Medicamentos

Origem da hidroxicloroquina e suas funções!

Por Rita Rocha, em 26/03/2020 (atualizado em 20/07/2020)

A origem da hidroxicloroquina e suas funções são muitas, pois, a hidroxicloroquina é um medicamento usado originalmente para tratar a malária, especialmente em pacientes que não podiam tolerar o composto semelhante cloroquina.

origem da hidroxicloroquina e suas funções

A hidroxicloroquina é um derivado da cloroquina que possui atividades antimaláricas e anti-inflamatórias e agora é mais frequentemente usada como agente anti-reumatológico no lúpus eritematoso sistêmico e na artrite reumatoide.

A terapia com hidroxicloroquina não foi associada a alterações da função hepática e é uma causa extremamente rara de lesão hepática aguda clinicamente aparente. A hidroxicloroquina também tem sido utilizada como terapia da porfiria cutânea tarda, onde parece atuar aumentando a excreção de porfirinas.

A hidroxicloroquina está disponível em formas genéricas e sob as marcas de Plaquenil em comprimidos de 200 mg. Além disso, a dose habitual é 400 mg por dia em uma ou duas doses divididas.

Os efeitos colaterais comuns incluem dores de cabeça, tontura, distúrbio gastrointestinal e erupção cutânea. Além disso, a retinopatia é um sério efeito colateral da hidroxicloroquina e recomenda-se o monitoramento oftalmológico regular para pacientes em terapia prolongada

Origem da hidroxicloroquina:

Também é usada para a profilaxia da malária em regiões onde a resistência à cloroquina é improvável. A hidroxicloroquina foi desenvolvida durante a Segunda Guerra Mundial como um derivado da quinacrina com efeitos colaterais menos graves. Além disso, a hidroxicloroquina recebeu a aprovação da FDA em 18 de abril de 1955.

Informações do produto:

Nome do produto

Hidroxicloroquina – Genérico, Plaquenil®

CLASSE DE DROGAS

Agentes anti-reumáticos

Para que é usada a hidroxicloroquina?

A hidroxicloroquina é usado para tratar a dermatomiosite, doença de Lyme – Artrite , Malária, prevenção da malária, artrite reumatoide, síndrome de Sjogren, lúpus eritematoso sistêmico e indiferenciado doença do tecido conjuntivo.

Quem não deve usar?

A hidroxicloroquina não deve ser usada por pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula. Além disso, com retinopatias pré-existentes ou que tenham menos de 6 anos de idade.

Precauções com a hidroxicloroquina?

Embora a hidroxicloroquina possa ser eficaz, ela tem o potencial de causar vários efeitos colaterais, incluindo, entre outros, dores de cabeça, perda de apetite, náusea, vômito, erupção cutânea na pele, etc. Além disso, uma das mais raras, porém mais efeitos colaterais graves é a perda de visão devido à toxicidade da retina.

Gostou do post? Avalie!
[Total: 0 votos: ]
Sair da versão mobile