Medicamentos

Milnaciprano: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!

Milnaciprano: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!

Revisado por

Enfermeira

Especialista do Dicas de Saúde

Milnaciprano: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais!
4.8 (95.17%) 1065 votos

Milnaciprano: Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais que você precisa saber. Além disso, o Milnaciprano apresenta a propriedade de inibir a recaptação da serotonina e da noradrenalina de forma equivalente e afirma ter menos efeitos colaterais do que os antidepressivos clássicos.

A fibromialgia é caracterizada por dor e sensibilidade persistente e generalizada, problemas de sono e fadiga. Medicamentos comuns para aliviar a dor, como o paracetamol e o ibuprofeno, geralmente não são considerados eficazes. Medicamentos usados para tratar a epilepsia ou a depressão podem ser eficazes em algumas pessoas com fibromialgia e outras formas de dor crônica (persistente, de longa duração), onde pode haver danos nos nervos. O milnaciprano é um antidepressivo e os antidepressivos são amplamente recomendados para o tratamento da fibromialgia. O Milnaciprano está licenciado para tratar a fibromialgia apenas em algumas partes do mundo, particularmente nos EUA.

milnaciprano

milnaciprano

Usos:

Milnaciprano é usado para tratar a dor causada por uma doença chamada fibromialgia que afeta os músculos, tendões, ligamentos e tecidos de suporte.

Este medicamento é um inibidor da recaptação da serotonina-noradrenalina (SNRI) que funciona ajudando na restauração do equilíbrio de certas substâncias naturais no cérebro (neurotransmissores).

Como Usar Milnaciprano:

Leia a bula fornecida pelo seu farmacêutico antes de usar o Milnaciprano e cada vez que receber uma remessa. Caso tenha alguma dúvida, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Tome este medicamento por via oral com ou sem alimentos, geralmente 2 vezes ao dia ou conforme indicado pelo seu médico. Caso tenha náusea, tomar pode medicamento com comida pode ajudar.

A dosagem é baseada em seu problema médico e resposta ao tratamento.

Para reduzir o risco de efeitos colaterais, o seu médico pode recomendar com uma dose baixa e aumentar gradualmente a dosagem. Siga as instruções do seu médico cuidadosamente. Não aumente sua dose nem tome este medicamento com mais frequência do que o prescrito. Seu problema não melhorará mais rapidamente e o risco de efeitos colaterais graves pode ser aumentado.

Caso este medicamento tenha sido usado regularmente por muito tempo, os sintomas de abstinência (como alterações de humor, dor de cabeça, cansaço, alterações no sono e breves sentimentos semelhantes ao choque elétrico) podem ocorrer caso pare de usar este medicamento repentinamente. Para evitar reações de abstinência, seu médico pode reduzir sua dose gradualmente. Consulte o seu médico ou farmacêutico para mais detalhes, e relate imediatamente quaisquer reações de retirada.

Informe o seu médico caso o problema não melhore ou se piorar.

Efeitos colaterais:

Náuseas, vômitos, boca seca, constipação, perda de apetite, tontura, sudorese aumentada, dor de cabeça ou ondas de calor (rubor) podem ocorrer. Caso algum destes efeitos persista ou piore, informe o seu médico imediatamente.

Lembre-se de que seu médico receitou este medicamento porque julgou que o benefício é maior do que o risco de efeitos colaterais. Muitas pessoas que usam este medicamento não têm efeitos colaterais graves.

Este medicamento pode elevar sua pressão arterial. Verifique a sua pressão arterial regularmente e informe à seu médico caso os resultados sejam altos.

Informe à seu médico imediatamente caso tenha quaisquer efeitos secundários graves, incluindo: batimentos cardíacos acelerados, alterações na capacidade sexual, diminuição do interesse sexual, micção dolorosa, convulsões, olhos e pele amarelados, urina escura, dor abdominal, fezes pretas ou sanguinolentas e vômito que parece pó de café.

Procure ajuda médica imediatamente caso tenha quaisquer efeitos secundários muito graves, incluindo: dor, inchaço, vermelhidão dos olhos, pupilas alargadas e alterações na visão.

Este medicamento pode aumentar a serotonina e raramente causa um problema muito séria chamada síndrome de serotonina e toxicidade. O risco aumenta caso também esteja tomando outros medicamentos que aumentam a serotonina, então informe o seu médico ou farmacêutico sobre todos os medicamentos que estiver tomando. Procure ajuda médica imediatamente caso desenvolva alguns dos seguintes sintomas: batimento cardíaco acelerado, alucinações, perda de coordenação, tontura grave, náusea, vômito, diarreia intensas, contração dos músculos, febre inexplicável e agitação.

Uma reação alérgica muito grave a este remédio é rara. No entanto, procure ajuda médica imediatamente caso note quaisquer sintomas de uma reação alérgica grave, incluindo: erupção cutânea, comichão, inchaço (especialmente da face, língua e garganta), tonturas graves e dificuldade em respirar.

Esta não é uma lista completa de possíveis efeitos colaterais. Caso note outros efeitos não listados acima, contate o seu médico ou farmacêutico.

