As 6 Razões Para não Comer Farinha Refinada

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

As 6 Razões Para não Comer Farinha Refinada
4.8 (95.85%) 188 voto[s]

As Razões Para não Comer Farinha Refinada os efeitos no organismo não são bons. Além disso, se você não prestar muita atenção ao que você come, provavelmente, sua dieta estará cheia de farinha refinada. Se as suas refeições consistem em torradas, cereais, pizza ou macarrão, a farinha refinada está presente em seu dia-a-dia. A farinha refinada é produzida pela moagem de sementes. Em seguida, utilizada para pães, cereais, biscoitos, massa de pizza, e outros alimentos. Uma pessoa come, em média, 10 partes grãos refinados por dia.

Mas qual é o problema com isso? A farinha refinada causa estragos em nossos corpos. Agora que as gorduras trans são eliminadas de grande parte da alimentação humana, os carboidratos refinados, incluído em produtos de grãos refinados, são a influência mais prejudicial sobre a dieta hoje em dia.

Razões Para não Comer Farinha Refinada1. Causa um Desequilíbrio Ácido Alcalino: Um nível de pH saudável no corpo é de 7,4. Uma dieta rica em alimentos ácidos obriga o organismo a reduzir o cálcio do osso. Os pães são considerados alimentos ácidos. Estudos têm demonstrado que uma dieta rica em grãos refinados está ligada à perda óssea. Uma dieta ácida também prejudica o sistema imunológico, tornando o corpo mais vulneráveis à doença esse é um das Razões Para não Comer Farinha Refinada.

2. Aumenta os Níveis de Açúcar no Sangue: Se você tem o hábito de escolher o Trigo, pois acha que é a opção mais saudável, pense duas vezes. Essa é uma das Razões Para não Comer Farinha Refinada pois alimentos feitos com farinha de trigo são ainda mais prejudiciais ao seu corpo. Um hidrato de carbono de Trigo, conhecido como amilopectina A, é mais facilmente convertido em açúcar no sangue do que qualquer outro hidrato de carbono. Apenas duas fatias de pão de Trigo podem aumentar seus níveis de açúcar no sangue em comparação com várias barras de chocolate ou seis colheres de chá de açúcar de mesa.

3. Provoca Inflamação: Uma dieta cheia de grãos provoca inflamação no corpo. Os níveis de açúcar no sangue aumentam e a glicose se acumula no sangue, se aderindo as proteínas próximas. Uma reação química denominada glicação é o resultado. A glicação é um processo que desempenha um papel pró-inflamatório em muitas doenças inflamatórias, incluindo artrite e doença cardíaca uma das boas Razões Para não Comer Farinha Refinada.

4. Baixo Metabolismo: Uma pesquisa mostrou que o corpo pode acabar os nutrientes em armazenados na gordura quando os alimentos que são ricos em índice glicémico são consumidos. Em vez de alimentar seu corpo de alimentos com farinha refinada, ela proporciona uma lenta queima de gordura e, consequentemente, armazenando gordura. Este processo faz com que seu metabolismo abrande, o que pode levar ao ganho de peso.

5. Destrói a Saúde Intestinal: Estudos têm mostrado que as lectinas em grãos, causa inflamação no revestimento do intestino. Quando a farinha refinada é consumida, 80% de fibra presente nos alimentos é perdida. Seu corpo não possui a fibra que precisa e acaba liberando os carboidratos mais rapidamente. Sem fibra, o seu corpo não é capaz de limpar os restos de seu intestino no processo de desintoxicação. Uma importante Razões Para não Comer Farinha Refinada.

6. Desencadeia Alergias Alimentares ou Intolerância: O Trigo é considerado um dos maiores influenciadores de alergias alimentares e intolerância. Um tipo de proteína encontrada em muitos grãos – glúten – proporciona a massa à sua elasticidade. As bolhas de ar aprisionadas criam uma textura mais lisa ao pão. O Trigo agora contém um maior teor de glúten.

0/5 (0 Reviews)

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Como Usar a Couve Para Melhorar a Saúde

Os 3 Problemas Provocados Pelo Hábito de Segurar o xixi