Sintomas

11 sinais precoce de que você pode estar com coronavírus!

cansaço é sintoma de coronavírus

Os sinais precoce de que você pode estar com coronavírus e você nem estar percebendo porque os sintomas estão muitos leves. Alem disso, no momento, todas as notícias, programas de entrevistas e memes estão centrados no coronavírus (COVID-19).

Com tanto foco nisso, é fácil ficar louco e pensar que você está infectado quando sente a menor dor de cabeça.

cansaço sintoma coronavírus
cansaço é sintoma de coronavírus

Veja esses sinais precoce de que você pode estar com coronavírus, com os sintomas que está apresentando. Nota: Você não precisa ter todos esses sintomas para estar infectado; verifique com seu médico para ter certeza.

Sinais precoce de que você pode estar com coronavírus:

1. Cansaço:

Como muitos outros vírus, o COVID-19 pode destruir completamente sua energia. Se você estiver se sentindo incomumente cansado, pode ser um sinal sutil de que você contraiu o vírus.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) , 44% a 70% dos pacientes com coronavírus relataram fadiga como um sintoma comum que experimentaram quando contraíram o vírus.

Se você simplesmente ficou acordado até tarde assistindo seu programa favorito ou não dormiu bem porque bebeu muito uísque, sua fadiga é explicável.

Se você não conseguir explicar sua fadiga de corpo inteiro, verifique-a com os seguintes sintomas de COVID-19.

2. Tosse seca:

O CDC relata uma tosse seca como um sintoma comum do coronavírus e 59% a 82% dos pacientes diagnosticados com o vírus acham que ele vem com tosse seca.

De acordo com Lisa Maragakis, do Sistema de Saúde Johns Hopkins, o vírus “viaja para o fundo das passagens nasais e para as membranas mucosas no fundo da garganta”.

tosse sinal coronavírus
tosse é sinal de coronavírus

É isso que causa uma tosse seca instantânea assim que você é infectado pelo vírus. Lembre-se de que as alergias também podem causar tosse seca; portanto, não tire conclusões precipitadas de que você foi infectado se esse for o único sintoma que você tiver.

3. Falta de ar:

Cerca de 31% a 40% dos pacientes diagnosticados com coronavírus apresentaram falta de ar. De acordo com a Clínica Mayo, uma falta de ar pode ser descrita como um “aperto intenso no peito, fome de ar, dificuldade em respirar, falta de ar ou sensação de asfixia”.

Você pode sentir falta de ar ao se exercitar intensamente ou se estiver sentindo ansiedade ou um ataque de pânico.

faltar de ar sintoma coronavirus
sintoma do coronavírus

No entanto, se você não consegue recuperar o fôlego e não há razão para isso, pode ter sido infectado com coronavírus.

4. Febre:

A febre é o sintoma mais comum para aqueles diagnosticados com coronavírus. 83% a 99% dos pacientes com COVID-19 relatam ter febre.

De acordo com a Harvard Medical School , você tem febre se a temperatura do seu corpo for de 100,4 ° Fahrenheit ou superior.

febre sintoma coronavirus
febre é sintoma de coronavírus

Você também pode sentir “calafrios, sudorese, dores musculares, náusea e fraqueza”. Seu corpo desenvolve febre quando está trabalhando duro para combater uma infecção ou inflamação.

Sua febre pode ser um sinal de que você está com gripe ou um sintoma de COVID-19. Ligue para o seu médico se você tiver febre para poder fazer o teste para o vírus.

5. Cheiro:

Se você não sentir o cheiro de sua torrada queimando ou café nesta manhã, pode ser motivo de preocupação.

Um dos sintomas mais sutis e relatados recentemente, associados ao coronavírus, é a perda do olfato, também chamada de anosmia.

Esse sintoma foi descoberto pela Academia Americana de Otorrinolaringologia – Cirurgia de Cabeça e Pescoço quando médicos descobriram que muitos que apresentaram resultado positivo para o vírus perderam a capacidade de cheirar.

“Na Coréia do Sul, onde os testes têm sido mais difundidos, 30% dos pacientes com testes positivos tiveram anosmia como o principal sintoma de apresentação em casos leves.”

A organização não se surpreende com as descobertas, uma vez que infecções virais ou respiratórias como o coronavírus causam perda de olfato.

De fato, cerca de 40% dos casos de anosmia estão relacionados de alguma forma a uma infecção viral. Se você notou alterações na sua capacidade de cheirar, pode ser um dos sinais precoce de que você pode estar com coronavírus.

