Os 5 Principais Sintomas da Osteopenia!

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Os Principais Sintomas da Osteopenia que todos devem ficar atentos. Além disso, a Osteopenia é um problema de saúde causado pela diminuição da densidade dos ossos, que causa fraqueza e aumenta os riscos de fraturas. Existem outras doenças que acometem os ossos que possuem nomes similares, como a já conhecida osteoporose.

Sintomas da Osteopenia

No entanto, a Osteopenia é considerada como um alerta para a osteoporose. É como se fosse o estágio intermediário entre uma pessoa saudável e quem sofre de osteoporose. Por isso é tão importante saber identificar o que facilita a aparição da Osteopenia e como se prevenir de que ela afete a sua saúde precocemente. Então, confira Os 5 Principais Sintomas da Osteopenia:

Sintomas da Osteopenia: A Osteopenia é, normalmente, uma condição assintomática. Sintomas relevantes só começam a surgir quando os ossos estão seriamente comprometidos, nesse estágio o paciente já foi acometido por uma osteoporose.

Os sintomas mais comuns são as fraturas das vértebras por compressão, provocando dor e sensibilidade óssea, redução da estatura e aumento da cifose dorsal. Em alguns casos também podem ocorrer fraturas do colo do fêmur, punho e costelas. E a dor está diretamente associada ao local em que ocorreu o desgaste ósseo ou a fratura.

Causas da Osteopenia: A idade pode ser um fator decisivo para a Osteopenia. Isso porque, com o passar dos anos, as células ósseas são absorvidas mais rapidamente do que o corpo consegue produzir. Quando isso acontece, os ossos vão perdendo minerais e sua estrutura vai enfraquecendo com o tempo, aumentando os riscos de fratura.

É natural que pessoas depois dos trinta e poucos anos comecem a perder massa óssea. Quanto mais fortes forem seus ossos nesta fase, mais tempo vai levar para que eles se enfraqueçam.

Outra questão importante é a alimentação. É fundamental consumir alimentos ricos em cálcio, como laticínios, ovos, sardinha, salmão e alimentos verde escuro como a couve e o brócolis.

Vitamina D também é importante, já que ela é responsável pela absorção dos minerais. No entanto, é muito difícil retirá-la da alimentação, já que as doses de Vitamina D encontrada nos alimentos são bastante reduzidas.

Tomar sol é a melhor forma de manter os níveis de Vitamina D, mas dependendo do seu estilo de vida, isso pode ser difícil. Por isso, cada vez mais as pessoas estão recorrendo ao uso de suplementos de Vitamina D. O sedentarismo é outro fator que influencia no aparecimento da Osteopenia, além do cigarro e do excesso de álcool.

Como Evitar a Osteoporose: O tratamento para Osteopenia deve ser iniciado rapidamente para evitar o desenvolvimento de osteoporose, sendo importante alterar hábitos de vida como fazer atividades física regular e ingerir alimentos ricos em cálcio.

Tratamento Para a Osteopenia: O problema alcança, principalmente, o público feminino. Mulheres de pele branca, magras e baixas estão ainda mais suscetíveis.

O objetivo do tratamento é evitar a degradação do tecido ósseo que poderá levar ao quadro de osteoporose e pode ser realizado com o uso de medicamentos específicos que ajudam a aumentar a absorção do cálcio e sua deposição nos ossos, além da suplementação de cálcio e Vitamina D. Mas o principal tratamento é feito através da adoção de um estilo de vida mais saudável que anule os fatores de risco:

  • Alimentação saudável rica em cálcio e Vitamina D;
  • Prática de atividades físicas regularmente, dando preferência àquelas que possam ser realizadas com exposição ao sol para ajudar na absorção do cálcio;
  • Realização de fisioterapia para ajudar no fortalecimento dos músculos, através de exercícios menos agressivos que diminuem os riscos de fraturas ósseas.
0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Neurodermatite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos!

Dermatofitose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos!