Doenças e Tratamentos

Os 8 Principais Sintomas da Amebíase!

Os Principais Sintomas da Amebíase que todos devem ficar atentos. Além disso, a Amebíase ou disenteria amebiana é uma infecção parasitária que provoca diarreia forte, febre, calafrios ou fezes com sangue ou fezes com secreções esbranquiçadas.

Este verme, embora possa surgir em qualquer região e infectar qualquer pessoa, é mais comum em regiões de clima tropical com condições sanitárias pobres, afetando especialmente bebês e crianças porque gostam de brincar no chão e tem o hábito de colocar tudo na boca. Então, confira Os 8 Principais Sintomas da Amebíase:

Sintomas da Amebíase
Sintomas da Amebíase

O que é Amebíase: A Amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Amebíase é bastante comum em áreas do mundo onde o saneamento básico é deficiente, permitindo que alimentos e água sejam expostos à contaminação fecal.

Sintomas da Amebíase:

Causas Amebíase: Amebíase é causada pelo parasita Entamoeba histolytica, que entra no organismo principalmente por meio da ingestão de água ou comida contaminadas. Esse parasita também pode entrar no corpo por meio do contato direto com a matéria fecal.

Entamoeba histolytica libera cistos, que são uma forma relativamente inativa do parasita e que pode viver por vários meses no ambiente em que foram depositados, geralmente nas fezes, no solo e na água. Eles também podem ser transmitidos por manipuladores de alimentos e por meio de relação sexual desprotegida.

Fatores de Risco da Amebíase: Alguns fatores são considerados de risco para infecção por Amebíase, como:

Transmissão da Amebíase: A Amebíase é transmitida ao homem através do consumo de alimentos ou água contaminados por fezes com cistos amebianos, falta de higiene domiciliar e, também, através da manipulação de alimentos por portadores desse protozoário. Uma vez dentro do organismo de seu hospedeiro, neste caso, o homem, seu período de incubação pode variar de dias a anos, contudo, de forma geral, pode-se atribuir um período comum de duas a quatro semanas.

Prevenção da Amebíase: Como na maioria das doenças, a melhor medida ainda é a prevenção, neste caso, a prevenção se dá através de medidas higiênicas mais rigorosas junto às pessoas que manipulam alimentos, saneamento básico, não consumir água de fonte duvidosa, higienizar bem verduras, frutas e legumes antes de consumi-los, lavar bem as mãos antes de manipular qualquer tipo de alimento, e, principalmente após utilizar o banheiro.

Tratamento da Amebíase: Vários fármacos amebicidas que se ingerem por via oral (como o iodo quinol, a paromomicina e a diloxanida) eliminam os parasitas do intestino. Para os casos graves e as infecções localizadas fora do intestino administra-se metronidazol ou desidroemetina. Voltam a examinar-se amostras de fezes ao cabo de 1, 3 e 6 meses após o tratamento para assegurar que o doente está curado.

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista. Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Dicas de Saúde" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Deixe um comentário