Síndrome de Alport – O que é, Sintomas e Tratamento!

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Síndrome de Alport – O que é, Sintomas e Tratamento que todos devem ficar atentos. Além disso, a síndrome de Alport, também conhecida como nefrite hereditária, é a forma progressiva da doença glomerular, que tem caráter genético e comumente está associada a alterações no cristalino e perda da função auditiva. Então, confira tudo sobre a Síndrome de Alport – O que é, Sintomas e Tratamento:

Síndrome de Alport

O que é Síndrome de Alport: A Síndrome de Alport é uma doença genética caracterizada por provocar a perda progressiva da função renal e auditiva, que também pode afetar o sistema visual. Foi identificada pela primeira vez por Arthur Cecil Alport, em 1927.

Sintomas da Síndrome de Alport: Os sintomas da Síndrome de Alport são caracterizados pela perda progressiva das funções auditivas e renais.

A Síndrome de Alport é uma doença hereditária que atinge mais homens do que mulheres. A doença deve ser monitorada, para que não evolua e cause complicações, muitas vezes resolvidas somente através do transplante dos órgãos afetados.

Diagnostico da Síndrome de Alport: O exame de urina quase sempre revela a presença de sangue na urina. O diagnóstico de certeza geralmente é feito após a biópsia renal. O exame das alterações oculares pode às vezes ser de grande utilidade.

Tratamento da Síndrome de Alport: Embora não exista cura para a Síndrome de Alport, existem tratamentos que podem ser úteis. Informações recentes mostram que o tratamento com inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA) parece retardar a doença renal.

A proteína na urina é um sinal de maior risco. O tratamento com inibidores da ECA deve ser a norma para pacientes com uma perda de proteína significativa em sua urina, podendo evitar a diálise ou o transplante renal.

A lentecone pode ser tratada pela substituição de lentes, assim como se faz com o tratamento da catarata. Muito ocasionalmente pode-se fazer transplantes de rim, mas como o rim transplantado tem colágeno tipo IV normal, o sistema imunológico pode vê-lo como “estranho” e atacá-lo.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Nitroprussiato

Nitroprussiato – Para que Serve, Como Usar e Efeitos Colaterais

Cancroide – O que é, Sintomas e Tratamentos!