Os 5 Principais Sintomas do Cálculo Renal

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Os Principais Sintomas do Cálculo Renal que não devem ser ignorado. Além disso, a pedra no rim, também conhecida como Cálculo Renal ou litíase renal, é uma doença muito comum, causada pela cristalização de sais mineiras presentes na urina. Além disso, a crise de cólica renal é um dos eventos mais dolorosos que um paciente pode experimentar durante a vida. A dor causada pelo Cálculo Renal é muitas vezes descrita como sendo pior do que a de um parto, fratura óssea, ferimentos por arma de fogo ou queimaduras.

Sintomas do Cálculo Renal

Causas dos Cálculos Renais: As pedras nos rins são formadas quando a urina apresenta quantidades maiores que o normal de determinadas substâncias, como Cálcio, oxalato e ácido úrico ou que têm uma diminuição na quantidade de alguns fatores que impediriam a aglomeração desses cristais como por exemplo o citrato. Essas substâncias podem se precipitar e formar pequenos cristais que, depois, vão se aglutinar e se transformarão em pedras. Então, confira Os 5 Principais Sintomas do Cálculo Renal:

Sintomas do Cálculo Renal:                                 

  • Cólica que começa na região lombar e migra para outras áreas
  • Dor no baixo ventre
  • Sangue na urina
  • Náuseas e vômito
  • Vontade e fazer xixi a toda hora

Fatores de Risco: 

  • Sexo masculino (o problema atinge três vezes mais os homens, sobretudo entre os 20 e os 40 anos)
  • Abuso de sal na alimentação
  • Ingestão em excesso de alimentos ricos em Cálcio e proteínas
  • Pouco líquido na dieta
  • Altas temperaturas (muita transpiração e falta de hidratação adequada deixam a urina mais concentrada, aumentando a aglomeração das partículas)
  • Obesidade
  • Hipertensão
  • Predisposição genética

Tratamento do Cálculo Renal: Quando é pequena, a pedra costuma ser expelida naturalmente. Basta aumentar a quantidade de líquido ingerido ou, caso o médico ache necessário, injetado na veia. A partir de 1 centímetro de diâmetro, procedimentos entram em ação para fragmentar o Cálculo Renal e viabilizar sua eliminação. Uma das opções é a litotripsia extracorpórea, a menos agressiva para o organismo. Nela, ondas eletromagnéticas destroem o material sólido.

Na tradicional técnica percutânea, é feita uma incisão nas costas do paciente e um aparelho penetra na pele até atingir o rim para retirar o Cálculo Renal. O procedimento exige internação de até cinco dias para recuperação.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Chá de Alho Para Infecção das Amígdalas

Remédio Caseiro Para Limpar o Fígado