Precauções:

Antes de tomar Milnaciprano, informe à seu médico ou farmacêutico caso seja alérgico; ou a levomilnacipran; ou se tiver outras alergias. Este produto pode conter ingredientes inativos, que podem causar reações alérgicas ou outros problemas. Fale com o seu farmacêutico para mais detalhes.

Antes de usar este medicamento, informe à seu médico ou farmacêutico seu histórico médico, especialmente de: doença renal, doença hepática, uso de álcool, glaucoma, transtornos psiquiátricos, tentativas de suicídio, hipertensão arterial, problemas cardíacos (como dor torácica, ataque cardíaco e batimento cardíaco acelerado), distúrbio convulsivo, desequilíbrio mineral (baixo nível de sódio no sangue), micção dolorosa (por exemplo, devido ao aumento da próstata).

Este medicamento pode te deixar tonto. Álcool ou maconha podem deixá-lo mais tonto. Não dirija, use máquinas ou faça qualquer coisa que precise de atenção até poder executar com segurança. Evite o consumo de bebidas alcoólicas. Converse com seu médico caso seja usuário de maconha. Beber álcool também pode aumentar o risco de problemas no fígado.

Antes de fazer uma cirurgia, informe à seu médico ou dentista sobre todos os produtos usados (incluindo medicamentos prescritos, sem receita médica e produtos fitoterápicos).

Os adultos mais velhos podem estar em maior risco de desequilíbrio mineral (baixo nível de sódio no sangue) durante o uso destes remédios, especialmente se também estão tomando diuréticos com este medicamento.

Durante a gravidez, este medicamento deve ser usado somente quando necessário. Discuta os riscos e benefícios com o seu médico. Bebês nascidos de mães que usaram esse remédio durante os últimos 3 meses de gestação podem raramente desenvolver sintomas de abstinência, como dificuldades de alimentação, convulsões, rigidez muscular ou choro constante. Caso note algum destes sintomas em seu recém-nascido, informe o médico imediatamente.

Este medicamento passa para o leite materno. Consulte o seu médico antes de amamentar.

Interações:

As interações medicamentosas podem alterar a forma como seus medicamentos funcionam ou aumentam o risco de efeitos colaterais graves. Este documento não contém todas as interações medicamentosas possíveis. Mantenha uma lista de todos os produtos usados (incluindo medicamentos prescrito, sem receita médica e produtos fitoterápicos) e compartilhe com seu médico e farmacêutico. Não inicie, pare ou altere a dosagem de qualquer medicamento sem a aprovação do seu médico.

Alguns produtos que podem interagir com este remédio incluem: diuréticos, remédios que podem causar sangramento ou hematomas.

Tomar inibidores da monoamina oxidase com este medicamento pode causar uma interação medicamentosa grave (possivelmente fatal). Evite tomar inibidores durante o tratamento com esta medicação. A maioria dos inibidores também não deve ser tomada por duas semanas antes e pelo menos 5 dias após o tratamento com esta medicação. Pergunte ao seu médico quando iniciar ou parar de tomar este medicamento.

Verifique cuidadosamente todos os rótulos de medicamentos prescritos e não prescritos, pois muitos medicamentos contêm analgésicos ou redutores da febre que podem aumentar o risco de sangramento caso sejam tomados em conjunto com o medicamento. A aspirina em baixas doses deve ser continuada caso seja prescrita pelo seu médico por motivos médicos específicos, como ataque cardíaco ou prevenção de AVC (geralmente em doses de 81-325 miligramas por dia). Consulte seu médico ou farmacêutico para mais detalhes.

O risco de síndrome de serotonina e toxicidade aumenta caso também esteja tomando outros medicamentos que aumentam a serotonina. O risco de síndrome serotoninérgica e toxicidade pode ser mais provável quando você inicia ou aumenta a dose desses medicamentos.

O Milnaciprano é muito semelhante ao levomilnaciprano. Não use medicamentos que contenham levomilnaciprano durante o uso do Milnaciprano.

Overdose:

Se alguém tiver uma overdose e apresentar sintomas graves, como desmaio ou dificuldade para respirar, ligue para o serviço de emergência. Os sintomas de sobredosagem podem incluir: confusão e sonolência grave/vertigens.

milnaciprano

milnaciprano

Notas:

Não compartilhe este medicamento com os outros.
Laboratório e/ou exames médicos (como pressão arterial, frequência cardíaca e função hepática) devem ser realizados periodicamente para monitorar seu progresso ou verificar se há efeitos colaterais. Consulte o seu médico para mais detalhes.

Dose perdida:

Caso perca uma dose, tome assim que lembrar. Se estiver perto da hora da próxima dose, pule a dose e retome o seu esquema posológico habitual. Não duplique a dose para recuperar o atraso.

Armazenamento:

Armazene em temperatura ambiente longe de luz e umidade. Não guarde no banheiro. Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.
Não descarte os medicamentos no vaso sanitário ou em um ralo, a menos que seja recomendado. Descarte este produto adequadamente quando expirar ou não for mais necessário.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.