6. Conjuntivite:

Conjuntivite, também pode ser um sinal de infecção por coronavírus, embora seja raro. De acordo com a Academia Americana de Oftalmologia, 1% a 3% dos pacientes diagnosticados com COVID-19 também tinham olho rosa viral.

A Academia alerta que pacientes com conjuntivite e “que também apresentam febre e sintomas respiratórios, incluindo tosse e falta de ar, e que viajaram recentemente internacionalmente, principalmente para áreas com surtos conhecidos (China, Irã, Itália e Coréia do Sul, ou para hotspots nos Estados Unidos) ou com familiares recentemente retornados de uma dessas áreas, podem representar casos de COVID-19 “.

Se você contrair conjuntivite e tiver outros sintomas, pode ter sido infectado pelo vírus. Se você estiver sob alto risco de complicações virais, tiver febre ou falta de ar, ligue para o seu médico.

7. Problemas de estômago:

Outro sintoma sutil comum em pacientes com coronavírus é náusea ou diarreia. Um estudo publicado analisou os sintomas de mais de 200 pessoas que foram diagnosticadas com COVID-19.

dor de estomago sinal de coronavirus
dor de estomago é sinal de coronavírus

Cerca de metade desses pacientes afirmou ter problemas estomacais, incluindo diarreia, náusea ou ambos.

Se você estiver com náuseas ou com diarreia, pode significar que você exagerou nos lanches de quarentena.

No entanto, se esse sintoma for associado a outros sintomas do coronavírus, como tosse seca, é um dos sinais precoce de que você pode estar com coronavírus.

8. Perda no seu paladar:

Se estiver com problemas para provar sua comida, também pode ser um sinal de uma infecção respiratória ou viral, como o coronavírus.

Uma perda no seu paladar, chamada disgeusia, está relacionada à perda do olfato, que também é um sintoma recém-diagnosticado do vírus.

Embora não seja um sintoma primário do coronavírus, a Dra. Rachel Kaye, professora assistente de otorrinolaringologia da Rutgers New Jersey Medical School, afirma que muitos pacientes que ela viu que mais tarde tiveram positivo para o coronavírus estavam reclamando que “tudo tem gosto de papelão”.

Depois de analisar muitos casos, a Academia Americana de Otorrinolaringologia confirma: “Evidências anedóticas estão se acumulando rapidamente em sites de todo o mundo que anosmia e disgeusia são sinais precoce de que você pode estar com coronavírus.

Se você perdeu o paladar, pode simplesmente significar que você está lidando com alergias ou resfriado comum. Mas é melhor prevenir do que remediar e ficar longe de amigos ou entes queridos.

9. Nariz escorrendo:

Geralmente, congestão sinusal ou coriza são sinais de que você está lidando com alergias, um resfriado comum ou uma infecção sinusal. Um corrimento nasal geralmente não é um sintoma de coronavírus em adultos.

nariz escorrendo
nariz escorrendo sinal coronavírus

No entanto, esse sintoma leve pode ser mais comum em crianças infectadas pelo vírus. De acordo com o CDC , “crianças com COVID-19 confirmado geralmente apresentam sintomas leves.

Os sintomas relatados em crianças incluem sintomas do tipo resfriado, como febre, coriza e tosse“.

10. Dores no corpo:

Dores no corpo e dores musculares geralmente acompanham a febre. Se você sabe que está com febre, não é surpresa que também sinta alguma fraqueza muscular.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 15% dos pacientes diagnosticados com coronavírus sofreram dores no corpo ou dores nas articulações.

As dores no corpo podem ser um sinal de que você está lidando com outra doença, como a gripe, ou que foi infectado pelo vírus.

Se estiver acompanhado de outros sintomas, como febre e tosse seca, entre em contato com o seu médico.

11. Gripe:

No geral, os sintomas do coronavírus são semelhantes aos que você experimentaria se pegasse a gripe.

Segundo o Dr. Jake Duetsch , fundador e diretor clínico da Cure Urgent Care, “em termos de diferenciação entre gripe e COVID-19, pode ser quase impossível distinguir.

Febres, dores no corpo, tosse e espirros podem ser igualmente atribuídos a os dois, então isso realmente significa que, se há uma preocupação com a gripe, há uma preocupação com o COVID-19 “.

Se você está tendo esses sintomas e não tem certeza se é gripe ou vírus, é melhor prevenir do que remediar.

Ligue para o seu médico para discutir se você precisa fazer o teste de coronavírus ou se deve colocar em quarentena.

E para superar essa pandemia da maneira mais saudável, não perca essas 50 coisas que você nunca deve fazer durante a pandemia de coronavírus.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário