Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos Sintomas

Colecistite Aguda – O que é, Sintomas e Tratamentos

Colecistite Aguda – O que é, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Colecistite Aguda é uma das doenças mais frequentes nas emergências em todo o mundo. A obstrução do ducto biliar por um cálculo, em 90% dos casos, leva à inflamação aguda da vesícula na maioria dos casos. Surge uma cólica que logo se transforma em uma dor intensa no hipocôndrio direito, náuseas, vômitos e febre em 70% dos pacientes.

Colecistite Aguda pode tornar-se muito grave e, na maioria dos casos, requer atenção médica imediata. Consulte o seu médico o mais rápido possível se você acha que tem Colecistite Aguda. Esta condição pode tornar-se crônica se persistir por um período prolongado de tempo, ou se você está tendo sintomas recorrentes da inflamação.

Causas da Colecistite Aguda: Qualquer fator que provoque acúmulo de bile na vesícula (estase vesicular) pode determinar a inflamação do órgão, impedindo que ele continue a desempenhar normalmente suas funções, desencadeando a Colecistite Aguda. E, se os cálculos aparecem, o atrito com as paredes acentua cada vez mais a irritação da mucosa.

Se ocorre a estase, a bile não é eliminada e grande quantidade de seus elementos componentes – sais, ácidos e lipídeos – deposita-se sobre as paredes da vesícula. Essa deposição anormal pode ocasionar reações inflamatórias. É frequente que, nas paredes da vesícula inflamada, seja encontrado um depósito anormal de lipídeos, em especial colesterol, associados a ácidos e sais.

Sintomas da Colecistite Aguda: O sintoma de apresentação mais comum da Colecistite Aguda é dor abdominal superior. As seguintes características podem ser relatadas:

  • Sinais de irritação peritoneal podem estar presentes e a dor pode irradiar para o ombro direito ou escápula;
  • A dor geralmente começa na região epigástrica e depois localiza-se no quadrante superior direito (RUQ);
  • A dor pode inicialmente ser cólica, mas quase sempre se torna constante;
  • náuseas e vômitos geralmente estão presentes, e a febre pode ser notada.

Pacientes com Colecistite Aguda calculosa podem apresentar febre e sépsis isoladamente, sem história ou exame físico, achados consistentes com Colecistite Aguda. A colecistite pode apresentar de forma diferente em populações especiais, da seguinte forma:

Idosos (especialmente diabéticos) – Podem apresentar sintomas vagos e sem muitos achados históricos e físicos fundamentais (por exemplo, dor e febre), com ternura localizada o único sinal de apresentação; Pode progredir rapidamente contra a colecistite complicada e sem aviso prévio;

Crianças – podem apresentar sem muitas das descobertas clássicas; Aqueles com maior risco de colecistite incluem aqueles que têm doença falciforme, doença grave, exigência de nutrição parenteral total (TPN) prolongada, condições hemolíticas ou anomalias congênitas e biliares.

Diagnósticos da Colecistite Aguda: Os sintomas da Colecistite Aguda podem assemelhar-se a muitas outras doenças. Portanto, seu médico vai querer saber sobre seu histórico médico, bem como seus sintomas. Ele provavelmente irá verificar o seu abdômen para áreas de inchaços ou concursos, alem de solicitar exames complementares como:

  • Ultrassonografias Abdominais: ondas sonoras para criar uma imagem de seus órgãos.
  • Vilosidades cintilografia é um procedimento que cria uma imagem da porção superior do intestino delgado, fígado, vesícula biliar e ductos biliares.
  • Colangiografia usa corante injetado em ductos biliares para mostrar a vesícula biliar e ductos biliares em um raio-x.
  • Tomografia Computadorizada: imagens informatizadas usadas para criar imagens dos seus órgãos internos.

Se seu médico tiver determinado a presença da Colecistite Aguda, ele também pode solicitar exames de sangue para determinar se há quaisquer outros problemas. Por exemplo, testes de função hepática podem ser anormais com esta condição e verificar contagens de células brancas no sangue.

Tratamentos da Colecistite Aguda: O tratamento da Colecistite Aguda consiste na internação imediata, assim que o problema for diagnosticado, para que o paciente seja cuidado com medicamentos que possam aliviar os sintomas o mais rápido possível.

Em primeiro momento, é feito um tratamento com base em medicamentos, para depois seguir ao processo cirúrgico. Isso acontece para que o paciente não sofra por complicações na cirurgia, se for realizada de imediato. É importante aliviar o sintomas da Colecistite Aguda, realizar exames que possam avaliar as condições clínicas do paciente que passará por uma cirurgia.

Quando a Colecistite Aguda é diagnosticada, o problema e as condições do paciente forem favoráveis ao processo cirúrgico, é importante que ele seja realizado depressa, pois a crise na vesícula pode voltar causando mais dores e complicações ao paciente.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.