Cloroquina – O que é, Para que Serve e Efeitos Colaterais!

Cloroquina – O que é, Para que Serve e Efeitos Colaterais que pode causar no organismo. Além disso, a cloroquina é um dos medicamentos antimaláricos mais antigos e mais conhecidos.

Cloroquina
Cloroquina

A cloroquina existe há décadas. Não é mais recomendado em grande parte da África por causa da resistência acumulada pelos parasitas da malária.

Alguns países introduziram regulamentos para coibir o uso da droga, mas ela continua popular naqueles com um mercado ativo de drogas do setor privado e é vendida amplamente.

Para que serve Cloroquina?

A cloroquina é indicada para tratamento da malária e amebíase hepática. Além disso, este medicamento também pode ser usado para o tratamento da artrite reumatoide, lúpus e doenças que provocam sensibilidade dos olhos à luz.

Como Usar Cloroquina?

A posologia de cloroquina depende da doença que se pretende tratar:

Malária:

Em crianças entre 1 e 2 anos, a dose recomendada é de um comprimido em dose única, dos 3 a 6 anos, a dose recomendada é de um comprimido por dia, durante três dias e dos 7 aos 11 anos, a posologia indicada são dois comprimidos no primeiro dia e um comprimido e meio no segundo e no terceiro dia.

Para pessoas com 15 anos ou mais, a dose recomendada é de quatro comprimidos no primeiro dia e três comprimidos no segundo e no terceiro dia. O tratamento da malária causada por P. vivax e P. ovale com cloroquina deve ser associado com a primaquina, durante 7 dias.

Lúpus eritematoso e artrite reumatoide:

A dose máxima recomendada em adultos é de 4 mg/Kg por dia, durante um a seis meses, dependendo da resposta do tratamento.

Amebíase hepática

A dose recomendada em adultos é de 600 mg de cloroquina no primeiro e segundo dias, seguidos de 300 mg por dia, por duas a três semanas.

Em crianças, a dose recomendada é de 10 mg/Kg/dia de cloroquina, durante 10 dias ou a critério médico.

Efeitos Colaterais da Cloroquina:

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso de cloroquina são dor de cabeça, enjoo, vômitos, diarreia, dor de barriga, coceira, irritação e manchas avermelhadas na pele.

Além disso, pode também ocorrer confusão mental, convulsões, queda da pressão sanguínea, alterações no electrocardiograma e visão dupla ou borrada.

Como funciona Cloroquina?

A cloroquina tem efeito contra o ataque agudo da malária causada por algumas espécies de Plasmodium, que é um protozoário causador da malária, sendo eficaz contra P.vivax, P.malarie e P.ovale.

Este medicamento atua rapidamente, controlando os sintomas clínicos e a infecção e reduzindo a febre em cerca de 24 a 48 horas.

A cloroquina tem também ação contra a inflamação e ação tóxica contra a E. histolytica, que é um protozoário causador da amebíase hepática.

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valéria Carneiro

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
Geleia Real

Geleia Real – Um Meio Natural de Aumentar a Imunidade!

Esta Bebida Derrete a Gordura da Barriga em Apenas 2 Semanas!