Cervicite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento!

Revisado por

Educação Física pela UGF

Especialista do Dicas de Saúde

Cervicite – O que é, causas, sintomas e tratamento. são diversos.A cervicite é uma doença comum caracterizada pela inflamação da cervice (o tecido espesso que conecta o útero à vagina). Mais da metade da mulheres terá cervicite pelo menos uma vez. Se você tem a doença, é importante reconhecer e tratá-la; do contrário, ela pode levar a infecções no útero, nas tubas uterinas ou nos ovários e, com o tempo, à doença inflamatória pélvica (DIP) e infertilidade.

Cervicite

O que é Cervicite: A Cervicite é a inflamação da cerviz, cérvix ou cervice, que é a parte mais estreita do órgão conhecido como colo uterino. A sua anatomia é em formato que lembra de um pescoço, que se projeta no fundo da vagina. Externamente o colo é revestido pela mucosa em continuidade com a mucosa da vagina e por dentro por revestimento glandular que continua com a cavidade do útero.

Esta anatomia, junto de um ecossistema complexo e um sistema imunológico competente, formam uma verdadeira barreira que protege e impede que as bactérias e infecções genitais baixas subam para o útero, as trompas, os ovários e para a cavidade abdominal. Vale lembrar que a cavidade abdominal da mulher se comunica com o meio externo, com isso o colo do útero assume esta função de guardião.

Causas da Cervicite: As infecções mais comuns e importantes causas da cervicite são as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como clamídia e gonorreia. No entanto, outras causas também ocorrem como Tricomoníase, herpes, infecções vaginais (vaginose), Streptococos, Micoplasma genitalium, outras bactérias e até mesmo a tuberculose. Algumas das infecções são facilitadoras para outras bactérias que se desenvolvem, progridem e sobem pelo trato genital, levando a quadros de infecção pélvica.

Sintomas de Cervicite: Os sinais e sintomas mais comuns de cervicite são: corrimento mucopurulento e os sangramentos depois das relações sexuais e fora dos períodos menstruais.

Tratamento de Cervicite: tratamento em casos de emergência depende do quadro clinico e tende a ser abrangente para clamídia, gonorreia, micoplasma e outros.

Os pacientes e parceiros devem ser alertados, orientados, acompanhados e avaliados para o controle de cura e pesquisa de outras doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). É indicado evitar relações até completar o tratamento para evitar reinfecções

prevenção: O uso adequado de preservativos masculino e feminino previne as DSTs e outras infecções. Atualmente o número de infecções por clamídia tem aumentado principalmente no grupo de jovens menores de 25 anos. Em quase todas as DSTs as mulheres, as gestações, e os recém nascidos são os que mais sofrem suas consequências por vezes fatais.

Como diminuir o risco de contrair cervicite: Se você é sexualmente ativa, pode reduzir o risco para doenças sexualmente transmissíveis, incluindo AIDS, tendo sexo somente em um relacionamento mutuamente monogâmico com um parceiro que saiba não estar infectado. Caso tenha sexo fora desse tipo de relacionamento, pode reduzir o risco ao:

  • Sempre usar preservativos ao ter qualquer tipo de relação sexual.
  •  Limitar o número de pessoas com quem pratica sexo. Quanto mais parceiros, maior o risco.
  •  Evitar álcool e drogas quando tiver relações sexuais. Isso pode tornar difícil se lembrar de usar preservativos para se proteger.
0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Francisco Silva

Sou Formado em Educação Física, pela UGF – (Universidade Gama Filho) - Na turma 2012-2016. Atuei e atuo em academias e clubes, nas modalidades de Musculação do Iniciante ao Avançado, Ginástica em Grupo, Natação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Como Tratar a Tosse Seca

Como Tratar a Tosse Seca Naturalmente em Casa

As 3 Receitas Caseira Para Candidíase Peniana