Os 8 Medicamentos Para Tratar a Infecção Vaginal por Fungo

Revisado por

Graduado em Nutrição!

Especialista do Dicas de Saúde

Os 8 Medicamentos Para Tratar a Infecção Vaginal por Fungo
4.8 (95.81%) 329 votos

Os Medicamentos Para Tratar a Infecção Vaginal por Fungo podem ser encontrados com facilidade em farmácias, e são muito eficazes para Tratar a Infecção Vaginal por Fungo. Além disso, esse tipo de infecção é muito comum, mas podem se tornar séria se muito frequentes. Uma Infecção Vaginal por Fungo acontece quando um fungo ou uma levedura, geralmente a Candida albicans, começa a crescer na vagina.

Infecção Vaginal por Fungo

Uma vagina saudável possui diversas bactérias e um número pequenos de células fúngicas. A bactéria mais presente nesse órgão, chamada Lactobacillus acidophilus, é responsável por manter a flora vaginal equilibrada e impedir o crescimento de bactérias e fungos nocivos à vagina. Caso esteja apresentando qualquer um deste sintomas, deve imediatamente procurar um médico.

A Infecção Vaginal por Fungo Pode ser Causada por: A Infecção Vaginal por Fungo geralmente é causada pela Candida albicans, um micro-organismo que está normalmente presente na vagina, juntamente com outras bactérias. Ele também pode ser encontrado na pele e intestino. A vagina naturalmente contém uma mistura equilibrada de leveduras e bactérias, chamada de flora vaginal.

As bactérias Lactobacillus produzem um ácido que desestimula o super crescimento de leveduras na vagina, ajudando assim a manter o equilíbrio da flora vaginal. No entanto, a ruptura desse balanceamento pode resultar num crescimento excessivo de leveduras. Eis as causas:

  • Uso de antibióticos.
  • Gravidez.
  • Diabetes não controlada.
  • Comprometimento do sistema imunológico.
  • Tudo o que muda o tipo e quantidade de bactérias da flora vaginal, tais como duchas vaginais frequentes ou lubrificação inadequada.

Na maioria das vezes, a Infecção Vaginal é causada pelo fungo Candida albicans. No entanto, em alguns casos a infecção pode estar acontecendo por outro tipo de fungo. Estes geralmente respondem mal às terapias convencionais e podem necessitar de tratamento mais agressivo.

A maioria das infecções pode ser transmitida sexualmente, especialmente através do contato sexual oral-genital. No entanto, a infecção por fungos não é considerada uma doença sexualmente transmissível, uma vez que o fungo está presente naturalmente na vagina e também pode ocorrer em mulheres que não são sexualmente ativas.

Sintomas de Infecção vaginal por fungo: Os sintomas de Infecção Vaginal por Fungos podem ser de leves a moderados e incluem:

  • Coceira e irritação na vagina ou entrada na vagina (vulva).
  • Sensação de queimação, especialmente durante o sexo ou ao urinar.
  • Inchaço e vermelhidão na vulva.
  • Dor vaginal.
  • Secreção branca, espessa e livre de cheiro com uma aparência de queijo cottage.

Você pode ter uma Infecção Vaginal por fungo grave se:

  • Tem sintomas graves, como vermelhidão excessiva, inchaço e desenvolvimento de fissuras e feridas por conta da coceira.
  • Tem infecções recorrentes (quatro ou mais por ano).
  • Sua infecção é causada por um tipo de fungo diferente da Candida albicans.
  • Você está grávida.
  • Sua diabetes não está controlada.
  • Tem alguma doença que comprometa o sistema imunológico.

Os Medicamentos Mais Usados Para o Tratamento de uma Infecção Vaginal Causada por Fungos são: Para Infecção Vaginal por Fungo recorrente, o médico pode recomendar o uso de um medicamento contínuo, de forma a manter o equilíbrio da flora vaginal.

A terapia de manutenção dura meses, e geralmente envolve o uso de medicamentos orais. Caso as sejam recorrentes, o médico poderá recomendar um tratamento para seu parceiro ou parceira. Então, confira agora Os 8 Medicamentos Para Tratar a Infecção Vaginal por Fungo:

  • Canditrat.
  • Colpatrin.
  • Fluconazol.
  • Gynazole-2.
  • Gyno-Icaden.
  • Micozen.
  • Nitrato de Isoconazol (creme vaginal).
  • Nitrato de Miconazol (creme vaginal).
Infecção Vaginal por Fungo
Infecção Vaginal por Fungo

Aviso: Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Leandro Almeida

Olá, meu nome é Leandro Cardoso de Almeida sou graduado no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) desde 2011 e Mestre em Nutrição Clínica pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Portugal. Atualmente atendo em consultório particular no Brasil e atuo como editor no site Dicas de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *