Imipramina – Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais

Revisado por

Dermatologia graduada pela Unicamp

Especialista do Dicas de Saúde

Imipramina – Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais que devemos saber. Além disso, a imipramina vendida sob as marcas Tofranil e Tofranil PM, é o nome genérico de uma droga prescrita usada para tratar a depressão. Também pode ser prescrito fora do rótulo como medicamento não narcótico para aliviar a dor crônica. A imipramina pertence a um grupo de drogas conhecidas como antidepressivos tricíclicos, ou TCAs. Enquanto os TCA estiveram no mercado há décadas, os cientistas ainda não estão claros quanto à forma como essas drogas funcionam.

imipraminaNo entanto, eles sabem que eles interferem com a capacidade do corpo de desenhar norepinefrina e serotonina de volta para as terminações nervosas chamadas sinapses. Isso aumenta as concentrações desses produtos químicos no cérebro. Originalmente fabricado pela Sanofi Aventis, a Food and Drug Administration (FDA) aprovou pela primeira vez a imipramina sob a marca Presamine em 1959. A presina foi posteriormente interrompida.

Como Usar Imipramina: Use a imipramina conforme indicado pelo seu médico. Verifique o rótulo no medicamento para obter instruções de dosagem  exatas.

  • A Imipramina vem com uma folha de informações extra do paciente chamada Guia de medicamentos. Leia atentamente. Leia novamente cada vez que você receba imipramina recarregada.
  • Tome imipramina por via oral com ou sem alimentos.
  • Tomar imipramina à hora de dormir pode ajudar a reduzir os efeitos colaterais (por exemplo, sonolência diurna). Discuta esta possibilidade com o seu médico.
  • Pode levar de 1 a 3 semanas antes de notar o efeito da imipramina. Continue a usar imipramina, mesmo se você se sentir bem. Não perca nenhuma dose.
  • Se você perder uma dose de imipramina, leve-a o mais rápido possível. Se é quase a hora da sua próxima dose, ignore a dose perdida e volte ao seu horário regular de dosagem. Não tome 2 doses ao mesmo tempo. Se você tomar 1 dose diariamente na hora de dormir, não tome a dose perdida na manhã seguinte.
  • Pergunte ao seu médico qualquer dúvida que possa ter sobre como usar imipramina.

imipraminaEfeitos Colaterais da Imipramina: Obtenha ajuda médica de emergência se você tiver algum destes sinais de uma reação alérgica: urticária; Respiração difícil; Inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta. Informe quaisquer sintomas novos ou piora para o seu médico, tais como: mudanças de humor ou comportamento, ansiedade, ataques de pânico, problemas para dormir ou se você sente impulsivo, irritável, agitado, hostil, agressivo, inquieto, hiperativo (mental ou fisicamente), mais deprimido, ou tenha pensamentos sobre o suicídio ou se machucar.

  • Ligue imediatamente ao seu médico se você tiver:
  • Sentindo que você pode desmaiar;
  • Dor de caixa nova ou piora, batimentos cardíacos ou vibração em seu peito;
  • Dormência repentina ou fraqueza, problemas de visão, fala ou equilíbrio;
  • Febre, dor de garganta;
  • Hematomas fáceis, sangramento incomum (nariz, boca, vagina ou reto), manchas roxas ou vermelhas na sua pele;
  • Confusão, alucinações, pensamentos ou comportamentos incomuns;
  • Micção dolorosa ou difícil;
  • Apreensão (convulsões); ou
  • Icterícia (amarelecimento da pele ou dos olhos).

Outros efeitos colaterais comuns podem incluir:

  • Sensação de sensação, fraqueza, falta de coordenação;
  • Boca seca, náuseas, vômitos, constipação, diarreia;
  • Visão turva, tocando nos seus ouvidos;
  • Inchaço mamário (em homens ou mulheres); ou
  • Diminuição do desejo sexual, impotência ou dificuldade em ter um orgasmo.

Esta não é uma lista completa de efeitos colaterais e outros podem ocorrer. Ligue para o seu médico para aconselhamento médico sobre efeitos colaterais.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Matos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Causas da Tosse Crônica

As 15 Principais Causas da Tosse Crônica

Hemocromatose Secundária

Hemocromatose Secundária – Causas, Sintomas e Tratamentos!