Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Saúde dos Olhos

As 3 Dicas de Como Cuidar da Saúde dos Olhos

As 3 Dicas de Como Cuidar da Saúde dos Olhos que devemos saber. Além disso, os cuidados com a visão estão entre as necessidades básicas de saúde que nem sempre são levadas a sério pela maioria das pessoas. Pesquisas mostram que a procura por um oftalmologista ocorre, em grande parte dos casos, apenas quando já foi detectado algum problema de visão, quando o correto seriam visitas regulares ao médico para a prevenção. Estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que hoje existe 6,5 milhões de pessoas no Brasil com deficiência visual, sendo 1,1 milhão cegas e o restante com baixa visão.

E a tendência é esse número aumentar até 2020. Neste artigo, mostramos quais os principais problemas de visão existentes e quais os fatores de risco para desenvolvê-lo destacamos os tratamentos e as formas de prevenção. Esta revista tem caráter informativo e se baseia em dados seguros e consultorias a profissionais especializados, com o intuito de se tornar uma referência para a prevenção de doenças e a conscientização sobre cuidados com a saúde.

No entanto, ela não substitui o acompanhamento médico e psicológico. Para saber mais, procure um especialista, ok? A saúde da visão depende de cuidados ao longo da vida, que vão da boa alimentação à proteção solar: foque nisto! Então, confira As 3 Dicas de Como Cuidar da Saúde dos Olhos.

Cuidar da Saúde dos Olhos é Essencial em Qualquer Idade: Principalmente após os 40 anos. É que nessa faixa etária a grande maioria das pessoas começa a apresentar certos problemas de visão, causando principalmente pelo envelhecimento do organismo e pela sobrecarga de estímulos.“ Um relatório do Conselho Brasileiro De Oftalmologia (CBO) aponta que os números, que já são alarmantes, tendem a piorar ainda mais. A previsão é que em 2020 o número de cegos no planeta chegue a 76 milhões de pessoas.

No Brasil, existem mais de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo 1,1 milhão cegas, segundo dados do último censo do Instituto Brasileiro Geográfico e Estatística (IBGE). Levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que década dez casos de perda de visão, oito poderiam ser evitados, se detectados precocemente, com visitas periódicas ao oftalmologista.

Muitas doenças ligadas à visão poderiam ser barradas caso as pessoas se atentasse mais aos fatores de riscos e à prevenção. Evitar coçar os olhos, para não causar lesões na córnea; proteger-se de agressões solares com o uso de óculos de sol, chapéus e bonés; e higienizar as mãos antes de lavar os olhos, são alguns deles.

Quando Procurar o Oftalmo: Quem nunca teve uma conjuntivite? Ou já foi afetado por distúrbios de refração, como a miopia, por exemplo? São várias os problemas que podem dificultar ou prejudicar a visão. Nos dias de hoje, além do fator idade e dos ricos ambientais, ainda existe o contato prolongado com aparelhos eletrônicos , como computadores, tablets e smatphones. O uso excessivo de computadores e principalmente de tablets e joguinhos eletrônicos pode gerar uma contratura excessiva do músculo de dentro do olho chamado de músculo ciliar, podendo ocorrer a chamada miopia aguda.

Além disso, assim como qualquer atividade que exija concentração visual significativa, o uso excessivo destes equipamentos está associado à redução de frequência do piscar, piorando a lubrificação dos olhos e deixando-os-ressecados. Em contrapartida, vale ressaltar que algumas doenças não podem ser evitadas. O que a visita regular ao oftalmologista promove é um diagnóstico e auxílio no tratamento e controle do problema.

É possível diagnosticar erros refracionais (miopia, hipermetropia); glaucoma; catarata; Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI); retinopatia diabética, entre outras coisas. O recomendável é fazer uma visita inicial ao especialista a partir dos três anos ou qualquer momento em que os pais notarem algo diferente com relação à visão da criança. O diagnóstico precoce é fundamental. Com ele é possível identificar uma doença ocular em estágio inicial e contribuir de maneira efetiva para o sucesso do tratamento,’ explica o médico.

O Papel da Alimentação: Como ocorre em todo o organismo, com os olhos não seria diferente. A saúde de visão está diretamente ligada à boa alimentação. Escolher alimentos naturais e ricos em nutrientes ajuda a manter este sentido funcionando o mais perfeitamente possível o passa dos anos. Através da ingestão adequada de nutrientes podemos prevenir ou até mesmo evitar em alguns casos o aparecimento de patologias que coloquem em risco a visão.

Ela explica que os olhos são estruturas muitos sensíveis, facilmente afetadas tanto pelo estresse oxidativo a que estão expostas, como pela simples exposição aos raios solares quando ocorre de forma excessiva, e também pela alta concentração de radicais livres no organismo. Há nutrientes benéficos à visão- antioxidante com vitaminas A , Vitamina E , B e ômega 3 -, que previnem o desenvolvimento e evitam a progressão de problemas já existentes, como no caso da Degeneração Macular, Catarata e Olho seco.

Porém há também os que agradam nosso paladar, mas podem prejudicar a saúde ocular por causarem algum dano à saúde geral, como sal, gorduras trans. E saturadas, doces e carboidratos em excesso. Por causarem hipertensão arterial ou aumento dos níveis sanguíneos do colesterol, triglicerídeos e até mesmo glicemia, interferem de forma significativa na visão.

Veja os Casos Mais Frequentes de Problemas na Visão em Cada Fase:

De 0 a 8 anos– ambliopia, anisometropia, doenças infecciosas, retinopatia da prematuridade, catarata congênita, glaucoma congênito e estrabismo.

De 8 a 40 anos– astigmatismo, miopia, hipermetropia e doenças infecciosas.

Acima de 40 anos – presbiopia, catarata, glaucoma, síndrome do olho seco, retinopatia diabética e Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.