Nutriente

Capsaicina: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais

Capsaicina: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais

Revisado por

Enfermeira

Especialista do Dicas de Saúde

Capsaicina: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais
4.6 (92%) 5 votos

Capsaicina: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais são informações básicas que todos deveriam saber. Ademais, a Capsaicina é o ingrediente ativo da pimenta (plantas do gênero Capsicum). Presente nos frutos (bagas) e nas sementes destas plantas, a Capsaicina é conhecida e apreciada pela sua ação rubefaciente. Este termo indica a capacidade de uma substância para estimular o fluxo de sangue para a área com a qual entra em contato.

capsaicina

capsaicina

O sabor violento e picante da pimenta, capaz de aumentar um grande número de pratos, está ligado principalmente à presença abundante de Capsaicina. Assim, a mesma substância está contida em quantidades menores em pimentões doces, ou seja, em parente próximos da pimentas.

Mas, quantidades infinitas deste ingrediente são suficientes para causar uma forte sensação de queimação. Contudo, essa queimação provoca uma liberação rápida de adrenalina, dando uma explosão de energia ao corpo. Portanto, veja a seguir mais sobre a Capsaicina: O que é, Benefícios, Alimentos e Efeitos Colaterais:

O que é Capsaicina?

A Capsaicina é um alcaloide presente em plantas do gero Capsicum, o bem conhecido pimentão. Assim, alcaloides são moléculas com um grupo amino capaz de dar reação básica. São substâncias tóxicas e usadas pelas plantas para fins de defesa.

Exemplos de alcaloides importantes no reino vegetal são nicotina, cafeína, estricnina, estramônio. Na fitoterapia, os alcaloides em geral e a Capsaicina possuem papéis inegavelmente importantes. Extrato de pimenta é usado como um anti-inflamatório em distúrbios articulares.

Para que Serve a Capsaicina:

Apesar da atividade molecular não completamente caracterizada, esta substância é usada hoje em vários campos clínicos e preventivos. Então, mais precisamente, de acordo com evidências recentes, a ela pode:

  • Promover a ação imunomoduladora;
  • Conter ação anticancerígena.
  • Ser eficaz como um agente anti-inflamatório, especialmente se usado topicamente;
  • Melhorar capacidades físicas de resistência;
  • Auxiliar no tratamento de doenças inflamatórias, como a artrite reumatoide;
  • Exercer uma ação analgésica;
  • Apoiar a perda de peso.

Benefícios da Capsaicina:

Combate Doenças Inflamatórias:

A atividade anti-inflamatória dessa substância, possui ação inibidora mediada contra a expressão de citocinas inflamatórias, aliás, ela afigura-se eficaz em várias condições patológicas, tais como a artrite reumatoide, patologias articulares, traumas, psoríase e aterosclerose.

Reduz a Glicemia:

Estudos sugerem que a ingestão de pimentas picantes ou um suplemento deste ingrediente pode ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue e melhorar a sensibilidade à insulina em pessoas com diabetes. Aliás, se você quiser tentar o suplemento, pergunte ao seu médico sobre a dosagem.

Auxilia na Perda de Peso:

Como parte de uma dieta de perda de peso, a Capsaicina  pode ajudar a perder peso, acelerando o seu metabolismo e reduzindo a fome. Assim, ela pode ajudar a aliviar a dor muscular pós-exercício.

Trata a Psoríase:

O uso tópico de Capsaicina também pode ajudar a reduzir os sintomas da psoríase, uma doença na qual manchas avermelhadas, secas e com prurido aparecem na pele.

Contudo, a aplicação regular de creme contendo esta substancia durante uma exacerbação da psoríase pode causar a diminuição mais rápida dos sintomas. Mas lembre-se: não aplique remédios tópicos contendo Capsaicina na pele danificada.

Beneficia o Sistema Cardiovascular:

Outro efeito dessa substancia é diminuir o nível de pressão arterial e, ao mesmo tempo, eliminar parcialmente o colesterol “ruim” que temos no sangue. Combinado com as suas propriedades anti-inflamatórias, este duplo efeito de Capsaicina faz dela um grande aliado para evitar o endurecimento das artérias, e geralmente na luta contra doenças cardiovasculares.

Trata a Obesidade:

A ação anti-obesidade da Capsaicina foi também observada durante os ensaios clínicos. Essa atividade estaria correlacionada tanto à ativação de proteínas conhecidas como UCP, responsáveis ​​pela dissipação de energia na forma de calor, quanto à ativação do sistema nervoso simpático.

