Vareniclina – Para que Serve, Indicações e Contraindicação

Revisado por

Drª. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Dicas de Saúde

Vareniclina – Para que Serve, Indicações e Contraindicação
4.8 (95.85%) 130 voto[s]

Vareniclina – Para que Serve, Indicações e Contraindicação. Além disso, A vareniclina é usado para adjuvante na interrupção do tabagismo. Vareniclina é um medicamento comumente usado no tratamento para parar de fumar, pois atua no cérebro, reduzindo a vontade de fumar e os sintomas de abstinência. O uso do tartarato de vareniclina foi aprovado com essa finalidade pela FDA (agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos) em 2006, e chegou ao Brasil um ano depois. Desde então, vem sendo considerado o medicamento mais eficaz entre os tratamentos de primeira linha para cessar o tabagismo. Então, confira Vareniclina – Para que Serve, Indicações e Contraindicação.VareniclinaIndicação da Vareniclina: Normalmente a vareniclina é indicada para tabagistas que já tentaram parar por outros tratamentos medicamentosos sem sucesso ou que, na primeira consulta, o médico acha que tem o perfil de benefício do uso desta medicação como primeira escolha. Existem outras opções medicamentosas como o antidepressivo bupropiona, bem como adesivos e gomas que apresentam nicotina na composição, as situações de escolha entre um e outro medicamento depende da avaliação médica.

Como Funciona a Vareniclina: A vareniclina se liga parcialmente ao receptor da nicotina, com isso ela consegue ao mesmo tempo reduzir a intensidade do desejo pelo cigarro e diminuir os sintomas relacionados à abstinência. Consequentemente, os indivíduos podem atingir e manter a abstinência do cigarro.

Por outro lado, se mesmo o tomando a Vareniclina a pessoa não resiste e fuma um cigarro durante o tratamento, o medicamento tem o potencial de demover a sensação de prazer associada ao fumo e isso ajudará a prevenir um círculo vicioso e fortalecerá o paciente a alcançar o sucesso no tratamento, impedindo que ele sinta prazer nas possíveis escapadas durante o tratamento antitabagista.

Como Usar Vareniclina: A vareniclina é introduzida aos pacientes aos poucos: primeiro apenas uma dose de 0,5 mg por dia, por três dias. Depois, o paciente começa a tomar duas doses de 0,5 mg em momentos diferentes do dia por mais quatro dias, e por fim começa a consumir um comprimido de 1 mg de uma vez, até o final do tratamento. Com isto reduzem-se possíveis efeitos colaterais e facilita que o paciente mantenha aderido ao tratamento.

Efeitos Colaterais Vareniclina: O efeito colateral mais comum da Vareniclina é a náusea (que ocorre em 30% dos pacientes), que é minimizada ingerindo-se a medicação após refeições e com um copo de água. Menos de 6% dos pacientes suspendem a medicação por esta razão. Também é comum os pacientes sentirem náuseas, problemas de sono, constipação, gases e/ou vômitos. Você pode ter problemas de sono, sonhos vívidos e incomuns.

Algumas pessoas podem ter reações cutâneas sérias enquanto estiverem tomando o medicamento, ou mesmo reações alérgicas. Se você tiver estes sintomas ou tiver uma erupção cutânea com descamação ou bolhas na sua boca, suspenda o uso e procure auxílio médico imediatamente.

Contraindicações da Vareniclina: Vareniclina não deve ser utilizado por pacientes menores de 18 anos de idade, grávidas, lactantes e pessoas que tem o hábito de se automedicar. Pessoas com alergia à vareniclina ou outros compostos do medicamento também estou contraindicadas. Pacientes que apresentarem doenças psiquiátricas não estabilizadas devem primeiro tratá-las antes de iniciar o tratamento com Vareniclina.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valéria Carneiro

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Sintomas da Tosse Crônica

Os 15 Principais Sintomas da Tosse Crônica

Metilfenidato

Metilfenidato – Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais