Medicamentos

Latuda – para que serve, como tomar e contra indicações!

latuda

O latuda (lurasidona) é um medicamento antipsicótico ele funciona alterando os efeitos das substâncias químicas no cérebro este medicamento também é utilizado no tratamento da esquizofrenia em adultos e adolescentes com pelo menos 13 anos de idade. Além disso, é também utilizado para tratar episódios de depressão associados ao distúrbio bipolar (depressão bipolar) em adultos e crianças com pelo menos 10 anos de idade.

latuda
latuda

Para que serve o latuda?

Este medicamento é usado para tratar certos transtornos mentais / de humor (como esquizofrenia , depressão associada ao transtorno bipolar ). Além disso, a lurasidona ajuda você a pensar com mais clareza, a se sentir menos nervoso e a participar da vida cotidiana.

Como tomar latuda?

Tome latuda exatamente como prescrito pelo seu médico. Siga todas as instruções do seu rótulo de prescrição e leia todos os guias de medicação ou instruções. Além disso, este medicamento deve ser tomado com alimentos (pelo menos 350 calorias). Você pode precisar de exames de sangue frequentes. Pode demorar várias semanas até os sintomas melhorarem.

Continue usando a medicação conforme indicado. Ligue para o seu médico se os sintomas não melhorarem, ou se eles piorarem durante o uso de latuda. No entanto, você não deve parar de usar este medicamento de repente. Parar repentinamente pode causar outros problemas. Armazenar a temperatura ambiente longe da umidade e calor.

Dose adulta usual para a esquizofrenia:

  • inicial: 40 mg por via oral uma vez ao dia;
  • manutenção: 40 a 160 mg por via oral por dia;
  • máxima: 160 mg por dia;
  • Uso: Para o tratamento da esquizofrenia.

Dose para transtorno bipolar:

  • inicial: 20 mg por via oral uma vez ao dia
  • manutenção: 20 mg a 120 mg por via oral uma vez ao dia
  • máxima: 120 mg por dia
  • Usos: Como mono-terapia ou terapia adjuvante com lítio ou valproato para o tratamento do transtorno depressivo maior associado ao transtorno bipolar (depressão bipolar).

As doses iniciais e de manutenção são as mesmas para mono-terapia e terapia adjunta; em estudos de mono-terapia, a eficácia no intervalo de doses mais baixas de 20 a 60 mg por dia foi, em média, comparável a doses mais elevadas de 80 mg a 120 mg.

Quais as precauções antes de tomar o latuda?

Você não deve usar latuda se você é alérgico. Além disso, alguns medicamentos e não devem ser usados ​​ao mesmo tempo. Portanto, o  seu médico pode precisar de alterar o seu plano de tratamento se utilizar certos medicamentos, incluindo:

  • Medicamento antifúngico tal como cetoconazol ou voriconazol;
  • Um antibiótico tal como claritromicina ou rifampina;
  • Um antiviral como o ritonavir;
  • Erva de São João;
  • Medicamento para convulsões, como carbamazepina ou fenitoína.

O latuda não está aprovado para uso em condições psicóticas relacionadas à demência. Além disso, ele pode aumentar o risco de morte em idosos com condições relacionadas à demência.

Informe o seu médico se você já teve:

  • Doença cardíaca ou um acidente vascular cerebral;
  • Pressão arterial alta ou baixa ;
  • Colesterol alto ou triglicerídeos (um tipo de gordura no sangue);
  • Diabetes ou açúcar elevado no sangue (em você ou na sua família);
  • Uma convulsão;
  • Doença hepática ou renal;
  • Contagens baixas de glóbulos brancos;
  • Testes de função hormonal anormal (tireoide, glândula pituitária);
  • Câncer de mama;
  • Pensamentos ou ações suicidas;

Alguns jovens têm pensamentos sobre suicídio quando tomam remédios pela primeira vez para tratar a depressão. Além disso, seu médico deve verificar seu progresso em visitas regulares. Sua família ou outros cuidadores também devem estar atentos a mudanças no seu humor ou sintomas.

Qual a indicação do medicamento latuda?

Além disso, a latuda ou a Lamotrigina é utilizada no Tratamento de epilepsia em adultos e crianças com mais de 2 anos em crises parciais ou generalizadas incluindo as crises tónico-clónicas ou crises associadas à síndrome de Lennox-Gasteaux.

para que serve latuda
para que serve latuda

O que acontece se perder uma dose de latuda?

Tome o medicamento o mais rápido possível, mas pule a dose se estiver quase na hora da próxima dose. Portanto, não tome duas doses ao mesmo tempo. Obtenha sua receita recarregada antes de ficar sem medicamento completamente.

O que evitar tomando latuda?

  • Evite beber álcool. pois os Efeitos colaterais que pode ocorrer são perigosos.
  • Evite dirigir ou operar máquinas até saber como esse medicamento afetará você.
  • Levantar-se muito rápido de uma posição sentada ou deitada, ou você pode se sentir tonto. A tontura ou a sonolência podem causar quedas, acidentes ou ferimentos graves.
  • Toranja e suco de toranja podem interagir com o latuda e levar a efeitos colaterais indesejados.
  • Uso de produtos de toranja ao tomar latuda. É mais fácil ficar perigosamente superaquecido e desidratado enquanto estiver tomando
  • Beber grande quantidade de líquidos, especialmente em clima quente e durante o exercício. Você também pode ser mais sensível a temperaturas extremas (quente ou frio).

Quais os efeitos colaterais do latuda?

Altas doses ou o uso prolongado de latuda podem causar um distúrbio grave do movimento que pode não ser reversível. Os sintomas desse distúrbio incluem movimentos musculares incontroláveis ​​de seus lábios, língua, olhos, face, braços ou pernas.

Quanto mais você tomar latuda, maior a probabilidade de desenvolver um distúrbio grave do movimento. O risco deste efeito colateral é maior em diabéticos e idosos (especialmente mulheres). Ligue para o seu médico imediatamente se você tiver:

  • Qualquer movimento muscular novo ou incomum que você não consiga controlar;
  • Tontura, como se você fosse desmaiar;
  • Uma convulsão (convulsões);
  • Dificuldade para engolir;
  • Contagens baixas de células sanguíneas;
  • Fraqueza repentina ou mal-estar;
  • Febre, calafrios, dor de garganta;
  • Feridas na boca, gengivas inchadas, dor ao engolir;
  • Feridas na pele, sintomas de gripes ou resfriados, tosse;
  • Dificuldade para respirar;
  • Açúcar elevado no sangue;
  • Aumento da sede, aumento da frequência urinária;
  • Fome, boca seca, odor frutado do hálito.

Quais medicamentos não devem ser tomados com latuda?

Usar o latuda com outros medicamentos que diminuam a respiração pode causar efeitos colaterais perigosos ou até a morte. Pergunte ao seu médico antes de usar medicação opióide, uma pílula para dormir, um relaxante muscular ou remédio para ansiedade ou convulsões. Informe o seu médico sobre todos os seus medicamentos atuais. Muitas drogas podem interagir com o latuda, especialmente:

Esta lista não está completa e muitas outras drogas podem interagir com a lurasidona. Isso inclui medicamentos prescritos e de venda livre, vitaminas e produtos fitoterápicos . Nem todas as interações medicamentosas possíveis estão listadas aqui.

Lembre-se, mantenha este e todos os outros medicamentos fora do alcance de crianças, nunca compartilhe seus medicamentos com outras pessoas e use Latuda apenas para a indicação prescrita. Sempre consulte seu médico para garantir que as informações exibidas nesta página se apliquem às suas circunstâncias pessoais.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário