Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Dicas de Saúde Doenças Doenças e Tratamentos

Os 5 Tipos de Catarata e Suas Principais Causas

Os Tipos de Catarata e Suas Principais Causas que são diversas, mas é preciso estar atento para poder evitá-la. Além disso, a Catarata é a opacidade (embaçamento) do cristalino (lente interna dos olhos) uma lente biconvexa natural do olho localizado atrás da pupila. Ele colabora na convergência dos raios luminosos para formação da imagem na retina, portanto qualquer alteração na sua constituição afeta a visão nítida.

Ela pode ser causada por medicamentos, doenças como diabetes e uveítes, e acreditamos também por mau uso dos olhos (muita visão de perto, e o mau hábito de não olharmos longe, não movimentarmos o olhar e não relaxarmos nossa visão). Então, confira Os 5 Tipos de Catarata e Suas Principais Causas:Causas da Catarata: As causas mais comuns da Catarata são:

Catarata Senil: Tipo de Catarata mais comum, ocorre em geral com o processo de envelhecimento, surgindo mais frequentemente após os 55 anos de idade.

Catarata Congênita: Ocorre por doenças da mãe durante a gravidez, que atingem o feto. Com frequência é acompanhada de outras alterações.

Catarata Traumática: Ocorre após acidentes que danificam os olhos. Geralmente é unilateral.

Catarata Diabética: Geralmente, tem início precoce e provoca perda visual mais rápida do que a Catarata senil.

Catarata Decorrente de Medicamentos: Principalmente os corticoides, quando usados por longos períodos.

Sintomas da Catarata: A Catarata é um processo lento, gradual e indolor. Nas fases iniciais ela pode passar despercebida. A Catarata na imensa maioria dos casos acomete os dois olhos, mas ela o faz, habitualmente, de modo assimétrico. Em geral, um olho apresenta uma Catarata em estágio mais avançado que o outro.

As primeiras queixas com relação à Catarata costumam ser a dificuldade para ver em locais com pouca iluminação, dirigir veículos à noite e dificuldade para ler placas ou letras pequenas. Agravamento de uma miopia já existente também é um sintoma inicial comum. A necessidade de trocar o grau dos óculos com alguma frequência pode ser um sinal de Catarata.

Com a progressão da turvação do cristalino, a visão vai se tornando cada vez mais nebulosa e os contrastes menos perceptíveis. Outros sintomas comuns são o incômodo com luzes fortes, que causam um brilho intenso na visão, e queixas de que as cores dos objetos e do ambiente estão mais amareladas, acastanhadas ou menos intensas.

Alguns pacientes com Catarata desenvolvem visão dupla. Em estágios mais avançados é possível ver o cristalino opacificado através da pupila, que se torna acinzentada. Em geral, a Catarata leva muitos anos para chegar a este ponto.

Tipos de Catarata:

Catarata Relacionada à Idade: Também chamada de Catarata senil, essa forma da doença ocorre por causa do envelhecimento. A Catarata relacionada à idade é dividida em três tipos, dependendo de sua localização:

  • Catarata subcapsular posterior se formar mais rapidamente do que os outros dois tipos, e afeta a parte de trás da lente;
  • Cataratas nucleares se formam no centro da lente, tornando o núcleo do olho turvo ou opaco. O centro do olho pode ficar com uma coloração amarela ou castanha;
  • Catarata cortical aparece na forma de cunha e em volta das extremidades do núcleo.

Catarata Congênita: A Catarata congênita está presente no nascimento ou se forma durante o primeiro ano de um bebê. Esse Tipo de Catarata é menos comum do que Catarata relacionada à idade. Esse Tipo de Catarata nem sempre apresenta sintomas e pode ser removida se ela interfere com a visão do bebê.

A Catarata congênita pode se desenvolver se a mãe tiver uma infecção ou abusa de substância como drogas e álcool durante a gravidez. A Catarata congênita ocorre em um a cada 5 mil nascimentos.

Catarata Secundária: Cataratas secundárias são causadas por doenças ou medicamentos. As doenças que estão associadas ao desenvolvimento de Cataratas incluem glaucoma e diabetes. O uso de medicamentos esteroides pode levar à Catarata.Catarata Traumática: Cataratas traumáticas se desenvolvem após uma lesão no olho, embora possa levar vários anos após o evento para que isso aconteça.

Catarata de Radiação: Cataratas de radiação podem se formar depois que um paciente passa por tratamento envolvendo radiação para tratar o câncer, por exemplo.

Tratamento da Catarata: O tratamento curativo da Catarata é o cirúrgico e consiste em substituir o cristalino opaco por prótese denominada de lente intra-ocular (LIO). Toda vez que a qualidade de vida do portador de Catarata esteja comprometida, ou seja, que existam limitações nas atividades que realiza habitualmente, a cirurgia está indicada. A evolução da Catarata geralmente é bilateral com certa assimetria, daí a importância da realização da cirurgia do segundo olho para recuperação integral do sistema visual.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.