Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Doenças e Tratamentos

Os 10 Sintomas da Dengue que Muitos Ignoram!

Os 10 Sintomas da Dengue que Muitos Ignoram e desconhecem. Além disso, entre os Sintomas da Dengue mais comuns estão a febre alta, dores pelo corpo, erupções cutâneas na pele, náuseas e vômitos, entre outros. Mas você sabe como diferenciar os sinais na hora de procurar um médico?

principais sintomas da dengue Essa pergunta é importante porque, como o clima está esquentando, os casos de dengue no Brasil tendem a aumentar. Com a intensificação das chuvas no verão, os focos do mosquito Aedes aegypti costumam ser mais frequentes do que em épocas do ano com menor precipitação. Veja Agora Os 10 Principais Sintomas da Dengue que Muitos Ignoram:

O que é Dengue?

A Dengue é uma doença viral e febril transmitida pelo mosquito fêmea do Aedes aegypti e é considerada um dos principais problemas da saúde pública do mundo. O Aedes aegypti é um arbovírus, o DENV, da família Flaviviridae (gênero Flavivírus).

Para referir-se ao nome da doença o uso dos dois gêneros estão corretos, “a” dengue ou “o” dengue. É mais comum em locais tropicais e subtropicais.

Sua principal forma de transmissão é pela picada do mosquito fêmea Aedes aegypti, mas existem registros de “transmissão vertical” (da gestante infectada para o bebê) e, também, por transfusão de sangue.

Desde os anos 1960, os casos de Dengue no mundo têm aumentado. Mas as primeiras manifestações da doença foram descritas em 1779 e, suas causas bem como maneiras de transmissão só foram descobertas no início do século XX.

A Dengue é considerada um problema Global desde a Segunda Guerra Mundial, devido a pertubações ecológicas. No mundo, o primeiro caso de dengue data na dinastia chinesa Jin (265-420), chamada pelos chineses de “veneno da água”. Enquanto no Brasil, os primeiros registros são de epidemias em São Paulo, entre 1851 e 1853.

Pesquisas indicam que existem 4 tipos diferentes de sorotipos do vírus da Dengue, quando um indivíduo se infecta por um deles, consequentemente ele fica imune parcial e temporariamente contra este que lhe infectou, podendo contrair algum dos demais sorotipos. São eles:

  • DEN-1.
  • DEN-2.
  • DEN-3.
  • DEN-4.

A infecção pode ser assintomática, leve ou até causar doença grave com risco de vida. Em média 550 mil doentes precisam ser hospitalizados e 20 mil deles morrem em consequência da doença. O primeiro sintoma, geralmente, é a febre alta (39° a 40°C), que tem início repentino e duração de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele.

O paciente pode ter perda de peso, náuseas e vômitos, que são comuns. Nesta fase inicial pode ser difícil diagnosticar a Dengue, pois ela pode ser confundida com outras doenças. Quando os sintomas se agravam pode ser sinal de Dengue hemorrágica, a fase mais complicada.

Ainda não existe tratamento específico para a doença, mas o repouso e a ingestão de muito líquido é o ponto inicial do tratamento. E a prevenção eficiente é feita de uma única forma: mantendo locais livres de criadouros (depósitos de água parada) do mosquito da Dengue.

As secretarias e órgãos de saúde devem ser acionados quando o foco do mosquito em um determinado local não consegue ser eliminado pelos moradores da região. A aparência do mosquito é de cor café ou preta com listras brancas em todo o corpo e patas. Logo Abaixo você irá conhecer Os 10 Principais Sintomas da Dengue que Muitos Ignoram:

Quais as Causas e Transmissão da Dengue?

O mosquito fêmea, que tem menos de 1 cm, do tamanho de um dedo mindinho, deposita seus ovos na água parada, em condições adequadas (locais quentes e úmidos), quando eles são liberados começam a criar larvas, para dar origem ao mosquito da dengue (Aedes aegypti).