Ambas as propriedades induziriam uma atividade para o metabolismo, aumentando a termogênese e o consequente metabolismo basal.

capsaicina beneficios

capsaicina beneficios

Ajuda na Prática do Esporte:

A melhoria da atividade de Capsaicina para o desempenho atlético, deve-se à presença de alguns estudos, em sua maioria realizados em pequenos roedores. Afinal este último, suplementado com esta substância teria sustentado por mais tempo atividades forçadas, como a natação, graças a uma melhora apreciável no fluxo de energia e no metabolismo intermediário.

Para entender melhor as reais potencialidades ergogênicas dessa substância, seria correto esperar por resultados de estudos clínicos estatisticamente relevantes.

Reduz o Risco de Câncer:

A Capsaicina demonstrou matar as células cancerígenas da próstata e inibir o seu crescimento. Outros tipos de câncer que a Capsaicina pode decerto ajudar a tratar incluem câncer de mama e câncer de estômago. Por mais benéfico que seja, ela deve ser apenas um tratamento complementar da doença, não um substituto para tratamentos convencionais de câncer.

Funciona Como Analgésico:

A ação analgésica da Capsaicina passa pela ativação de receptores que são então desativados e dessensibilizados. Em alguns países, principalmente do Oriente, a Respiração do Dragão, ou a respiração do Diabo, é usada em salas de cirurgia em vez da anestesia comum, em caso de alergias.

Alivia Dor de Cabeça:

Ela também pode ajudar a fazer com que uma dor de cabeça desapareça mais rapidamente. Para usar a substância para aliviar dores de cabeça, aplique uma pequena quantidade de creme de Capsaicina dentro das narinas.

Pimenta:

Alimentos contendo essa substância se torna um composto que se liga aos receptores de fibras nervosas que transmitem dor e calor; isso explica seu efeito nos tecidos de revestimento da boca. Ela está presente em pimentas e pimentões da espécie Capsicum frutescens. Isso inclui as variedades chamadas pimenta caiena, pimenta verde ou vermelha. Aliás, o Tabasco que deriva dessas variedades também contém quantidades elevadas de Capsaicina. Essas variedades de pimentas contêm cerca de 198.000 partes por milhão de capsaicina.

Outras Fontes:

Também outros tipos de pimentas, geralmente chamados pimentões doces, porque não dão sensação quente e picante, também contêm Capsaicina. Seu conteúdo do produto químico é menor do que na pimenta. Conquanto, eles continuam sendo uma boa fonte dessa substância se consumidos regularmente.

Os pimentões doces são produzidos a partir de uma planta de pimenta (Capsicum annum) que é diferente daquela que produz pimentões. Estas pimentas são geralmente chamadas de sino, cereja, cone, pimentão verde ou páprica, dependendo da cultivação específica a partir das quais são produzidas. Cada uma dessas pimentas contém 4000 partes por milhão de Capsaicina; cerca de 25% dos presentes nos tipos “mais quentes” e picantes. A raiz de gengibre também contém Capsaicina, mesmo que em pequenos traços.

Como Usar Capsaicina:

Embora não seja possível hoje identificar uma dose padrão, em vários estudos sugeriu-se tomar 1-3 mg de Capsiato, um precursor da Capsaicina, de preferência no início da manhã.

A Capsaicina Causa Hemorroida?

Quando se trata de hemorroidas é norma, principalmente colocar a culpa na comida e, em especial, a contratação de alimentos picantes, sobre a capacidade dela para causar hemorroidas é oportuno salientar que uma boa parte dos capsaicinoids não são digeridos pelo corpo humano e por essa razão, o efeito no ânus é quase idêntico ao causado na boca, com estímulo de dor e queima de receptores.

Precauções Para Uso:

Seu uso deve ser evitado ou pelo menos supervisionado por um médico em casos de tosse crônica e hemorroidas.

Dada a baixa quantidade de trabalho relacionado ao perfil de segurança dessa substância se tomada durante a gravidez e o período subsequente de amamentação, seria preferível evitar tomar este ingrediente ativo nas fases acima.

Efeitos Colaterais da Capsaicina:

Seu uso provou principalmente ser seguro e bem tolerado. Atualmente, não existem reações adversas conhecidas e clinicamente relevantes relacionadas com a utilização desta substância ativa. Seria, no entanto, útil recordar a potencial atividade irritante nas membranas mucosas da Capsaicina, tomadas em doses elevadas.

beneficio da capsaicina

beneficio da capsaicina

Contraindicações:

Se tomado por via oral, a pimenta pode causar efeitos colaterais no nível gastrointestinal, como dor abdominal e náusea. No nível tópico, pode causar queimação e irritação e pode ser perigoso se entrar em contato com os olhos.

A pimenta pode interagir com muitas outras drogas, como a teofilina, inibidores da ECA, sedativos, antidepressivos e paracetamol. No uso de cremes com essa substância, bandagens oclusivas devem ser evitadas; além de banhos quentes e chuveiros antes e depois da aplicação, porque aumentam a sensação de queimação.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.