Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas Variadas

As 8 Causas Comuns da Menstruação Atrasada

As 8 Causas Comuns da Menstruação Atrasada são simples mas podem causar preocupações em muitas pessoas. Além disso, a Menstruação Atrasada nem sempre é sinal de gravidez, pois outras situações como o excesso de estresse, emoções muito fortes, alterações hormonais ou mesmo o consumo exagerado de cafeína ou de bebidas alcoólicas podem levar ao atraso da Menstruação.

Geralmente, este atraso na Menstruação pode durar desde 3 dias a 1 ou 2 meses, sendo recomendado consultar o médico se a ausência durar mais de 5 dias, para que a causa possa ser identificada e tratada.

Porém, se houve contato íntimo desprotegido alguns dias antes, existe a probabilidade de estar grávida, sendo recomendado fazer um teste de gravidez caseiro que pode ser comprado nas farmácias para saber se está grávida. Então confira agora As 8 Causas Comuns da Menstruação Atrasada:

Síndrome dos Ovarios Polocísticos: Mulheres com ovários policísticos tem a Menstruação irregular, pois uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada é a Síndrome dos Ovarios Polocísticos. É causado pela produção em excesso de androgênios, que são hormônios masculinos e geram ganho de peso irregular. É aconselhado procurar sua ginecologista para o encaminhamento de exames mais profundos.

Outra doença que muito afeta as mulheres é a endometriose. Esta, por sua vez, tem os primeiros sintomas ainda na adolescência ou juventude, ela é a principal causa de infertilidade entre as mulheres e é acompanhada de várias estranhezas no período que antecede o ciclo menstrual regular, como por exemplo dor pélvica, cólica e outros.

Gravidez: Por ser uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada, toda mulher sexualmente ativa que apresenta atraso menstrual deve obrigatoriamente pensar em gravidez. A gravidez deve ser a primeira hipótese a ser destacada, mesmo nas mulheres que referem usar métodos contraceptivos, como camisinha ou pílula anticoncepcional. A cessação da Menstruação costuma ser o primeiro sintoma de uma gravidez. Porém, cerca de 1/3 das grávidas apresenta pequenos sangramentos de escape no primeiro trimestre de gestação, fazendo com que as mulheres achem que a sua Menstruação está vindo normalmente.

Portanto, se a sua Menstruação atrasou alguns dias, e logo depois você apresentou um sangramento vaginal diferente daquele que está habituada a ter durante o período menstrual, uma gravidez ainda pode ser a causa.  A cessação da Menstruação costuma vir antes de qualquer outro sintoma de gravidez. Não espere estar enjoada, com seios aumentados, com desejos alimentares, dor abdominal ou aumento de volume urinário antes de estar sem menstruar. A atraso menstrual, habitualmente, surge tão cedo quanto 3 ou 4 semanas de gravidez, enquanto os outros sintomas costumam surgir somente depois da 4ª ou 5ª semana.

Não há maneira mais segura de se confirmar ou descartar uma gestação em curso do que fazer um teste de gravidez. Os testes atuais já são capazes de identificar uma gravidez com apenas um dia de atraso menstrual. Porém, os exames são mais confiáveis se realizados após 1 semana de atraso. A dosagem do BhCG sanguíneo é o teste mais confiável, mas o teste de gravidez de farmácia é mais fácil de ser feito e apresenta também elevada taxa de acerto.

Doenças do Aparelho Reprodutor: Doenças como ovários policísticos, endometriose, mioma, excesso de prolactina, entre outras, também podem ser uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada, nesses casos é fundamental procurar um médico e fazer um tratamento específico.

Como visto, vários fatores podem interferir no ciclo menstrual feminino causando alterações de fluxo, umas mais e outras menos comuns. Por isso, caso a sua Menstruação atrase por mais de 10 dias, não deixe de procurar um médico, mesmo que o caso seja de gravidez, o acompanhamento médico é indispensável. Cuide-se!

Pílula do dia Seguinte: Se no último mês você tomou a pílula do dia seguinte, como ela tem uma taxa de hormônios em excesso desregula em muito o ciclo menstrual e pode até ter consequências no seu período fértil, por tanto se você só deve calcular novamente a sua tabela após o primeiro dia de Menstruação. E por isso que o uso das pílulas pode ser uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada:

Interrupção da Pílula Anticoncepcional: Mulheres que tomam o anticoncepcional oral de forma correta menstruam de forma bem regular. Porém, se depois de alguns anos de uso da pílula você resolve suspendê-la, é possível que seu ciclo natural demore algum tempo para se normalizar, sendo uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada. Há mulheres que entram em amenorreia e ficam meses sem ovular após a interrupção do anticoncepcional. Eventualmente, a Menstruação irá retornar, não havendo risco de infertilidade. Basta ter paciência que o ciclo ovulatório irá se reorganizar naturalmente dentro de 3 a 6 meses.

Todavia, é bom ressaltar que toda mulher com mais de 3 meses de ausência de Menstruação deve procurar orientação do seu ginecologista. A amenorreia pós-anticoncepcional pode ocorrer em todas as formas de administração, seja implante, injeção ou comprimidos.

Estresse e Ansiedade: O ciclo menstrual não está ligado somente ao sistema reprodutor, mas sim também ao sistema nervoso. O estresse ou a ansiedade podem ser uma das Causas Comuns da Menstruação Atrasada e interferir na produção de hormônios, atrasando ou até mesmo interrompendo o ciclo menstrual em determinado mês.

Quando falamos em stress ou ansiedade, é importante frisar que poder ser várias as causas: desde uma mudança brusca de horário, de rotina, profissão ou até mesmo aquele problema financeiro, profissional, testes de faculdade, entre outros.

Obesidade: Esta Causas Comuns da Menstruação Atrasada é uma variação da situação acima. Mulheres com excesso de peso possuem uma massa de tecido gorduroso grande e acabam por produzir estrogênio além do necessário. O estrogênio é necessário para a ovulação, mas se estiver em excesso acaba inibindo a liberação do óvulo, fazendo com que a mulher tenha períodos anovulatórios. Sem ovular, a mulher não menstrua.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.