Há, também, outra espécie de mosquito transmissor da Dengue, é o Aedes albopictus, ele possui hábitos iguais o do Aedes aegypti, mas sua ocorrência é muito menor. Quando um indivíduo é picado pelo mosquito, a manifestação da doença costuma ocorrer de 5 a 6 dias, em outras vezes pode demorar até 15 dias. O mosquito ataca o ser humano e alguns primatas. logo Abaixo você irá conhecer Os 10 Principais Sintomas da Dengue.

A dengue não é transmissível de pessoa para pessoa; apenas do mosquito para os seres humanos. Depois de picar alguém, o mosquito Aedes aegypti pode transportar a doença por toda a sua vida. Porém, há registros de transmissão por transfusão de sangue, derivados infectados e doação de órgãos. É rara a transmissão da dengue nas temperaturas abaixo de 16°C, ela costuma ocorrer em torno de 30°C a 32°C, preferindo áreas tropicais e subtropicais.

Os Sintomas da Dengue costumam ter seu ciclo de 5 a 6 dias, com o período da incubação, que é o intervalo entre a picada do mosquito e a manifestação da doença. Após este período os sintomas aparecem, geralmente a partir do 3° dia depois da picada do mosquito.

Os sintomas iniciais ainda podem ser confundidos com outras doenças, como:

Principais Sintomas da Dengue:

Com isso, os sintomas da Dengue variam de acordo com o tipo, são eles:

  • Cansaço extremo.
  • Fadiga e dor no corpo.
  • Febre alta com início súbito.
  • Dor de cabeça intensa.
  • Dor atrás dos olhos, a qual piora quando o paciente os movimenta.
  • Perda do paladar e apetite.
  • Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
  • Muitas dores nos ossos e articulações.
  • náuseas e vômitos.
  • Tonturas.
  • O paciente também pode ser assintomático.

Já quando ocorre os Sintomas da Dengue como aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz e/ou gengivas), dor abdominal intensa e contínua, bem como vômitos persistentes, é preciso cuidado redobrado, pois esses sintomas indicam uma evolução para a dengue hemorrágica. Como Já conhecemos Os 10 Principais Sintomas da Dengue, Veja Agora Como se Prevenir da Dengue:

Como se Prevenir da Dengue?

Embora a Dengue tenha muitos focos e ocorrências, sua prevenção é simples, por meio de duas formas:

prevenir a dengueO Aedes aegypti tem preferência por depositar os seus ovos em água limpa (raramente a potável), assim, o ideal é não deixar que a água acumule. Os principais depósitos de água parada que propiciam a Dengue são:

 

  • Caixas d’água, cisternas e calhas: mantenha-as sempre muito bem fechadas e limpas.
  • Garrafas: vire-as com o gargalo para baixo.
  • Pneus: jogue fora os velhos do modo correto e mantenha os novos tampados.
  • Poças de água: em qualquer ambiente, seja empresa, casa ou piscina, sempre drene a água.
  • Sempre trate a água da piscina com cloro.
  • Vasilhas: aquelas que usamos para colocar água para os animais de estimação, lave-as com frequência, uma vez por semana é o recomendado.
  • Vasos sanitários que são pouco ou quase nunca usados é necessário dar a descarga pelo menos uma vez por semana.
  • Vasos de plantas: depois dos pneus, estes são os principais acumuladores de água parada, para evitar isso, coloque areia ou pedrinhas em todos os vasos.
  • Mantenha as lixeiras tampadas.
  • Mantenha tanques tampados.
  • Evite ou sempre limpe plantas que acumulem água, como as Bromélias.

Especula-se que o termo “Dengue” é derivado da frase “Ka-Dinga pepo”, do idioma africano suaíli, que descreve a doença como sendo causada por um “espírito do mal”. É a arbovirose mais comum que atinge os humanos e, em relação a doenças infecciosas, é a mais preocupante no país. Ajude a combater a doença, compartilhe este artigo para que mais pessoas fiquem informadas sobre os riscos da Dengue e Sintomas da Dengue!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.