Malária – O que é, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Dicas de Saúde

Malária – O que é, Sintomas e Tratamentos com remédios. Além disso, Malária, também chamada paludismo, impaludismo ou maleita, é uma doença infecciosa transmitida por mosquitos e provocada por protozoários parasitários do gênero Plasmodium.

A doença é geralmente transmitida através da picada de uma fêmea infectada do mosquito Anopheles, a qual introduz no sistema circulatório do hospedeiro os microorganismos presentes na sua saliva, os quais se depositam no fígado, onde maturam e se reproduzem.

A Malária manifesta-se através de sintomas como febre e dores de cabeça, que em casos graves podem progredir para coma ou morte. A doença encontra-se disseminada em regiões tropicais e subtropicais ao longo de uma larga faixa em redor do equador, englobando grande parte da África subsariana, Ásia e América.

Malária

Causas / Transmissão de Malária:

A transmissão ocorre após picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por protozoários do gênero Plasmodium. No Brasil, três espécies estão associadas à Malária em seres humanos: P. vivax, P. falciparum e P. malariae.

O protozoário é transmitido ao homem pelo sangue, geralmente através da picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada por Plasmodium ou, mais raramente, por outro tipo de meio que coloque o sangue de uma pessoa infectada em contato com o de outra sadia, como o compartilhamento de seringas (consumidores de drogas), transfusão de sangue ou até mesmo de mãe para feto, na gravidez.

Principais Sintomas de Malária:

A infecção com Malária pode demorar até 17 dias para surgir após a picada do mosquito mas em alguns casos estes sintomas podem demorar alguns meses para aparecer:

  • Febre acima de 38ºC;
  • Suores e calafrios;
  • Dor de cabeça forte;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dor muscular em todo o corpo;
  • Fraqueza e cansaço constante;
  • Pele e olho amarelados;
  • Tremores fortes que podem durar de 15 minutos a 1 hora.

A maioria destes sintomas podem ser difíceis de identificar como sendo sinal de Malária e, dessa forma, é importante ir ao médico diagnosticar a doença e iniciar o tratamento adequado, especialmente se se estiver num local em que a Malária é frequente, como na região Amazônica e África, por exemplo.

Além disso, estes sintomas podem aparecer em ciclos, isto é manifestar-se a cada 48 horas ou 72 horas, dependendo do micro-organismo que está infectando o corpo. Isto acontece devido ao seu ciclo de vida, à medida que se desenvolvem, reproduzem e caem na corrente sanguínea.

Tratamento de Malária:

A decisão de como tratar o paciente com Malária deve estar de acordo com o Manual de Terapêutica da Malária, editado pelo Ministério da Saúde, e ser orientada pelos seguintes aspectos:

  • Espécie de plasmódio dependendo da espécie de plasmódio o paciente vai receber um tipo de tratamento
  • Gravidade da doença – pela necessidade de drogas injetáveis de ação mais rápida sobre os parasitos, visando reduzir a letalidade.

Medicamentos para Malária:

Os medicamentos mais usados para o tratamento de Malária são:

  • Clordox
  • Doxiciclina

OBS: Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Prevenção de Malária: 

Medidas de prevenção individual: uso de mosquiteiros impregnados ou não com inseticidas, roupas que protejam pernas e braços, telas em portas e janelas, uso de repelentes. Medidas de prevenção coletiva: drenagem, pequenas obras de saneamento para eliminação de criadouros do vetor, aterro, limpeza das margens dos criadouros, modificação do fluxo da água, controle da vegetação aquática, melhoramento da moradia e das condições de trabalho, uso racional da terra.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

OS 12 Benefícios da Valeriana Para Saúde

Chá Verde Com Canela Para Ajudar a Engravidar

Chá Verde Com Canela Para Ajudar a Engravidar