Microcefalia – O que é, Causas e Tratamento

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Microcefalia – O que é, Causas e Tratamento
4.8 (95.94%) 138 votos

Microcefalia – O que é, Causas e Tratamento que não devem ser ignorado pois é preciso estar atento. Além disso, a Microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, o que prejudica o seu desenvolvimento mental, porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça e desenvolva suas capacidades normalmente.

MicrocefaliaO que é Microcefalia: Microcefalia é uma condição neurológica rara em que a cabeça e o cérebro da criança são significativamente menores do que os de outras da mesma idade e sexo. A Microcefalia normalmente é diagnosticada no início da vida e é resultado do cérebro não crescer o suficiente durante a gestação ou após o nascimento. Crianças com Microcefalia têm problemas de desenvolvimento. Não há uma cura definitiva para a Microcefalia, mas tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e qualidade de vida. A Microcefalia pode ser causada por uma série de problemas genéticos ou ambientais.

Causas da Microcefalia: As causas da Microcefalia podem incluir doenças genéticas ou infecciosas, exposição a substâncias tóxicas ou desnutrição. Algumas situações que podem provocar microcefalia podem ser:

  • Malformações do sistema nervoso central;
  • Diminuição do oxigênio para o cérebro fetal: algumas complicações na gravidez ou parto podem diminuir a oxigenação para o cérebro do bebê;
  • Exposição a drogas, álcool e certos produtos químicos na gravidez;
  • Desnutrição grave na gestação;
  • Fenilcetonúria materna;
  • Rubéola congênita na gravidez;
  • Toxoplasmose congênita na gravidez;
  • Infecção congênita por citomegalovírus.

Tratamento Para Microcefalia: O tratamento da Microcefalia não cura a doença, porém ajuda a reduzir as consequências no desenvolvimento mental da criança.
Uma das possibilidade de tratamento é fazer uma cirurgia para separar ligeiramente os ossos do crânio, nos 2 primeiros meses de vida, para evitar a compressão do cérebro que impede seu crescimento.

Quando além da Microcefalia a criança possui hidrocefalia, que é a presença de líquido dentro do cérebro, também existe a possibilidade de colocar um dreno para controlar esse líquido.

Além disso, pode ser necessário usar medicamentos que ajudam o dia a dia da criança, que atuam diminuindo os espasmos musculares e melhoram a tensão dos músculos. A fisioterapia é indicada e pode ajudar no desenvolvimento físico e mental e por isso quanto mais estímulo dentro da fisioterapia a criança tiver, melhores serão os resultados. Assim, é recomendado fazer o maior número de sessões de fisioterapia por semana.

Além disso, as injeções de Botox em determinados músculos dos braços ou pernas podem ser úteis para diminuir a contração muscular involuntária e melhorar o cuidado diário com o bebê e até mesmo as sessões de fisioterapia. Entenda como o Botox atua e porque ele é indicado em caso de Microcefalia aqui.

O médico que acompanha os portadores de Microcefalia são o pediatra e o neurologista, mas outros profissionais da saúde também são necessários como psicólogo, dentista, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista. Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *