Óleo de Orégano em Cápsulas: Para que Serve? Há Efeitos Colaterais?

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Óleo de Orégano em Cápsulas: Para que Serve? Há Efeitos Colaterais?
4.8 (96.04%) 197 votos

Óleo de Orégano em Cápsulas: Para que Serve? Há Efeitos Colaterais? Bem, em sua forma nativa, o orégano é uma planta herbácea com pequenas flores roxas. Estas flores são tão deliciosas e atraentes para as abelhas que é recomendado plantá-las em jardins de polinizadores para atrair abelhas e borboletas.

Além disso, as folhas secas da planta têm muitos usos culinários, especialmente na culinária mediterrânea. Os gregos e os turcos usam-na de várias maneiras para dar sabor aos alimentos.

oleo de Oregano em CapsulasProvavelmente, o uso culinário mais conhecido é na comida italiana. É uma das principais ervas usadas em muitas pizzas e em molho de macarrão. Também tem sido utilizado como medicamento tradicional há centenas de anos.

Claramente, a erva seca em si oferece benefícios substanciais, mas o óleo concentra os benefícios para a saúde e o perfil do sabor. Isto significa que uma quantidade muito pequena é extremamente potente e pode produzir resultados incríveis.

Óleo de Orégano em Cápsulas:

Cada frasco de Óleo de Orégano em Cápsulas contém 30 comprimidos naturais garantido numa base de azeite biológico extra virgem certificado e prensado a frio. Pode ser usado como um tônico para a saúde geral.

Ingredientes: Azeite de oliva extra virgem certificado, óleo de orégano orgânico certificado (Origanum vulgare) encapsulado em Vegicaps.

Dosagem do Óleo de Orégano em Cápsulas:

Adultos – tome uma cápsula por dia ou conforme prescrito pelo seu profissional de saúde. Não é adequado para crianças menores de 12 anos, a menos que indicado pelo seu médico.

Posso Tomar Muito Óleo de Orégano em Cápsulas?

Sim! o Óleo de Orégano em Cápsulas é compostos de substâncias químicas naturais altamente concentradas. Mesmo ervas e formas naturais de muitas plantas só são benéficas em pequenas quantidades. Isto é verdade para o óleo de orégano. Por favor, não exceda as doses recomendadas.

O ditado “menos é mais” está em ação aqui. O fígado deve processar o óleo de orégano e ficará sobrecarregado se uma quantidade muito grande for tomada. Pessoas que usam quantidades excessivas de álcool regularmente ou que tomam 3 ou mais medicamentos prescritos devem evitar o uso de Óleo de Orégano.

Devo Beber Muita Água Quando Tomo o Óleo de Orégano em Cápsulas?

Sim. A água ajuda a liberar as toxinas deixadas pelos patógenos mortos (bactérias, cândida, parasitas etc.) do corpo. É importante beber 8-12 copos de água por dia para manter uma boa saúde.

Orégano em Cápsulas

O Óleo de Orégano em Cápsulas Ajuda a Prevenir Infecções?

Sim. Use o Óleo de Orégano em Cápsulas com sabão para lavar as mãos ou a pele após a exposição a banheiros públicos ou contato próximo com outras pessoas, como apertar as mãos, beijar ou ambientes lotados como salas de aula, aviões, ônibus, etc. Você também pode inalar o óleo ou esfregá-lo as gengivas. Evite as membranas mucosas e outras áreas sensíveis da pele.

Óleo de Orégano em Cápsulas pode ser adicionado à água pulverizado ao redor da casa para matar bactérias, fungos e vírus no ar. Use uma ou duas gotas e esponja ou pano úmido para limpar balcões de cozinha, pias, fogões e geladeiras para matar micróbios.

Efeitos Colaterais do Orégano Para Saúde:

  • Distúrbios Hemorrágicos: O orégano pode aumentar o risco de hemorragia em pessoas com distúrbios hemorrágicos;
  • Alergias: O orégano pode causar reações em pessoas alérgicas às plantas da família Lamiaceae, incluindo manjericão, hissopo, lavanda, manjerona, hortelã e sálvia;
  • Diabetes: orégano pode reduzir os níveis de açúcar no sangue. Pessoas com diabetes devem usar orégano com cautela;
  • Cirurgia: Orégano pode aumentar o risco de hemorragia; As pessoas que usam orégano devem parar duas semanas antes da cirurgia.
0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *