Biblioteca de Nutrientes

Betaína – o que é, benefícios e efeitos colaterais!

betaína

A betaína é um suplemento que tem recebido muita atenção nos últimos tempos, embora os especialistas tenham conhecimento disso há algum tempo. Este tipo de suplemento ganhou muito espaço quando se trata de apoiar nossos treinos.

Betaína: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais
betaína

A betaína, também conhecida como trimetilglicina, é um aminoácido encontrado em vários alimentos, como BeterrabaEspinafre e Quinoa. É responsável por realizar duas funções importantes no organismo: agir como doador de metila e como osmólito, um importante processo fisiológico para evitar desequilíbrios de fluidos que podem causar a morte celular.

Aparentemente, pode apoiar na construção de massa muscular, composição corporal e desempenho. No entanto, como com todos os suplementos, é importante ser claro de que maneira você pode se beneficiar.

O que é betaína?

A betaína é uma substância natural que é extraído a partir de Beterraba de açúcar. Também é conhecido sob o nome de trimetilglicina. É um agente de metilação, que é frequentemente usado no campo da medicina no tratamento de homocistinúria e hiper-homocisteinemia. Estas condições estão frequentemente associadas ao aumento do risco cardiovascular. Está disponível no mercado como suplemento alimentar ou como droga real e pele.

É, portanto, capaz de diminuir os níveis de homocisteína no sangue. Além disso, é possível associar o ácido fólico, Vitamina B12 e B6.

Para que serve betaína:

Para ajudar a diminuir os níveis elevados de homocisteína. Quando elevado de homocisteína está relacionada com a doença coronária do coração, enfarte do miocárdio, vascular periférica (trombose venosa, por exemplo), osteoporose, depressão, artrite reumatoide, defeitos no tubo neural do embrião, abortos espontâneos, declínio cognitivo relacionado com a idade, demência senil e Alzheimer.

Os níveis de homocisteína podem ser vistos em exames de sangue, embora devam ser especificamente declarados, uma vez que não aparecem em testes de rotina.

Fígado gorduroso: é um distúrbio bastante frequente na nossa sociedade. Geralmente está associada à obesidade e resistência à insulina. O fígado está cheio de gordura e não consegue desempenhar bem as suas funções. Geralmente é detectado pelo aumento das enzimas hepáticas nos exames de sangue.

Neste caso, é usada como agente lipotrópico, isto é, ajuda a catabolizar a decomposição de gordura, pois para este processo são necessários metílicos que a betaína produza generosamente.

Benefícios da betaína para saúde:

Cada uma das funções que explicamos da betaína está diretamente associada a uma série de benefícios para a saúde dos indivíduos. Uma pessoa com uma porcentagem adequada desse nutriente terá:

  • Menor risco de apresentar patologias gastrointestinais. Seu nível de acidez necessário para uma boa digestão será regulado.
  • Diminuição da gordura que afeta o fígado. Combate os excessos ao redor para mantê-lo livre.
  • Artérias e sistema cardiovascular mais saudável pelo trabalho dos metilos. O sangue pode circular sem interrupções.
  • Maior força muscular e força. Ao produzir uma maior quantidade de óxido nítrico, é possível aumentar os níveis de resistência e força nas atividades físicas.
  • Reduz o risco de doença cardiovascular.

Principais fontes alimentares de betaína:

Porque todo mundo precisa de uma quantidade diferente de betaína, dependendo de suas necessidades, e não há nenhuma recomendação estabelecida para a ingestão de betaína neste momento, as percentagens diárias não são mostradas para as fontes de alimentos abaixo. No entanto, tenha em mente que a maioria das pessoas deve obter entre 650-2.000 miligramas de betaína por dia.

Aqui estão 12 das melhores fontes de alimentos ricos nos benefícios da betaína:

Precauções:

A pesar dos seus inúmeros benefícios, pode apresentar alguns efeitos secundários leves que podem incluir náuseas ou desconforto no estômago. Ela não é apta para crianças. Se estiver a tomar algum tipo de medicamento é melhor consultar com o seu médico antes de consumir betaína para maior precaução.

Efeitos colaterais da betaína:

Obtenha ajuda médica de emergência se tiver sinais de uma reação alérgica: urticária; dificuldade ao respirar; inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Ligue para o seu médico imediatamente se você tiver:

  • Além disso, fraqueza muscular;
  • problemas de memória;
  • Além disso, mudanças em seu estado mental;
  • mudanças de visão;
  • Além disso, problemas com fala, equilíbrio ou andar;
  • diminuição da consciência; ou
  • Além disso, corpo incomum ou desagradável ou mau hálito.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe um comentário