Bula do Alprazolam: Para que Serve? Veja Como Usar!

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Bula do Alprazolam: Para que Serve? Veja Como Usar!
4.8 (96%) 235 votos

Bula do Alprazolam: Para que Serve? Veja Como Usar de maneira correta. Além disso o Alprazolam é indicado no tratamento de transtornos de ansiedade. Alprazolam não deve ser administrado como substituição do tratamento apropriado de psicose. A maneira como o Alprazolam age não é totalmente conhecida.

Bula do Alprazolam

Clinicamente, todos os benzodiazepínicos causam um efeito depressor no sistema nervoso central relacionado com a dose, que pode ser desde um comprometimento leve do desempenho de algumas tarefas até o sono.

A dose adequada será estabelecida pelo seu médico baseada na gravidade dos sintomas e na sua resposta ao tratamento. A dose habitual (vide quadro) é suficiente para as necessidades da maioria dos pacientes. Caso sejam necessárias doses mais elevadas, essas devem ser aumentadas com cuidado, a fim de evitar reações desagradáveis.

Para que Serve o Alprazolam?

O Alprazolam também é indicado no tratamento dos transtornos de ansiedade associado a outras condições, como a abstinência ao álcool. Alprazolam também está indicado no tratamento do transtorno do pânico, com ou sem agorafobia, cuja principal característica é a crise de ansiedade não esperada, um ataque súbito de apreensão intensa, medo ou terror.

Este medicamento também é indicado no tratamento dos transtornos de ansiedade associados a outras manifestações, como a abstinência ao álcool, no tratamento do transtorno do pânico, com ou sem agorafobia (medo de estar em espaços abertos ou no meio da multidão), cuja principal característica é a crise de pânico não esperada, um ataque repentino de apreensão intensa, medo ou terror.

Composição do Alprazolam:

Cada comprimido de Alprazolam:

Alprazolam _________________0,25 mg / 0,5 mg / 1 mg / 2 mg

Excipientes _______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: amido, benzoato de sódio, docusato de sódio, celulose microcristalina, corante laca amarelo crepúsculo, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose monoidratada).

Como Usar o Alprazolam:

Cada comprimido de 0,5 mg, 1,0 mg e 2,0 mg de Alprazolam contém o equivalente a 0,5 mg, 1,0 mg e 2,0 mg de Alprazolam, respectivamente.

Uso em Crianças:

A segurança e a eficácia de Alprazolam  em indivíduos com menos de 18 anos de idade não foram estabelecidas.

Alprazolam Para que Serve

Uso em Pacientes Idosos ou Debilitados:

Recomenda-se usar a menor dose eficaz para os pacientes idosos ou debilitados para evitar sedação excessiva ou ataxia (vide quadro).

Uso em Adultos:

A dose ótima de Alprazolam deve ser individualizada com base na gravidade dos sintomas e na resposta individual do paciente. Nos pacientes que requeiram doses mais elevadas, essas devem ser aumentadas com cautela, a fim de evitar reações adversas. Em geral, os pacientes que não tenham sido previamente tratados com medicamentos psicotrópicos necessitarão de doses menores que aqueles previamente tratados com ansiolíticos menores, antidepressivos ou hipnóticos.

Duração do Tratamento:

Os dados disponíveis corroboram a utilização da medicação por até 6 meses para transtornos ansiosos e por até 8 meses no tratamento dos transtornos de pânico.

Descontinuação do Tratamento:

Para descontinuar o tratamento com Alprazolam, a dose deve ser reduzida lentamente, conforme prática médica adequada. É sugerido que a dose diária de Alprazolam seja reduzida em não mais que 0,5 mg a cada 3 dias. Alguns pacientes podem necessitar de redução de dose ainda mais lenta.

Uso durante a Gravidez:

Os dados relacionados à teratogenicidade e aos efeitos sobre o desenvolvimento e o comportamento pós-natais após tratamento com benzodiazepínicos são inconsistentes. Existem evidências de alguns estudos iniciais com outros membros da classe dos benzodiazepínicos em que a exposição in utero pode estar associada a malformações. Estudos posteriores com fármacos da classe dos benzodiazepínicos não forneceram evidência clara de qualquer tipo de defeito.

Há descrições de crianças expostas a benzodiazepínicos durante o fim do terceiro trimestre de gestação ou durante o parto que apresentaram tanto a síndrome da criança hipotônica (floppy infant síndrome) quanto sintomas neonatais de abstinência. Se Alprazolam for utilizado durante a gravidez, ou se a paciente engravidar enquanto estiver utilizando este medicamento, ela deve ser informada do dano potencial ao feto.

O Alprazolam é um medicamento classificado na categoria D de risco de gravidez. Portanto, este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. A paciente deve informar imediatamente seu médico em caso de suspeita de gravidez.

Onde Comprar o Alprazolam?

Você consegue encontrar facilmente em qualquer farmácia mas a compra só será realizada com o acompanhamento da receita médica. Os preços podem variar muito, então sempre faça uma pesquisa antes de comprar na primeira farmácia.

Posologia do Alprazolam:

A dose ótima de Alprazolam deve ser individualizada com base na gravidade dos sintomas e na resposta individual do paciente. A dose habitual (vide abaixo) é suficiente para as necessidades da maioria dos pacientes. Nos poucos pacientes que requeiram doses mais elevadas, estas deverão ser aumentadas com cautela, a fim de evitar reações adversas.

Quando for necessário o aumento da dosagem diária, deve-se incrementar inicialmente a dose noturna. Em geral, os pacientes que não tenham sido previamente tratados com medicamentos psicotrópicos necessitarão de doses menores que aqueles previamente tratados com tranqüilizantes menores, antidepressivos ou hipnóticos ou aqueles que tiveram antecedente de alcoolismo crônico.

Recomenda-se usar a menor dose eficaz para os pacientes idosos ou debilitados para evitar sedação excessiva ou ataxia.

Efeitos Colaterais do Alprazolam:

Alguns dos efeitos colaterais de Alprazolam podem incluir prisão de ventre, depressão, alterações na memória, ansiedade, tremor, tontura, sonolência, perda de consciência, falta de coordenação motora, dificuldade para dormir, dor de cabeça, confusão, fala lentificada e difícil de compreender, secura na boca, nervosismo, náusea, inflamação na pele, cansaço extremo, irritabilidade, visão embaçada, diminuição do apetite, diminuição da libido ou impotência sexual, sensação de cabeça vazia, alterações no do equilíbrio ou perda ou aumento de peso.

Alprazolam Como Usar

Contraindicações do Alprazolam:

  • Se você alguma vez já apresentou reação alérgica ao Alprazolam, a outros benzodiazepínicos, ou a qualquer componente da fórmula do produto, não use este medicamento.
  • Também não deve ser usado caso você tenha miastenia gravis (uma doença de nervos e músculos que resulta em fraqueza muscular) ou glaucoma de ângulo estreito agudo (aumento da pressão dentro dos olhos).
  • Este medicamento é contraindicado para menores de 18 anos.

Superdosagem:

No caso de tomar uma dose superior à indicada, deve-se consultar o médico no mesmo dia, pois podem surgir efeitos colaterais como dificuldade em falar, sonolência, dificuldade para respirar e em controlar os movimentos do corpo.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *