Dicas de Saúde Doenças

As 10 Principais Causas da Catarata

Revisado por

Formado em Clínico Geral pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

As Principais Causas da Catarata que muitas pessoas ignora e que, com o tem só piora. Além disso, a catarata é uma opacidade do cristalino (lente natural do olho). Para pessoas que têm catarata tem a visão nublada, como se olhassem por uma janela embaçada ou enevoada. Essa visão nublada pode tornar mais difíceis tarefas como ler, dirigir um carro ou interpretar a expressão das pessoas. A maioria das cataratas se desenvolve lentamente e não perturba a sua visão desde o início. Mas com o tempo, a catarata acabará por interferir na visão.

Causas da CatarataEm um primeiro momento, iluminação mais forte e uso de óculos podem ajudar a lidar com a catarata. Mas se a visão prejudicada interfere com as atividades normais, é necessário fazer a cirurgia de catarata. Felizmente, a cirurgia de catarata costuma ser um procedimento seguro e eficaz.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira no mundo, o que representa cerca de 20 milhões de pessoas. Como a expectativa de vida da população mundial está aumentando, o número de pessoas com catarata tende a crescer. A catarata é também uma importante causa de baixa visão em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Então, confira agora As 10 Principais Causas da Catarata.

Causas da Catarata: A catarata ocorre quando a lente dentro do olho torna-se turva. A causa mais comum de catarata é a senil, ou seja, o envelhecimento natural do cristalino ao longo da vida. Existe também a catarata congênita, na qual o bebê já nasce com catarata (forma mais rara) e causas secundárias como o uso crônico de corticoide, doenças metabólicas, diabetes, uveítes (inflamação intra-ocular), trauma e exposição excessiva à radiação ultravioleta.  Coisas ligadas à essa turvação incluem:

  • Envelhecimento (catarata relacionada à idade).
  • Superexposição à radiação ultravioleta (UV), como da luz solar, cabines de bronzeamento ou solários.
  • Diabetes, especialmente quando os níveis de açúcar no sangue estão acima da faixa de segurança.
  • A doença descontrolada provoca alterações no olho que podem resultar em catarata.
  • Doença no interior do olho, tais como o glaucoma, retinite pigmentosa ou descolamento da retina.
  • Uso prolongado de medicamentos esteroides.
  • Raios-X frequentes ou tratamentos de focados na cabeça.
  • Histórico familiar. Uma pessoa pode herdar a tendência para desenvolver a catarata.
  • Vitrectomia (remoção do gel vítreo do olho) em pessoas com mais de 50 anos de idade.
  • Lesão ocular.
  • Nascer com catarata.

Sintomas de Catarata: A catarata apresenta-se, na maioria das vezes, como uma perda visual progressiva tanto para perto quanto para longe. Essa baixa de visão pode ser unilateral ou bilateral. O paciente pode queixar-se de perda de contraste das cores e troca freqüente do grau dos óculos sem melhora da qualidade de visão. Nem todas as cataratas prejudicam a visão ou afetam a vida diária. Para aquelas que o fazem, os sintomas comuns incluem:

  • visão nublada, confusa ou nebulosa
  • visão com brilho de lâmpadas ou do sol
  • Dificuldade de dirigir à noite devido ao brilho dos faróis
  • Mudanças frequentes na prescrição de óculos
  • visão dupla
  • Melhoria da visão de perto que, em seguida, fica pior
  • Dificuldade em fazer as atividades diárias por causa de problemas de visão.

Os pais precisam prestar atenção para sinais de catarata em bebês e crianças:

  • A criança pode não olhar diretamente para um ponto ou não responder a rostos ou objetos grandes e coloridos.
  • Uma criança que não consegue encontrar pequenos objetos quando está engatinhando pode ter catarata
  • A criança pode apresentar proteger os seus olhos mais do que o esperado quando sob luz solar intensa. Isso acontece por causa do brilho refletido nos olhos causado por uma catarata.
  • Os olhos da criança podem estar desalinhado e não se concentrarem em um mesmo ponto ao mesmo tempo (estrabismo)
  • Os olhos afetados podem ter movimentos errantes repetitivos (nistagmo). Isso geralmente é um sinal tardio de cataratas.
  • Este sinal pode não se desenvolver até que o bebê atinja vários meses.
  • A remoção da catarata, provavelmente, não vai corrigir toda a perda de visão nesse ponto.

Tratamento Para Catarata: O único tratamento para catarata é o cirúrgico. O objetivo da cirurgia simples, rápida e feita sob anestesia local é substituir o cristalino danificado por uma lente artificial que recupera a função perdida. Essa lente pode ser de vários tipos e corrigir vários problemas de visão. É possível implantar lentes especiais que permitem eliminar os óculos para longe e, em alguns casos, os óculos para perto.

Causas da CatarataO cristalino pode ser retirado inteiro ou por uma técnica chamada facoemulsificação (um aparelho tritura e aspira o cristalino). Essa técnica oferece a vantagem de exigir corte menor e, em geral, sem suturas. A cirurgia da catarata exige cuidados pós-operatórios como qualquer outra intervenção cirúrgica.

Recomendações:

  • Não use colírios, especialmente os que contêm corticoides, sem indicação médica e respeite o prazo determinado pelo médico para aplicação do medicamento;
  • Procure um oftalmologista imediatamente se notar qualquer inflamação ou sofrer algum trauma na região dos olhos.
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.