As 8 Principais Causas da Quemose

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

As Principais Sintomas da Quemose que todos devem ficar atentos. Além disso, a Quemose está geralmente associada a quadros de alergias ou algumas infecções do olho. Pode também ser oriunda de alguma complicação de cirurgias nos olhos ou pelo fato de se esfrega-los, devido a algum fator irritante. Então, confira As 8 Principais Causas da Quemose:

Causas da QuemoseO que é Quemose: Quemose é o inchaço da conjuntiva, tecido que cobre a parte interna das pálpebras e a superfície branca do olho. Quando esse quadro ocorre, o olho pode parecer que está com líquido dentro e pode, inclusive, haver dificuldade em fechá-lo. Muitas vezes o inchaço pode se parecer com uma bolha na parte externa do globo ocular, o que geralmente assusta o paciente e os seus acompanhantes, motivando a procura de um especialista.

Causas da Quemose:

  • Angioedema: A angioedema se caracteriza também como um inchaço parecido com a urticária, mas sucede por baixo da pele, já a urticária, mais conhecida Quemose como vergão, é um inchaço na superfície da pele e o angioedema pode ocorrer sem a presença da urticária;
  • Reações alérgicas;
  • Infecção Bacteriana: Inflamação ou infecção da membrana que cobre as pálpebras (conjuntiva).
  • Infecção Viral: conjuntivite.
  • Alimentação: Já se sabe que uma grande quantidade de alimentos podem provocar serias reações alérgicas como: Leite, ovos, peixe, mariscos, amendoim, nozes, etc, variando conforme cada organismo e sua natureza.
  • Medicamentos: Qualquer medicação pode ser fator que cause uma angioedema: Analgésicos, medicamentos para pressão arterial, que são os mais frequentes.
  • Alergias: Substâncias comuns do dia a dia podem desencadear uma alergia como por exemplo: pólen de flor, pelos de animais, picadas de insetos, produtos químicos (detergentes), látex, etc.

Sintomas da Quemose: Se houver o aparecimento de inchaço repentino nos olhos que não desapareça o sintoma deverá ser avaliado por um profissional da oftalmologia principalmente se estiver associado aos sintomas da dor nos olhos aspectos estranhos na visão desmaios e dificuldade para respirar.

Diagnóstico da Quemose: Será feito um exame médico físico no olho que apresenta o distúrbio e será pedido ao paciente que descreva seu histórico médico e sintomático: alergias; infecções indisposições ou seja toda a sua sintomática. Assim o profissional terá como avaliar a procedência do distúrbio afastando ou não suas causas.

Dependendo da causa aferida o médico poderá indicar o tratamento mais adequado inclusive a visitação a outro profissional como um alergologista por exemplo aplicando um tratamento associado para melhorar o controle e a resolução do processo inflamatório com mais eficiência.

Tratamento da Quemose: A qualquer sinal ou sintoma desconhecido é sempre indicado procurar o parecer de um profissional clínico para realmente conhecer as causas e sintomas de uma possível Quemose. Somente ele possui o conhecimento par detectar os verdadeiros sinais e avaliar o quadro e se se trata da Quemose.

Mas existem alguns medicamentos como anti-histamínicos que dispensam a prescrição médica para o uso no alívio dos sintomas de inchaço dor coceira e etc.

Compressas com água fria muitas vezes aliviam bem os sintomas causados pela alergia. Porém nunca se auto medique sem a certeza de que o remédio é inofensivo por mais natural e popular que seja.

Se os sintomas da Quemose não regredirem e o processo for agravado por dores fortes nos olhos a visão for alterada houver desmaio e ou dificuldade de respirar vá imediatamente ao médico para que ele determine com mais precisão e a tempo do que realmente se trata.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Câncer de Boca

Câncer de Boca – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Câncer Nasal – O que é, Causas e Tratamentos