, portanto, podem ser uma grande arma para combater esses males.

ervas que podem prevenir a doença de alzheimer
ervas que podem prevenir a doença de alzheimer

Atualmente, o número de pessoas que sofrem de doenças mentais e de Alzheimer aumenta dramaticamente. No entanto, a prevenção e tratamento a longo prazo desses problemas de saúde é definitivamente uma mudança no estilo de vida.

Ervas que podem te proteger da doença de alzheimer:

1. Ginkgo biloba:

O Ginkgo Biloba é rico em antioxidantes, conhecidos como terpenoides, que impedem os danos aos órgãos e ajudam na saúde cardíaca. Trata circulação de sangue  e aumenta a memória. Além disso, o consumo regular de Ginkgo Biloba é de suma importância para prevenir a doença de Alzheimer e parkison.

2. Alecrim:

O alecrim é uma planta perene com folhas em formato de agulhas. Ela tem sido utilizada há séculos por causa de seus poderosos efeitos na melhoria da memória. Uma equipe da Universidade de Northumbria fez uma experiência com o objetivo de examinar o efeito do óleo de alecrim na memória futura.

3. Ginseng: 

O ginseng possui poderosas propriedades anti-inflamatórias, que melhoram o humor e estimulam o cérebro. O ginseng do tipo asiático, ou panax ginseng, possui uma maior quantidade de componentes medicinais.

O uso de suplementos de ginseng por 3 meses por paciente com doença de Alzheimer, proporciona uma ótima melhoria nas funções cognitivas. Esta erva também pode ser usada como uma alternativa natural e segura no tratamento de distúrbios.

4. Hortelã-pimenta:

A hortelã contém numerosos efeitos na saúde, como uma melhora da respiração e alivia problemas no estômago. As folhas de hortelã podem ser mastigadas ou tomadas como chá. Foi realizado um estudo onde constatou-se os efeitos da inalação de aroma de menta, cujo pode apoiar a função cerebral e melhora as capacidades de raciocínio, resolução de problemas, julgamento e memorização.

5. Chá verde: 

Outra excelente erva é o chá verde. Não é segredo que o chá verde tenha ajudado as pessoas a permanecerem mentalmente afiadas durante séculos. Alguns estudos mostraram que o chá verde poderia prevenir a doença de Alzheimer protegendo o cérebro da formação de placas beta-amilóides.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

16 comentários

  • […] pode melhorar a função do sistema nervoso. É eficaz para reduzir a incidência de doença de Alzheimer ou […]

  • […] da atividade osteotrópica nos ossos. Também tem papel importante em pacientes com doença de Alzheimer, limitando as lesões neuronais no […]

  • […] saudável do nervo, reduz a insônia, ajuda a curar a gengivite, melhora a memória, previne a doença de Alzheimer, reduz os defeitos de nascimento e ajuda a curar a […]

  • […] normal do indivíduo e a Perda de Memória progressiva ou extrema, devido a doenças tais como Alzheimer e […]

  • […] Jejum Intermitente pode levar a uma melhor função cerebral e menor risco de câncer e doença de Alzheimer, mas essas alegações têm menos evidências de apoio, disse […]

  • […] Um estudo de 2011 descobriu que o Ácido Fúlvico tem várias propriedades antioxidantes e nutracêuticas com atividade potencial de proteger as deficiências cognitivas, incluindo a doença de Alzheimer. […]

  • […] e falta de foco ou até mesmo o aparecimento de condições mais graves, como demência e doença de Alzheimer. Beber deste chá rico em antioxidantes pode reduzir o risco de desenvolver estes problemas à […]

  • […] as folhas ainda podem estimular e melhorar a aptidão para memorizar, se ingeridas regularmente. O Alzheimer causa efeitos que podem prejudicar o rendimento e comprometer a capacidade de memorização, por […]

  • […] de inflamações dos neurônios, prevenindo doenças degenerativas como Alzheimer e […]

  • […] no cérebro, que está ligada ao surgimento de doenças degenerativas. Além disso, como o mal de Alzheimer. Esse benefício está ligado à presença de ômega 3 e de nutrientes como cálcio e fósforo, […]

  • […] tem o potencial de ajudar as pessoas com doença de Alzheimer. Os Benefícios encontrados também protegem as células do cérebro e evita uma maior […]

  • […] livres são responsáveis pelo envelhecimento precoce, causam doenças degenerativas como o Alzheimer e favorecem o desenvolvimento de […]

  • […] curcumina contém um produto químico que reduz as placas no cérebro que estão relacionadas à doença de Alzheimer e a torna uma das especiarias que ajudam a ser mais esperto. Também melhora a memória e tem […]

  • […] seu corpo. A inflamação quando não tratada pode levar a problemas graves como doença cardíaca, doença de Alzheimer e câncer. Além do estresse e toxinas ambientais, certos alimentos também podem atuar como […]

  • […] do risco de câncer de mama em mulheres, mantém a depressão afastada, diminui o risco de doença de Alzheimer, protege o pâncreas da pancreatite aguda, previne problemas hepáticos e colite ulcerativa. O […]

  • […] que ajuda a reparar as células danificadas. Então, consumir este chá pode reduzir o risco de Alzheimer e pode combater a deterioração do […]

Deixe um comentário