Os 8 Principais Sintomas do Cobreiro!

Revisado por

Formado em Medicina pela USP!

Especialista do Dicas de Saúde

Os Principais Sintomas do Cobreiro que todos devem ficar atentos. Além disso, o Cobreiro, é uma infecção causada pelo mesmo vírus que causa a varicela (catapora), que fica adormecido no organismo e “desperta” por diferentes motivos.

Cobreiro ocorre quando o vírus se reativa, quase sempre porque o sistema imunológico se desequilibra devido a certas doenças, como o câncer, o HIV, ou por situações como um transplante de órgãos, falta de vitaminasestresse, nervoso ou ansiedade excessiva.

Cobreiro

Sintomas de Cobreiro: O primeiro sintoma de Cobreiro, geralmente é uma dor unilateral, queimação ou sensação de formigamento. Tanto a dor como queimação podem ser grave e geralmente ocorre antes de aparecer qualquer erupção do Cobreiro.

Na maioria das pessoas, são formadas manchas na pele, seguidas por bolhas bem pequenas. Quando as bolhas de Cobreiro se rompem, formam pequenas úlceras e depois secam e formam crostas, que se dividem em cerca de duas a três semanas. Raramente a pessoa fica com alguma cicatriz.

  • A erupção geralmente envolve uma área estreita da coluna vertebral, ao redor da parte frontal da área da barriga ou do peito.
  • A erupção pode acontecer no rosto, olhos, boca e orelhas.

Causas de Cobreiro: Quando somos expostos ao vírus Varicella-Zoster pela primeira vez, o que ocorre habitualmente durante a infância, desenvolvemos a catapora, que é uma doença que se caracteriza por erupções avermelhadas por todo o corpo e febre. Após uma ou duas semanas de sintomas, o nosso sistema imunológico consegue controlar a infecção na pele, fazendo com que o Cobreiro seja curada.

O problema é que essa cura dos sintomas não é necessariamente uma cura do vírus. Durante a fase inicial da catapora, o vírus invade as terminações nervosas da pele e migra até algumas cadeias de gânglios localizadas próximo à medula espinhal e ao cérebro, conseguindo, assim, permanecer “escondido” do sistema imunológico por períodos que podem durar décadas. O paciente, portanto, cura-se da catapora, mas permanece infectado pelo vírus Varicella-Zoster pelo resto da vida.

Fatores de Risco Para o Cobreiro: Como já referido, para ter Cobreiro é necessário já ter tido catapora em algum momento da vida. Até 20% dos pacientes com história de catapora na infância apresentarão pelo menos um episódio de Cobreiro, que surge, geralmente, após os 50 anos. Entre os pacientes com mais de 85 anos essa taxa sobe para mais de 50%. O Cobreiro surge quando há uma queda nas defesas imunológicas. Entre os fatores de risco podemos citar:

Tratamentos Para Cobreiro: O tratamento é baseado em medicações antivirais, como o Aciclovir, que ataca o vírus e progressivamente vai eliminando os sintomas. É necessário evitar o contato com as feridas de pessoas infectas. Existem também uma eficiente vacina para o HZ, que é a mesma vacina da catapora, mas com maior quantidade do agente imunizante.

0/5 (0 Reviews)
Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Osmar da Costa Junior

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista.

Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

Receitas Naturais Para Tratar a Queratose Pilar

As 7 Receitas Naturais Para Tratar a Queratose Pilar